Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12013

Title: Caracterização de cultivares de cafeeiros resistentes à ferrugem submetidas à poda tipo esqueletamento
Other Titles: Characterization of coffee cultivars resistant to rust submitted to framework pruning
???metadata.dc.creator???: Reis, Estevam Antônio Chagas
???metadata.dc.creator.Lattes???: http://lattes.cnpq.br/7512890089376092
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Mendes, Antônio Nazareno Guimarães
???metadata.dc.contributor.referee1???: Guimarães, Rubens José
???metadata.dc.contributor.referee2???: Carvalho, Milene Alves de Figueiredo
???metadata.dc.contributor.referee3???: Cunha, Rodrigo Luz da
Keywords: Coffea arabica L.
Cafeeiro - Anatomia
Cafeeiro - Fisiologia
Foliar anatomy
Physiology
???metadata.dc.date.submitted???: 16-Sep-2016
Issue Date: 2016
???metadata.dc.description.sponsorship???: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Citation: REIS, E. A. C. Caracterização de cultivares de cafeeiros resistentes à ferrugem submetidas à poda tipo esqueletamento. 2016. 74 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitotecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
???metadata.dc.description.resumo???: A utilização de técnicas que visam a aprimorar os métodos convencionais de seleção de cafeeiros é de suma importância para o desenvolvimento da cafeicultura nacional. Essas técnicas, como a poda por esqueletamento, favorecem a identificação de cultivares mais produtivas e responsivas às técnicas de manejo. Com isso, objetivou-se, neste trabalho, avaliar características anatômicas, fisiológicas e agronômicas, bem como a relação entre elas em cultivares de cafeeiros oriundos de germoplasma supostamente resistente à ferrugem e sua resposta à realização da poda tipo esqueletamento. O experimento foi instalado na área experimental do Departamento de Agricultura, Setor de Cafeicultura da Universidade Federal de Lavras, utilizando delineamento em blocos casualizados, com três repetições, no espaçamento de 3,5 x 0,7m e parcelas de 12 plantas. Foram avaliadas 25 cultivares de cafeeiro, sendo 23 oriundas de germoplasma supostamente resistente à ferrugem e 2 cultivares comerciais consideradas suscetíveis. Foram analisados densidade e funcionalidade estomática; número e diâmetro de vasos do xilema; espessuras do floema, cutícula da face adaxial, epidermes adaxial e abaxial, parênquimas paliçádico e esponjoso, mesofilo e limbo; comprimento de ramo plagiotrópico e número de nós; taxa fotossintética líquida; taxa transpiratória; eficiência de uso da água; fluorescência e índice de clorofila; índice de área foliar, incidência de ferrugem e produtividade. Concluiu-se que as cultivares Catucaí Amarelo 20/15 cv 479, Araponga MG1 e Tupi IAC 1669-33 mostram-se altamente responsivas à poda de esqueletamento por apresentarem alta produtividade aliada à alta funcionalidade estomática, taxa fotossintética, eficiência do uso da água e baixa taxa transpiratória. Além disso, as duas últimas cultivares apresentam baixa incidência de ferrugem. Já a cultivar Acauã apresenta boa resposta à realização dessa poda por apresentar alta produtividade associada à maior espessura da cutícula e menor incidência da doença. A cultivar Catucaí Vermelho 785/15 não é responsiva à poda tipo esqueletamento, por apresentar menor produtividade, além de alta incidência de ferrugem, baixo crescimento vegetativo e baixa eficiência do uso da água.
Abstract: The use of techniques with the aim of improving conventional methods for coffee selection is of great importance for the development of national coffee production. These techniques, such as framework pruning, favor the identification of more productive cultivars, responsive to management techniques. Thus, we aimed at evaluating the anatomical, physiological and agronomic traits, as well as the relation between them, in coffee cultivars originated from germplasm supposedly resistant to rust, and its response to framework pruning. The experiment was installed in an experimental area of the Deparment of Agriculture, coffee culture sector of the Universidade Federal de Lavras, using a randomized blocks design, with three replicates, in spacings of 3.5 x 0.7 m and plots of 12 plants. We evaluated 25 coffee cultivars, with 23 originated from germplasm supposedly resistant to rust and 2 commercial cultivars considered susceptible. We analyzed density and stomata functionality; number and diameter of the xylem vessels; thickness of the phloem, adaxial cuticle, adaxial and abaxial epidermis, palisade and spongy parenchyma, mesophile and limbus; length of the plagiotropic branch and number of knots; net photosynthetic rate; transpiratory rate; water use efficiency; fluorescence and chlorophyll index; foliar area index, incidence of rust and productivity. In conclusion, cultivars Catuaí Amarelo 20/15 cv 479, Araponga MG1 and Tupi 1669-33 presented high response to framework pruning given their high productivity allied to high stomata functionality, photosynthetic rate, water use efficiency and low transpiratory rate. In addition, the two last cultivars presented low incidence of rust. Cultivar Acauã presented good response to this type of pruning for presenting high productivity associated with greater cuticle thickness and lower disease incidence. Cultivar Catuaí Vermelho 785/15 was unresponsive to the framework pruning for presenting lower productivity, high incidence of rust, low vegetative growth and low water use efficiency.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12013
Publisher: Universidade Federal de Lavras
???metadata.dc.language???: por
Appears in Collections:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Caracterização de cultivares de cafeeiros resistentes à ferrugem....pdf735.21 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback