Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Artigos publicados em periódicos >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11955

Título: Initial development and gas exchange of Talisia subalbens (Mart.) Radlk. under different shading conditions
Título Alternativo: Desenvolvimento inicial e trocas gasosas de cascudo (Talisia subalbens (Mart.) Radlk.) sob diferentes condições de sombreamento
Autor(es): Nery, Fernanda Carlota
Oliveira, Hilton Morbeck de
Alvarenga, Amauri Alves de
Dousseau, Sara
Castro, Evaristo Mauro de
Campos, Ana Carolina Atala Lombelo
Assunto: Plantas – Efeito da luz
Plantas dos cerrados
Áreas degradadas
Recuperação ambiental
Plants – Effect of light
Cerrado plants
Degraded areas
Environmental restoration
Talisia subalbens
Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Data de publicação: 25-Ago-2010
Referência: NERY, F. C. et al. Initial development and gas exchange of Talisia subalbens (Mart.) Radlk. under different shading conditions. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 35, n. 1, p. 61-67, jan./fev. 2011.
Resumo: Estudos de ecofisiologia sob condições semicontroladas em viveiros e casas de vegetação são essenciais para o uso de espécies nativas em programas de recuperação de áreas degradadas e para o plantio comercial. Talisia subalbens (Mart) Radlk, cascudo, é uma espécie frutífera, nativa do Cerrado em vias de extinção. O comportamento ecofisiológico dessa espécie foi avaliado em viveiro sob differentes condições de sombreamento (pleno sol, 30%, 50% e 70%), sendo avaliados o crescimento inicial, a alocação de biomassa, as trocas gasosas e os teores de clorofilas. Plantas sob pleno sol apresentam maior acúmulo de massa seca total, parte aérea e sistema radicular. Para a relação raiz/parte aérea, não houve diferença significativa entre os tratamentos. Mudas cultivadas a pleno sol e a 30% de sombreamento apresentaram maiores valores de altura, diâmetro do colo e área foliar. Não foram observadas diferenças na condutância estomática e fotossíntese entre os níveis de sombreamento. Os teores de clorofila a, b e total foram superiores em plantas a 70% de sombreamento. Níveis mais elevados de radiação são fundamentais para o desenvolvimento inicial de mudas de T. subalbens.
Abstract: Ecophysiological studies under semi-controlled conditions in nurseries and greenhouses are essential to enable the use of native species to recover degraded areas and for commercial planting. Talisia subalbens (Mart) Radlk, 'cascudo', is a native fruiting species of the Cerrado on the verge of extinction. The ecophysiological performance of this species was evaluated in nursery conditions under different levels of shading (full sunshine, 30%, 50% and 70%). Initial growth, biomass allocation, gas exchange and chlorophyll content of the plants were analyzed. Full sunshine cultivated plants showed a higher accumulation of total, shoot, and root dry biomass. There was no significant difference in the root/shoot ratio among the treatments. Seedlings cultivated under full sunshine and 30% shading showed higher values for height, basal diameter, and leaf area. Differences in stomata conductance and photosynthesis rate were not observed among the different shading levels. Plants cultivated under 70% of shading had higher contents of chlorophyll a, b, and total. During the initial phase with higher levels of radiation were fundamental for the development of T. subalbens seedlings.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11955
Idioma: en_US
Aparece nas coleções: DBI - Artigos publicados em periódicos

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
ARTIGO_Initial development and gas exchange of Talisia subalbens….pdf232,17 kBAdobe PDFVer/abrir

Este item está licenciado com Licença Creative Commons
Creative Commons

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback