Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAE - Departamento de Administração e Economia >
DAE - Programa de Pós-graduação >
DAE - Administração - Doutorado (Teses) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12107

Title: Lógicas institucionais e estratégia como prática: uma abordagem construtivista
Other Titles: Institutional logics and strategy as practice: a constructivist approach
???metadata.dc.creator???: Viana, Marcelo Ferreira
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Brito, Mozar José de
???metadata.dc.contributor.referee1???: Antonialli, Luiz Marcelo
???metadata.dc.contributor.referee2???: Bermejo, Paulo Henrique de Souza
???metadata.dc.contributor.referee3???: Lima, Juvêncio Braga de
???metadata.dc.contributor.referee4???: Morais, César Augusto Tureta de
Keywords: Lógica institucional
Prática social - Estratégias
Institutional Logics
Social Practice - Strategies
???metadata.dc.date.submitted???: 27-Jun-2016
Issue Date: 20-Dec-2016
Citation: VIANA, M. F. Lógicas institucionais e estratégia como prática: uma abordagem construtivista. 2016. 281 p. Tese (Doutorado em Administração)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
???metadata.dc.description.resumo???: Nesta tese, objetivou-se apreender o processo de construção de estratégias como prática, enfatizando as implicações do hibridismo de lógicas sobre as práticas organizacionais em uma Instituição de Ensino Superior (IES). Especificamente, buscou-se: i. Descrever a trajetória da IES estudada, particularizando as lógicas institucionais que marcaram a sua inserção no contexto sócio educacional. ii. Investigar o processo de construção das estratégias, evidenciando as práticas institucionalizadas na IES em resposta ao hibridismo de lógicas institucionais. iii. Analisar o processo de participação de diferentes atores na construção das estratégias como práticas, destacando as suas interpretações em torno do hibridismo de lógicas institucionais. Para tanto, o arcabouço teórico foi construído com base na compreensão da estratégia sob a Teoria Institucional, da perspectiva da Estratégia como Prática Social e do arranjo híbrido de Lógicas Institucionais e do diálogo entre essas visões. Mediante o método de estudo de caso, analisaram-se os dados colhidos em documentos, entrevistas, observações participantes, conteúdos do site e arquivos gravados. Por meio da investigação empírica, foi possível compreender, a partir de uma perspectiva prática mais integrada, que é importante examinar as diferentes práticas, no contexto em questão, atentando-se para quem as desenvolve e como, realmente, são promulgadas no âmbito da instituição de escolha. Ao ser realizado o resgate histórico da instituição, percebeu-se que diversas práticas institucionais são, fortemente, influenciadas por lógicas de Estado. Dessa forma, certos atores institucionais são responsáveis em promover a participação dialógica e argumentação deliberativa junto a outros colaboradores que, dessa forma, irão dar continuidade à promulgação de práticas inseridas em seus respectivos lócus de atuação. Os agentes, ao desenvolverem suas ações, recorrem-se a diversas outras lógicas, fazendo valer de lógicas institucionais de família, de religião, de mercado, de profissões, de corporações, jurídico-institucional, o que torna, extremamente, complexo o processo de promulgação de novas práticas. As principais percepções, acerca das diferentes práticas, sejam elas de estruturação, de adaptação, administrativas, de reflexão, de diversificação e expansão, de regulamentação, de reorganização, de planejamento e gestão, dentre outras, associadas a estratégias resultantes da adaptação institucional, de demandas sócio-educativas e de sustentação financeira indicam que um conjunto de práticas possui singularidades e divergências quando expostas ao arranjo híbrido de lógicas institucionais. Neste caso, é defendido, nesta tese, que as estratégias como prática têm provocado uma série de efeitos e transformações sociais, ao longo da história da organização e isto só foi possível ser identificado, pela compreensão da práxis decisória sob a influência do arranjo híbrido das lógicas institucionais.
Abstract: In this dissertation, we aimed at apprehend the strategy construction process as practice, emphasizing the implication of logic hybridism over organizational practices in a Higher Education Institution (HEI). More specifically, we sought to: i- Describe the trajectory of the studied HEI, individualizing the institutional logics that mark its insertion into the socio-educational context; ii- Investigate the strategy construction process, demonstrating the practices institutionalized by the HEIs in response to the hybridism of institutional logics; iii- Analyze the participation process of different actors in the construction of strategies as practices, highlighting its interpretations surrounding the hybridism of institutional logics. For this, the theoretical framework was constructed based on the understanding of strategy for the Institutional Theory, from the perspective of Strategy as Social Practice and from the hybrid arrangement of Institutional Logics, as well as the dialog between these views. Using a case study methodology, the data collected from documents, interviews, participant observations, website contents and recorded archives were analyzed. By means of an empirical investigation, it was possible to understand, from the perspective of a more integrated practice, that it is important to examine the different practices within the context in question, giving attention to how is responsible for its development and how they are ratified within the chosen institution. While recovering the history of the institution, we perceived that many institutional practices are strongly influenced by State logics. Thus, certain institutional actors are responsible for promoting the dialog participation and deliberative argumentation along with other collaborators that will, therefore, give continuity to ratifying the practices inserted into their respective actin locus. While acting, the agents resort to many other logics, asserting the institutional logics of family, religion, market, professions, corporations, legal -institutional, which makes the process of ratifying new practices extremely complex. The main perceptions regarding the different practices, be them structural, adaptation, administrative, reflection, diversification and expansion, regulation, reorganization, planning and management, among others, associated to strategies resultant of institutional adaptation, socio-educational demands and financial support, indicate that a set of practices present singularities and differences when exposed to the hybrid arrangement of institutional logics. In this case, we defend that strategies as practices have caused a series of social effects and transformations over the history of the organization and, it was only possible to identify this, by means of understanding the operative practice under the influence of the hybrid arrangement of institutional logics.
Description: Arquivo retido a pedido do autor até novembro de 2017.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12107
Publisher: Universidade Federal de Lavras
???metadata.dc.language???: por
Appears in Collections:DAE - Administração - Doutorado (Teses)

Files in This Item:

There are no files associated with this item.

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback