Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11827
Título: Diversidade, riqueza e composição dos gêneros Aspergillus e Penicillium de solos do Quadrilátero Ferrífero
Título(s) alternativo(s): Diversity, richness and composition of genres Aspergillus and Penicillium in soil of Iron Quadrangle
Autor : Pereira, Vanessa Maria
Lattes: http://lattes.cnpq.br/0613347800614081
Primeiro orientador: Batista, Luís Roberto
Primeiro coorientador: Souza, Sara Maria Chalfoun de
Primeiro membro da banca: Souza, Sara Maria Chalfoun de
Segundo membro da banca: Passamani, Fabiana Reins Franca
Terceiro membro da banca: Batista, Cristina Ferreira Silva e
Quarto membro da banca: Cunha, Rodrigo Luz da
Palavras-chave: Fungos no solo
Solos – Nutriente
Micotoxinas
Soil fungi
Soil – Nutrient
Mycotoxins
Aspergillus sp.
Penicillium sp.
Data da publicação: 26-Set-2016
Agência(s) de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Vale
Referência: PEREIRA, V. M. Diversidade, riqueza e composição dos gêneros Aspergillus e Penicillium de solos do Quadrilátero Ferrífero. 2016. 222 p. Tese (Doutorado em Agroquímica)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
Resumo: O Brasil possui a maior diversidade global, entretanto tem testemunhado a percentuais elevados de devastação ambiental. A manutenção de espécies em laboratório, aliado a inovação, são a melhor alternativa para a manutenção dessa diversidade. O solo é considerado um mosaico de micro-habitats devido a sua heterogeneidade e complexidade e, dessa forma é um dos principais ecossistemas para o desenvolvimento de populações microbianas. Dessa microbiota, os fungos representam grande parte da biomassa, e são de grande importância. Aspergillus e Penicillium são os mais importantes gêneros de fungos ligados as atividades humanas e o estudo exclusivo destes no solo é pouco comum. Este estudo teve como objetivo avaliar a diversidade de fungos dos gêneros Aspergillus e Penicillium isolados do solo de cinco áreas no Quadrilátero Ferrífero, bem como avaliar seu potencial toxigênico e as correlações com os nutrientes do solo. Foram coletadas 20 amostras de solo, e para cada uma destas foram realizadas diluições seriadas nos meios DG18 e DRBC. As espécies dos gêneros Penicillium e Aspergillus foram identificadas através de características morfológicas. Foi realizada a caracterização dos isolados não identificados, utilizando fotografias das colônias e microscopia, assim como o estudo filogenético de alguns deles. A produção de ocrotoxina A (OTA), citrinina e aflatoxinas B1, B2, G1 e G2 foi avaliada por cromatografia de camada delgada. Foi verificada a diversidade, riqueza e composição das espécies e sua relação com os atributos do solo. Foram isolados 1984 espécimes pertencentes a 88 morfotipos distintos, sendo 50 destes não identificados. Um isolado de A. ochraceoroseus foi identificado e pode ser o único espécime encontrado fora da Costa do Marfim. A análise filogenética dos morfotipos não identificados foi inconclusiva, sendo necessários mais genes para confirmação das espécies. Todos isolados de A. carbonarius produziram OTA; nenhum isolado de A. niger e A. niger agregado produziram OTA; todos isolados de A. flavus e A. parasiticus produziram as respectivas aflatoxinas. Todos isolads de P. citrinum produziram citrinina, assim como os morfotipos Penicillium sp. 04, 19 e 27. Foi visualizado a produção de várias substâncias luminescentes não identificadas dos morfotipos não identificados, o que pode auxiliar na identificação desses morfotipos e caracterizarem compostos de interesse industrial. As áreas foram heterogêneas em diversidade, riqueza e composição de espécies. Capim e Eucalipto foram mais representativas em riqueza e abundância de espécies. Alguns atributos do solo foram altamente associados à ocorrência e abundância das espécies de Aspergillus e Penicillium nos solos. As espécies avaliadas nesse trabalho, possivelmente são resistentes a Fe, Mn, Cu, Al e S e presumivelmente podem ser utilizadas na biorremediação de sítios contaminados.
Abstract: Brazil has the largest global diversity index, however we have witnessed the high percentage of environmental devastation. Maintaining species in the laboratory, together with innovation, are the best alternative to maintai n that diversity. The soil is considered to be a mosaic of micro-habitats, due to its heterogeneity and complexity, and thus is a major ecosystems for the development of microbial populations. This microflora, fungi represent a large part of the biomass, and are of great importance. Aspergillus and Penicillium are the most important genera of fungi related human activities and the exclusive study of these in the soil is unusual. This study evaluated the diversity of fungi Aspergillus and Penicillium isolated from soil of five distinct areas in the Iron Quadrangle, and evaluated its potential toxigenic and correlations with soil nutrients. Twenty soil samples were collected, and for each of these samples, serial dilutions were made in DG18 and DRBC means. The species of Penicillium and Aspergillus were identified by morphological characteristics. The characterization of the unidentified isolates was performed using microscopy and the colonies pictures, as well as phylogenetic study of some of them. The production ocrotoxina A (OTA), citrinin and aflatoxins B1, B2, G1 and G2 was assessed by Thin Layer Chromatography. Diversity, richness and composition of species, and their relationship with soil properties was verified. They were isolated in 1984 specimens belonging to 88 different morphotypes, 50 of these unidentified. An isolate of A. ochraceoroseus been identified and may be the only specimen found outside the Ivory Coast. Phylogenetic analysis of unidentified morphotypes was inconclusive, requiring more genes to confirm the species. All isolates of A. carbonarius produced OTA; any isolated from A. niger and A. niger aggregate OTA produced; all isolates of A. flavus and A. parasiticus produced the respective aflatoxins. All P. citrinum produced citrinin, together with Penicillium sp. 04, 19 and 27. Luminescent several unidentified substances were produced by unidentified morphotypes, which can help identify these and can be compounds of industrial interest. The areas were heterogeneous in diversity, richness and species composition. Grass and Eucalyptus were more representative in richness and abundance of species. Some soil attributes were highly associated with the occurrence and abundance of species of Aspergillus and Penicillium in soils. The species evaluated in this work, are possibly resistant Fe, Mn, Cu, Al and S and can presumably be used in bioremediation of contaminated sites.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11827
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DBI - Microbiologia Agrícola - Doutorado (Teses)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.