Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11932
Título: Análise dialélica e estratégias para a seleção de genótipos de milho submetidos ao estresse hídrico nas fases de germinação e emergência de plântulas
Título(s) alternativo(s): Diallel analyses and strategies for maize genotypes selection submitted to water stress in germination and seedling emergence stages
Autor : Abreu, Viviane Maria de
Lattes: http://lattes.cnpq.br/2300910322467423
Primeiro orientador: Von Pinho, Édila Vilela de Resende
Primeiro membro da banca: Botelho, Flávia Barbosa Silva
Segundo membro da banca: Pereira, José Luiz de Andrade Rezende
Terceiro membro da banca: Resende, Marcela Pedroso Mendes
Quarto membro da banca: Von Pinho, Renzo Garcia
Palavras-chave: Controle genético
Heterose
Genótipos de milho - Seleção
Genetic control
Heterosis
Maize genotypes
Data da publicação: 2016
Referência: ABREU, V. M. de. Análise dialélica e estratégias para a seleção de genótipos de milho submetidos ao estresse hídrico nas fases de germinação e emergência de plântulas. 2016. 138 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Fitotecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
Resumo: A caracterização precoce de genótipos de milho, bem como o estudo dos caracteres genéticos associados à tolerância ao estresse hídrico, pode fornecer parâmetros que auxiliam a seleção de cultivares adaptadas. Assim, o objetivo neste trabalho foi estudar o controle genético e avaliar estratégias para a seleção de genótipos de milho, por meio da qualidade fisiológica de sementes submetidas ao estresse hídrico. Foi instalado um campo de produção de sementes híbridas, incluindo os recíprocos, utilizando-se o sistema dialelo parcial, mais as oito linhagens genitoras (L91, L63, L37, L32 – grupo 1 (tolerantes); L75, L31, L57 e L24 – grupo 2 (não tolerantes)), previamente classificadas quanto à tolerância ao estresse hídrico. As sementes foram germinadas em bandejas, contendo substrato areia, em dois ambientes. No primeiro, denominado de “ambiente sem estresse”, a umidade do substrato foi ajustada para capacidade de retenção de água de 70% e, no segundo, denominado ambiente com estresse, a capacidade de retenção de água foi de 10%. Foram avaliados a emergência de plântulas, o índice de velocidade de emergência (IVE), comprimento de parte aérea (CPA), comprimento radicular (CR), número de raízes seminais (NR), peso seco da parte aérea (PSF) e peso seco de raízes (PSR). Foram estimados os componentes de heterose, os efeitos da capacidade geral (CGC) e específica (CEC) de combinação, bem como os efeitos recíprocos. O desempenho dos genótipos, em relação ao estresse hídrico, foi avaliado por meio da análise de componentes principais (PCA), índice de seleção de genótipos em relação à tolerância ao estresse hídrico (IS), índice Z e gráfico de classificação quanto à tolerância e responsividade. Foi observada expressão da heterose para a tolerância ao estresse hídrico em sementes de milho, principalmente, para as características de raiz. Em relação ao controle genético da tolerância ao estresse hídrico, verificou-se que os genes de efeito não aditivo são mais importantes para a maioria das características avaliadas. Maiores estimativas de CGC são observadas para as linhagens L91, L75 e L63, e maiores estimativas de CEC para os híbridos H91X75, H91x24, H91 x31 e H63x31. Há efeito recíproco para qualidade fisiológica de sementes submetidas ao estresse hídrico. O IS é eficiente na discriminação dos genótipos de milho quanto à tolerância ao estresse hídrico por meio da característica NR. O método gráfico de classificação quanto à tolerância e responsividade ao estresse hídrico, o índice Z e a PCA possibilitam selecionar genótipos superiores quanto a tolerância ao estresse hídrico nas fases de germinação e emergência. Os genótipos L91, L75, H91x75, R75x91, R57x91, R31x63, R31x91 e R24x91 mostram-se os mais promissores quanto à tolerância ao estresse hídrico na germinação.
Abstract: Early characterization of maize genotypes, as well as the study of genetic traits associated with water stress tolerance, can provide parameters that will assist in the selection of adapted cultivars with higher yield. This research aims the study of genetic control and evaluate strategies for maize genotypes selection, through physiological quality of seeds submitted to water stress. A field was installed to obtain hybrid seeds, including reciprocal hybrid, using partial diallel design, further eight progenitors inbred line (L91, L63, L37, L32 – group 1 (tolerant); L75, L31, L57 e L24 – group 2 (non-tolerant)), previous characterized in relation to water stress. All seed genotypes were germinated in trays with sand, in two environments. The first, called “without stress environment”, had its field capacity adjusted to 70%, and the second, called stress environment, with field capacity of 10%. It was assessed the seedling emergence, emergence speed index (IVE), shoot length (CPA), root length (CR), number of seminal roots (NR), shoot dry weight (PSF) and roots dry weight (PSR). The heterosis effect, the general combining ability (GCA), the specific combining ability (SCA) and the reciprocal effects were estimated. The genotype performance in relation to water stress was assessed by principal components analyzes, selection index regarding to water stress tolerance (IS), Z index, and classification graphic as tolerance and responsiveness. Heterosis is observed for water stress tolerance, manly for root traits. In the genetic control of water stress tolerance, non-additive genes are more important for most of the evaluated characteristics. Higher estimates of GCA are observed in L91, L75 and L63 lines, and higher estimates of SCA in H91 x75, H91x24, H91x31 and H63x31 hybrids. There are reciprocal effects for physiological quality of seeds. The selection index (IS) is efficient to separate maize genotypes regarding water stress tolerance by NR characteristic. Classification graphic regarding tolerance and responsiveness methods, Z index and principal components analyzes allows superior genotypes selection regarding water stress tolerance. L91, L75, H91x75, R75x91, R57x91, R31x63, R31x91 e R24x91 genotypes shown to be the most promising for water stress tolerance on germination.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11932
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.