Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12120

Title: Caracterização morfológica e fisiológica das sementes de paricarana (Bowdichia virgilioides Kunth.) e açaí (Euterpe oleracea Mart.)
Other Titles: Morfological and physiological characterization of paricarana (Bowdichia virgilioides Kunth.) and açaí (Euterpe oleracea Mart.) seeds
???metadata.dc.creator???: Lima, Juliana Maria Espíndola
???metadata.dc.creator.Lattes???: http://lattes.cnpq.br/6143009013191022
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Oliveira, João Almir
???metadata.dc.contributor.advisor-co1???: Carvalho, Maria Laene Moreira de
???metadata.dc.contributor.advisor-co2???: Smiderle, Oscar José
???metadata.dc.contributor.referee1???: Oliveira, Maria Laene Moreira de
???metadata.dc.contributor.referee2???: Queiroz, Leidiane Aparecida Ferreira
???metadata.dc.contributor.referee3???: Contado, José Luiz
???metadata.dc.contributor.referee4???: Castro, Evaristo Mauro de
Keywords: Germinação
Açaí – Sementes – Propagação
Paricarana – Sementes – Propagação
Sementes – Armazenamento
Sementes – Fisiologia
Germination
Açaí – Seeds – Propagation
Paricarana – Seeds – Propagation
Seeds – Storage
Seeds – Physiology
Bowdichia virgilioides
Euterpe oleracea
???metadata.dc.date.submitted???: 18-Aug-2016
Issue Date: 23-Dec-2016
???metadata.dc.description.sponsorship???: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Citation: LIMA, J. M. E. Caracterização morfológica e fisiológica das sementes de paricarana (Bowdichia virgilioides Kunth.) e açaí (Euterpe oleracea Mart.). 2016. 168 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Fitotecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
???metadata.dc.description.resumo???: A pesquisa com espécies florestais tem aumentado nos últimos anos pelos benefícios que cada espécie pode trazer para o uso humano, porém a propagação por meio de sementes dessas espécies é um desafio por apresentar uma série de fatores, como dormência e secagem de sementes recalcitrantes, que podem afetar a germinação e o armazenamento. Com isso, objetivou-se neste trabalho a avaliação da qualidade física, fisiológica e isoenzimática de sementes de paricarana e açaí com o intuito de identificar a melhor qualidade de sementes para propagação e armazenamento. Na espécie paricarana obtiveram-se sementes de 12 matrizes classificadas em cores laranja e vermelho para determinação de sua qualidade por meio de análise de imagens e verificação da eficiência do tratamento de superação de dormência pela imersão das sementes em água a 100°C por 10 segundos mais 5 minutos de imersão em hipoclorito a 2%. Com os resultados obtidos, constatou-se que as técnicas utilizadas para caracterização física e fisiológica das sementes de cor laranja e vermelho das 12 matrizes de paricarana são eficientes. As sementes de paricarana de cor laranja apresentam melhor qualidade física e fisiológica. O tratamento com água a 100°C por 10 segundos mais 5 minutos de imersão em hipoclorito a 2% é eficiente na superação de dormência e e desinfestação das sementes das 12 matrizes de paricarana. Nas sementes de açaí realizaram-se três experimentos sendo eles, 1°- avaliação do ambiente de armazenagem (natural e câmara fria) x armazenamento (zero, 60, 120 e 180 dias) x teor de água (35, 30 e 20%); 2°-tamanho de sementes (grande e pequena) x armazenamento (zero, 60, 120 e 180 dias) x teor de água (35, 30 e 20%); e 3°- fungicida (com e sem) x armazenamento (zero, 60, 120 e 180 dias) x teor de água (35, 30, 20%). A qualidade foi determinada pelos testes físicos, fisiológicos e isoenzimas das sementes. Nos resultados obtidos, verificou-se que as sementes de açaí com 35% e 30% de umidade têm melhor qualidade fisiológica. O melhor ambiente de armazenamento é o natural. As sementes grandes de açaí com 35 e 30% de teor de água têm melhor qualidade fisiológica e vigor. A secagem das sementes de açaí para 20% de teor de água reduz drasticamente a qualidade fisiológica das sementes para os dois tamanhos de sementes. As sementes de açaí com 35% e 30% de teor de água tratadas com fungicida têm melhor qualidade fisiológica. O tratamento fungicida é eficiente em todo o período do armazenamento para as sementes de açaí com 30% e 20% de teor de água, e para as sementes com 35% de teor de água somente até 60 dias. O armazenamento por 180 dias não mantém a qualidade fisiológica das sementes de açaí.
Abstract: Researches with forest species has increased in recent years due to the benefits each species brings for human use. However, the propagation of these species by seed is a challenge due to a series of factors such as dormancy and drying of recalcitrant seeds, which can affect germination and storage. With this, the objective of this work was to evaluate the physical, physiological and isoenzymatic quality of paricarana and açaí seeds, with the intent of identifying the best seed quality for propagation and storage. For the paricarana species, we obtained seeds from 12 matrices, classified in colors orange and red for determining its quality by means of image analysis and verification of the efficiency of the treatment for overcoming dormancy by immersing the seeds in water at 100 o C for 10 seconds, plus 5 minutes of immersion in hypochlorite at 2%. With the results, we verified that the techniques used for physical and physiological characterization of orange and yellow seeds of the 12 paricarana matrices are efficient. The orange paricarana seeds present better physical and physiological quality. The treatment with water at 100 o C for 10 seconds plus 5 minutes of immersion in hypochlorite at 2% is efficient in overcoming dormancy and disinfecting the seeds of the 12 paricarana matrices. For the açaí seeds, three experiments were conducted: 1 st - evaluation of the storage environment (natural and cold chamber) x storage (zero, 60, 120, and 180 days) x water content (35, 30 and 20%); 2 nd - seed size (large and small) x storage (zero, 60, 120 and 180 days) water content (35, 30 and 20%); and fungicide (with and without) x storage (zero, 60, 120 and 180 days) x water content (35, 30 and 20%). Seed quality was determined by the physical, physiological and isoenzyme tests. With the results obtained, we verified that the açaí seeds with 35% and 30% of moisture have better physiological quality. The best storage environment is the natural. The large açaí seeds with 35% and 30% have better physiological quality and vigor. The drying of the açaí seeds to 20% of water content drastically reduces the physiological quality of the seeds of both sizes. Açaí seeds with 35% and 30% of water content, treated with fungicide have better physiological quality. The fungicide treatment is efficient for the entire storage period for açaí seeds with 30% and 20% of water content, and for seeds with 35% of water content, only up to 60 days. Storage for 180 days does not maintain the physiological quality of açaí seeds.
Description: Arquivo retido, a pedido da autora, até outubro de 2017.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12120
Publisher: Universidade Federal de Lavras
???metadata.dc.language???: por
Appears in Collections:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)

Files in This Item:

There are no files associated with this item.

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback