Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Artigos publicados em periódicos >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11953

Título: Ecofisiologia da germinação de sementes de Campomanesia pubescens
Título Alternativo: Ecophysiology of Campomanesia pubescens seed germination
Autor(es): Dousseau, Sara
Alvarenga, Amauri Alves de
Guimarães, Renato Mendes
Lara, Túlio Silva
Custódio, Telde Natel
Chaves, Izabel de Souza
Assunto: Plantas medicinais
Plantas dos cerrados
Sementes – Efeito da luz
Sementes – Efeito da temperatura
Sementes – Secagem
Medicinal plants
Cerrado plants
Seeds – Effect of light
Seeds – Effect of temperature
Seeds – Drying
Campomanesia pubescens
Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Data de publicação: 19-Mai-2011
Referência: DOUSSEAU, S. et al. Ecofisiologia da germinação de sementes de Campomanesia pubescens. Ciência Rural, Santa Maria, v. 41, n. 8, p. 1362-1368, ago. 2011.
Resumo: A gabiroba de arbusto [Campomanesia pubescens (DC.) O. Berg. (Myrtaceae)], espécie nativa do Cerrado é considerada uma planta com potencial melífero, ornamental e medicinal. Com o objetivo de avaliar a influência de diferentes temperaturas, substratos e condições de luminosidade e da secagem, na qualidade fisiológica de suas sementes foram conduzidos dois experimentos. No primeiro utilizou-se sementes com 13% de teor de água, o qual foi realizado em delineamento experimental inteiramente casualizado em esquema fatorial (4x3x2), composto por quatro temperaturas (15-25, 20-30°C alternadas, 25 e 30°C constantes), três substratos (sobre papel, entre areia e entre vermiculita) e duas condições de luminosidade (claro e escuro) e, o segundo com sementes recém extraídas dos frutos e secas superficialmente, contendo 35% de teor de água e após a secagem em estufa com ventilação forçada de ar a temperatura de 30°C por 30, 60, 90, 120, 150, 180, 260, 360, 750 e 810 minutos. Para a avaliação da qualidade fisiológica de sementes de gabiroba de arbusto, a semeadura sobre papel, no escuro e a 30°C possibilita uma melhor expressão do vigor. As sementes de gabiroba de arbusto são intolerantes a secagem, podendo ser classificadas como recalcitrantes.
Abstract: The gabiroba bush [Campomanesia pubescens (DC.) O. Berg. (Myrtaceae)], a native species of the Cerrado is considered a plant with melliferous, ornamental and medicinal potential. Aiming to evaluate the influence of abiotic factors on seed germination, two experiments were conducted. The first was conducted in a completely randomized design in a factorial design(4x3x2), composed of four temperatures (15-25, 20-30°C alternate, 25 and 30°C constant), 3 substrates (paper, sand and vermiculite) and two light conditions (light and dark). The second experiment aimed to evaluate the tolerance to desiccation of fresh seeds dried superficially, with 35% of water, by drying it in oven with forced ventilation of air at 30°C for 30, 60, 90, 120, 150, 180, 260, 360, 750 and 810 minutes. To evaluate the physiological quality of seeds gabiroba, shrub planting on paper, in the dark and 30°C, enables a better expression of the force. The seeds of bush gabiroba are intolerant to desiccation and can be classified as recalcitrant.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11953
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DBI - Artigos publicados em periódicos

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
ARTIGO_Ecofisiologia da germinação de sementes de....pdf390,88 kBAdobe PDFVer/abrir

Este item está licenciado com Licença Creative Commons
Creative Commons

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback