Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Programa de Pós-graduação >
DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11812

Título: A eficiência das funções polinomiais, da função spline cúbica e razões de volume para representar o perfil da árvore e estimar os sortimentos de Pinus elliottii
Título Alternativo: The efficiency of polynomial functions, cubic spline function and volume rations to represent the tree profile and estimate the assortment of Pinus eliottii
Autor(es): Rios, Múcio Santiago
Orientador: Scolforo, José Roberto Soares
Membro da banca: Machado, Sebastião do Amaral
Membro da banca: Oliveira, Antônio Donizetti de
Assunto: Função spline
Pinus elliottii
Slash pine
Engenharia florestal
Forestry engineering
Data de Defesa: 1997
Data de publicação: 2016
Referência: RIOS, M. S. A eficiência das funções polinomiais, da função spline cúbica e razões de volume para representar o perfil da árvore e estimar os sortimentos de Pinus elliottii. 1997. 116 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 1997.
Resumo: Este trabalho teve por objetivos: testar a função spline cúbica para representar o perfil do tronco e o volume total e comercial da árvore, identificando a melhor combinação entre diâmetros ao longo do fuste para a junção dos polinômios, por classe de diâmetro; descrever o desenvolvimento da teoria de funções splines cúbicas para a quantificação volumétrica em árvores; avaliar o desempenho dos modelos polinomiais, razão de volumes e função spline cúbica para estimar o volume para classes de sortimentos de 8 a 18 cm de diâmetro com casca na extremidade mais fina da tora, de 18 a 25 cm, de 25 a 35 cm e comparar a eficiência das razões de volume, dos modelos polinomiais e a função spline cúbica, para representar o perfil do tronco nas diferentes classes de diâmetro, para o que foram cubadas 185 árvores de Pinus elliottii na região de Jaguariaíva-PR. No primeiro capítulo, foi testada a eficiência da função Spline cúbica para representar o perfil e o volume da árvore, comparando-se duas alternativas para encontrar os pontos de ligação entre os polinômios da função. A busca destes, quando executada por classe de diâmetro, proporcionou estimativas mais eficazes do que a forma genérica. No segundo capítulo, foram testados modelos de afilamento para quantificação de sortimentos na árvore. Foi constatado que nenhum destes sobressaiu-se aos demais para as diferentes situações consideradas. Finalmente, no terceiro capítulo, fez-se a comparação da eficiência destas equações de afilamento para representar o perfil da árvore. Como resultado, os modelos polinomiais mostraram-se mais eficazes nestas estimativas do que os demais modelos testados.
Abstract: This work aimed to test cubic spline function to stand for the trunk profile and total and commercial volume of the tree, by identifying the best combination among diameters along the bole for the function of polynomes by diameter classes, report the development of the theory of cubic splines functions for volumetric quantification on trees, evaluate the volume for classes of 8 to 18 cm in diameter with a bark at the thinnest tip of the log, from 18 to 25 cm, from 25 to 35 cm and compare the efficiency of volume rations of polynomial models and cubic spline function to stand for the trunk profile at the different diameter classes to what 185 Pinus elliottii trees were cubed in the region of Jaguariaíva-PR. In the first chapter, the efficiency of cubic spline function was tested by comparing two alternatives to find the linking points among the polynomials of the function. The search of them, as proceeded by diameter class, provided more effective estimatives than the generic form. In the second chapter, tapering models for quantification of assortments on tree were tested. It was found that none of those stood out relative to the othere for the different situations considered. At last, in the third chapter, the efficiency of these two tapering equations was compared to stand for the profile of the tree. As a result, the polynomial models proved more efficient than the other models tested.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11812
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações)
LEMAF - Teses e Dissertações

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_A eficiência das funções polinomiais, da função spline cúbica e.pdf505,5 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback