Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Programa de Pós-graduação >
DCF - Engenharia de Biomateriais – Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11826

Título: Compósitos produzidos com resina poliéster e fibras de eucalipto tratadas termicamente
Título Alternativo: Composites produced with polyester resin and thermally treated eucalypt fibers
Autor(es): Pereira, Tamires Galvão Tavares
Lattes: http://lattes.cnpq.br/2193131970787592
Orientador: Mendes, Rafael Farinassi
Coorientador: Marconcini, José Manoel
Coorientador: Oliveira, Juliano Elvis de
Membro da banca: Oliveira, Juliano Elvis de
Membro da banca: Guimarães Júnior, Mário
Assunto: Fibra vegetal – Tratamento térmico
Polímeros - Propriedades mecânicas
Eucalipto
Vegetable fiber - Heat treatment
Polymers - Mechanical properties
Eucalyptus
Data de Defesa: 12-Ago-2016
Data de publicação: 26-Set-2016
Agência de Fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Referência: PEREIRA, T. G. T. Compósitos produzidos com resina poliéster e fibras de eucalipto tratadas termicamente. 2016. 104 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Biomateriais)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
Resumo: Pesquisas visando a obtenção de novas alternativas para substituir matériasprimas de fontes não renováveis têm sido realizadas como forma te obter soluções para a produção de materiais mais sustentáveis e com características inovadoras. Nesse cenário, destacam-se os materiais compósitos produzidos com recurso às fibras vegetais, as quais possuem custo reduzido, grande disponibilidade, boa resistência mecânica, baixa densidade e origem renovável. Este estudo, tinha como objetivo analisar a influência da inserção de diferentes teores de fibras de eucalipto, bem como de seu tratamento térmico, nas propriedades fisico-mecânicas de compósitos poliméricos. Utilizou-se a resina de poliéster insaturada ortoftálica e o peróxido de metil-etil-cetona como catalisador de cura. As fibras foram usadas nas concentrações de 0, 5, 10, 15, 20, 25 e 30% m/m. Após a definição da melhor concentração das fibras, foi avaliado o efeito do tratamento térmico nas temperaturas de 140, 170, 200 e 230°C. Os compósitos foram avaliados quanto as suas propriedades mecânicas, físicas e microestruturais. O teor de 25% de reforço mostrou-se mais adequado para a produção de compósitos. O tratamento térmico aplicado às fibras promoveu alterações significativas na sua composição química e anatômica, o que resultou em alterações nas propriedades físicas e mecânicas dos compósitos. A temperatura de 230°C foi a mais indicada para o tratamento das fibras durante a produção de compósitos poliméricos com matriz de poliéster insaturada, permitindo a diminuição da densidade, diminuição da absorção de água e melhorias da propriedade de tração dos compósitos. Não houve efeito desse tratamento sobre o Módulo de ruptura à flexão estática e impacto, contudo, foi observada a redução do módulo de elasticidade à flexão estática.
Abstract: Solutions that lead to the production of new and more sustainable materials, with innovative traits, have motivated the scientific community to seek alternatives to substitute raw materials obtained from non-renewable sources. In this scenery, the composite materials produced with plant fibers are highlighted given its reduced cost, high availability, good mechanic resistance, low density and renewable origin. In this sense, the objective of this work was to analyze the influence of the insertion of different contents of eucalyptus fibers, as well as its therm al treatment, over the physical-mechanic properties of polymeric composites. The resin used was the orthophthalic unsaturated polyester, using methyl-ethyl-cetone peroxide as curing catalyst. The fibers were used in the concentration of 0, 5, 10, 15, 20, 25 and 30% m/m. After defining the best concentration, the effect of the thermal treatment were evaluated at the temperatures of 140, 170, 200 and 230 o C. The composites were evaluated regarding its mechanical (traction, flexion and impact), physical (density and water absorption) and microstructural properties. The content of 25% of reinforcement was the most adequate for composite production. The thermal treatment applied to the fibers caused significant changes in its chemical and anatomical compositions, which resulted in changes in the physical and mechanical properties of the composites. The temperature of 230 o C was the most indicated for treating the fibers during the production of the polymeric composites with unsaturated polyester matrix, allowing the decrease in the density and water absorption, as well as improvements in the traction properties of the composites. There was no effect of this treatment over the rupture model over static flexion and impact, however, a reduction of the elasticity model over static flexion was observed.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11826
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DCF - Engenharia de Biomateriais – Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Compósitos produzidos com resina poliéster e fibras de eucalipto tratadas termicamente.pdf1,68 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback