Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Mestrado Profissional (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12039

Title: Adaptabilidade e estabilidade de híbridos de milho em ensaios avançados
???metadata.dc.creator???: Santos, Diego Coelho dos
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Nunes, José Airton Rodrigues
???metadata.dc.contributor.advisor-co1???: Ferreira, Daniel Furtado
???metadata.dc.contributor.advisor-co2???: Lepre, André Luiz
???metadata.dc.contributor.referee1???: Bruzi, Adriano Teodoro
???metadata.dc.contributor.referee2???: Rocha, Maurisrael de Moura
Keywords: Zea mays
Milho híbrido
Interação genótipo x ambiente
Hybrid corn
Genotype x environment interaction
???metadata.dc.date.submitted???: 30-Aug-2016
Issue Date: 2016
Citation: SANTOS, D. C. dos. Adaptabilidade e estabilidade de híbridos de milho em ensaios avançados. 2016. 43 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Mestrado Profissional em Genética e Melhoramento de Plantas)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
???metadata.dc.description.resumo???: Nos programas de melhoramento de milho das empresas privadas é comum realizar os chamados ensaios de avanço de produto em vários ambientes de cultivo pelos produtores no intuito de melhor posicionar os novos híbridos, bem como oportunizar a avaliação por parte dos produtores. Neste trabalho objetivou-se descrever a adaptabilidade e estabilidade de híbridos de milho a partir de ensaios não repetidos de avanço de produto (PAT) utilizando a abordagem AMMI (additive main effects and multiplicative interaction) e métodos complementares. Foram considerados os dados de produtividade de grãos de doze híbridos de milho avaliados numa rede de ensaios de avanço de produto conduzidos pela empresa DuPont Pioneer em 80 ambientes de cultivo nos estados de Minas Gerais e Goiás na safrinha de 2014. Foi empregada a análise AMMI juntamente com os métodos de regressão linear bissegmentada, de Annicchiarico (1992) e Lin e Binns (1988). Foram observadas diferenças significativas entre os híbridos sob teste, bem como marcante variação macro ambiental. O efeito da interação dos híbridos por ambientes foi expressivo. A aplicação do método AMMI possibilitou o estudo da interação dos híbridos por ambientes a partir de PATs de milho. Os híbridos 7 e 8 são recomendados para os ambientes de maior qualidade ambiental, conforme apontado pelo método de Cruz, Torres e Vencovsky (1989), enquanto que os híbridos 3, 5 e 12 apresentam adaptabilidade ampla. Os métodos de Lin e Binns e Annicchiarico assinalam o híbrido 8 como o mais promissor, por associar elevada produtividade e menor risco de adoção pelos produtores nos ambientes de cultivo testados.
Abstract: In corn breeding programs conducted by private companies, it is common to perform the product advanced trials in several cultivation environments in order to better position the new hybrids, as well as to provide opportunities for the producers to evaluate their product. In this work, we aimed at describing the adaptability and stability of corn hybrids using unreplicated product advanced trials (PAT) with AMMI (additive main effects and multiplicative interaction) approach and complementary methods. We considered the grain productivity data of twelve corn hybrids evaluated in a product advanced trial network conducted by the company DuPont Pioneer in 80 cultivation environments in the states of Minas Gerais and Goiás, in interim-harvest of 2014. The AMMI analysis was employed along with the bisegmental lineal regression methods, developed by Lin and Binns and by Annicchiarico. Significant differences, as well as a marked macro-environmental variation, were verified between the tested hybrids. The effect of hybrid interaction by environments was expressive. The application of the AMMI method allowed the study of hybrid interaction by environment based on the corn PAT´s. Hybrids 7 and 8 are recommended for higher quality environments, according to results obtained by Cruz et al. (1989), while hybrids 3, 5 and 12 presented wide adaptability. The methods developed by Lin and Binns and by Annicchiarico show hybrid 8 as the most promising for associating high productivity and lower risk in the tested cultivation environments.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12039
Publisher: Universidade Federal de Lavras
???metadata.dc.language???: por
Appears in Collections:DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Mestrado Profissional (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TCC_Adaptabilidade e estabilidade de híbridos de milho em ensaios avançados.pdf852.7 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback