Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12128

Título: Influência da idade da muda no transplante sobre o comportamento de três cultivares de arroz (Oryza sativa L.)
Autor(es): Alvarenga, Marco Antônio Rezende
Lattes: http://lattes.cnpq.br/5483940396869208
Orientador: Brandão, Sylvio Starling
Orientador: Oliveira, Laede Maffia de
Membro da banca: Brandão, Sylvio Starling
Membro da banca: Oliveira, Laede Maffia de
Membro da banca: Cardoso, Antônio Américo
Membro da banca: Galvão, José Domingos
Membro da banca: Reis, Múcio Silva
Assunto: Arroz
Transplante de mudas
Data de Defesa: 1976
Data de publicação: 2017
Referência: ALVARENGA, M. A. R. Influência da idade da muda no transplante sobre o comportamento de três cultivares de arroz (Oryza sativa L.). 1976. 49 p. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia)- Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG, 1976.
Resumo: Foi realizado na Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, no ano agrícola 1975/76, um ensaio, visando a estudar o comportamento de três cultivares de arroz, diferindo principalmente em ciclo vegetativo, porte e capacidade de perfilhomento, em diferentes idades da muda no transplan te. Utilizou-se o esquema de parcelas subdivididas, com épocas de transplante nos parcelas e cultivares nas subparcelas, no delineamento em blocos casualizados, com quatro repetições. Os cultivares estudados foram IR665-4-1, IAC-435 c De Abril. Cada cultivar foi transplantado aos 30, 45, 60, 75 e 90 dias após a semeadura (DaS). Realizou-se tombem a semeadura direta. 0 viveiro foi instalado próximo ao campo experimental,nu ma taxa de semeadura de 750 kg/ha, e fez-se uma adubação de sulfato de amônio na base de 50 kg de N/ha na semeadura e 50 kg de N/ha aos 21 DA3. O transplante foi feito com terreno sob uma lamina d1 água de 3 a 5om, o qual havia 3ido previamente adubado com sulfato de amônio, superfosfato simples e cloreto de potássio, na razão de 10 kg de N/ha. 50 kg de P 0 / 2 5 ha e_30 kg de K O/ha. Fez-se, por ocasião da diferenciação floral, uma adubaçao em cobertura, com sulfato do amônio, na razão de 20 kg de N/ha. Em todos os cultivares estudados a permanência das mudas no vivei ro por mais de 60 dias causou um decréscimo na produção de grãos. 0 decréscimo na produção de grãos ocorrido com o retardamento no transplante foi devido principalmente a uma redução no número de grãos oheios por panícula, nos cultivares HE665-4-1 e IAC-435, e a uma redução no número de grãos cheios por panícula e no peso de 1.000 grãos, no cultivar De Abril. A produção de grãos não diferiu entre os tratamentos com semeadura direta c transplante realizado até 60 DAS nos cultivares IAC-435 e De Abril3 entretanto, o cultivar IR665-4-1 apresentou maior produção quando transplantado aos 45 DAS om relação à semeadura direta. 0 cultivar IR665-4-1 mostrou maior capacidade de perfilhamento e, quando transplantado aos 45 DAS, alcançou maior porcentagem de perfilhos férteis. Nos demais cultivares, as diferentes idades da muda no transplan te não influenciaram a fertilidade de perfilhos. 0 número de grãos cheios e de espiguetas por panícula floresceu, nos cultivares estudados, à medida que se retardou o transplante. A esterilidade de espiguetas não diferiu nos tratamentos com transplante entre 45 e 75 DAS, aumentando bruscamente no transplante aos 90 DAS. A relação grão/palha foi influenciada pelas épocas de transplante e apresentou um decréscimo cm todos os cultivares estudados, quando se prolongou a permanência da muda no viveiro por mais de 60 dias. O culti var IR665-4-1 apresentou maior relação grão/palha que o cultivar IAC-435 o o cultivar De Abril não diferiu dos dois primeiros. Todos os cultivares estudados apresentaram maior ciclo vegetativo com o aumento do período de permanência da muda no viveiros os maiores a cresçamos ocorreram no cultivar IR665-4-1- 0 cultivar De Abril foi o mo nos influenciado. O transplante realizado além de 45 DAS provocou redução na altura da planta nos três cultivares. O rendimento total no boneficiamento não foi influenciado pelos é poças de transplante. Os maiores rendimentos foram alcançados pelo :cultivar IAC-435 c os menores pelo cultivar IR665-4-1. O cultivar IAC-435 apresentou maior rendimento de grãos inteiros em todas os épocas de transplante. 0 menor rendimento de inteiros foi ob tido pelo cultivar IR665-4-1, não diferindo apenas no cultivar De Abril, quando transplantado aos 90 DAS. Nos cultivares IaC-435 e De Abril os maiores rendimentos de grãos inteiros foram verificados quando se realizou o transplante até 45 DaS. Desta forma, associando a produção de grãos ao rendimento de inteiros, o transplante não deve ser retardado além de 45 DaS para os cultivares IAC-435 e De Abril e além de 60 DaS para o cultivar IR665-4-1.
Abstract: Não possui abstract.
Informações adicionais: Esta dissertação/tese está disponível online com base na Resolução CEPE nº 090, de 24 de março de 2015, disponível em http://www.biblioteca.ufla.br/wordpress/wp-content/uploads/res090-2015.pdf, que dispõe sobre a disponibilização da coleção retrospectiva de teses e dissertações online no Repositório Institucional da UFLA, sem autorização prévia dos autores. Parágrafo Único. Caberá ao autor ou orientador a solicitação de restrição quanto à divulgação de teses e dissertações com pedidos de patente ou qualquer embargo similar. Art. 5º A obra depositada no RIUFLA que tenha direitos autorais externos à Universidade Federal de Lavras poderá ser removida mediante solicitação por escrito, exclusivamente do autor, encaminhada à Comissão Técnica da Biblioteca Universitária./ Arquivo gerado por meio da digitalização de material impresso. Alguns caracteres podem ter sido reconhecidos erroneamente.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12128
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Influência da idade da muda no transplante - Páginas preliminares.pdPáginas preliminares2,81 MBAdobe PDFVer/abrir
DISSERTALÇAI_Influência da idade da muda no transplante - Introdução e demais partes.pdfIntrodução e demais partes13,94 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback