Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DFP - Departamento de Fitopatologia >
DFP - Programa de Pós-graduação >
DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12188

Título: Espécies de Fusarium associadas a Pokkah boeng da cana-de-açúcar no Brasil
Título Alternativo: Diversity of Fusarium species associated with sugar cane in Brazil
Autor(es): Costa, Marileide Moreira
Lattes: http://lattes.cnpq.br/1500843941736186
Orientador: Pfenning, Ludwig Heinrich
Membro da banca: Souza, Jorge Teodoro de
Membro da banca: Cardoso, Patrícia Gomes
Membro da banca: Costa, Sarah da Silva
Assunto: Cana-de-açúcar – Doenças e pragas
Fungos fitopatogênicos – Linhagem
Sugarcane – Diseases and pests
Phytopathogenic fungi – Line
Fusarium fujikuroi
Saccharum officinarum
Data de Defesa: 24-Ago-2016
Data de publicação: 24-Jan-2017
Agência de Fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: COSTA, M. M. Espécies de Fusarium associadas a Pokkah boeng da cana-de-açúcar no Brasil. 2016. 71 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitopatologia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
Resumo: O Brasil é o maior produtor mundial de cana-de-açúcar (Saccharum officinarum), tendo a cultura grande expressão econômica e social. Entre as doenças fúngicas, que podem trazer prejuízos no setor canavieiro tem-se a Pokkah boeng, causada por espécies do complexo Fusarium fujikuroi (FFSC). Os sintomas são a deformação na parte aérea e podridão do colmo. Apesar dos sintomas da Pokkah boeng serem eventualmente observados em plantações de cana no Brasil, existem apenas registros não oficiais da doença. Os objetivos do presente trabalho foram (i.) averiguar a diversidade de espécies do FFSC associadas a Pokkah boeng em cana-de-açúcar no Brasil, usando filogenia molecular, cruzamentos em laboratório e avaliação da morfologia (ii.) testar a patogenicidade em plantas de cana-de-açúcar, sorgo, milho e milheto e (iii.) avaliar o potencial da espécie F. sacchari em produzir fumonisinas B1, B2 e moniliformina in vitro. Por meio de análise filogenética dos genes fator de elongação 1-e segunda maior subunidade da RNA polimerase II, compatibilidade sexual e caracterização morfológica, os 39 isolados obtidos de plantas com sintomas de Pokkah boeng foram identificados como F. sacchari, F.proliferatum e uma nova linhagem filogenética Fusarium sp. Cruzamentos de isolados obtidos do campo com os respectivos testadores resultaram na formação de peritécios férteis das espécies F. sacchari e F. proliferatum, confirmando a identidade das espécies. Nos cruzamentos entre os 10 isolados de Fusarium sp. houve produção de peritécios férteis, indicando a ocorrência de nova espécie biológica no FFSC. Isolados de Fusarium sp., quando cruzados com testadores das outras espécies do FFSC, a formação de peritécios não foi observada, evidenciando a presença de barreira reprodutiva. As três espécies identificadas induziram sintomas de Pokkah boeng quando inoculadas em plantas de cana-de açúcare causaram podridão de colmo em plantas de milho, sorgo e milheto. É reforçada a hipótese que não existe especificidade em relação ao hospedeiro, apenas afinidade. Entre os isolados de F. sacchari avaliados foi observada a produção de traços de moniliformina e alta concentração de fumonisina B1. A linhagem Fusarium sp. será formalmente descrita e elevada ao nível de espécie, pois representa uma nova espécie filogenética e biológica no FFSC. Os resultados obtidos esclarecem a etiologia da Pokkah boeng no Brasil e subsidiam programas de seleção e de melhoramento de germoplasma vegetal visando resistência à doença, além de gerar a base de conhecimento necessário para o desenvolvimento de ferramentas moleculares para o monitoramento e diagnose da doença.
Abstract: Brazil is the world’s biggest producer of sugar cane (Saccharum officinarum). Among the diseases caused by fungi is cited pokkah-boeng, caused by speciesbelonging to the Fusarium fujikuroi species complex (FFSC). The most typicalsymptoms of the disease are a morphological deformation of the aerial part of the plant and stem rot. While the occurrence of symptoms is eventually reported in plantations in Brazil, no official reports of the disease exist. In this study we investigated (i.) what species of the FFSC occur in association with sugar-cane plants with symptoms of pokkah-boeng in Brazil, using a two gene molecular phylogeny, sexual compatibility and analysis of morphological markers; (ii.) if the species cause disease in plants of sugar-cane, maize, sorghum and millet; (iii.) the potential of Fusarium sacchari in producing the toxins fumonisin B1, B2 and moniliformin in vitro. According to the phylogenetic analysis of the gene regions elongation factor 1-and RPB2, sexual compatibility and morphological markers, the 39 isolates studied were identified as F. sacchari, F.proliferatum and another still unknown phylogenetic lineage, sister of Fusarium andiyazi. Crossing isolates of F. sacchari and F. proliferatum from the field with available tester strains produced fertile perithecia and viable ascospores. Crossings between 10 isolates of the unknown lineage also produced fertile perithecia and viable ascospores. When crossed with tester strains of other known mating populations of the FFSC, no perithecia were observed, giving evidence that this new lineage represents also a new biological species within the FFSC. All three species induced symptoms of pokkah-boeng when inoculated in sugar-cane plants and caused stem rot in maize, sorghum and millet. Probably, there is no specificity of those species with regard to host plants, only affinity. Among isolates of F. sacchari the production of elevated levels of fumonisin B1 and traces of moniliformin was observed. The findings confirm the etiology of pokkah-boeng in Brazil and will give support to breeding programs aiming the selection of resistant germplasm. The results also generated basic knowledge for the development of strategies for diagnosis and monitoring of the disease. The new species will be described, based on the application of the phylogenetic and biological species concept.
Informações adicionais: Arquivo retido, a pedido da autora, até dezembro de 2017.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12188
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback