Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DFP - Departamento de Fitopatologia >
DFP - Programa de Pós-graduação >
DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12202

Título: Translocação e metabolismo do inseticida vamidothion em plantas de trigo (Triticum aestivum L.) e feijão (Phaseolus vulgaris L.)
Autor(es): Oliveira, Paulo César
Orientador: Rigitano, Renê Luiz de Oliveira
Membro da banca: Salgado, Luiz Onofre
Membro da banca: Menezes, Eurípedes Barsanulfo
Membro da banca: Souza, Júlio César
Assunto: Inseticida Vamidothion
Trigo
Wheat
Feijão
Beans
Data de Defesa: 1991
Data de publicação: 2017
Referência: OLIVEIRA, P. C. de. Translocação e metabolismo do inseticida vamidothion em plantas de trigo (Triticum aestivum L.) e feijão (Phaseolus vulgaris L.). 1991. 80 p. Dissertação (Mestrado em Fitossanidade)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 1991.
Resumo: Com o presente trabalho objetivou-se investigar a translocaçao e metabolismo do inseticida vamidothion em plantas de trigo e feijoeiro após a aplicação do composto nas folhas. Os experimentos foram conduzidos em casa-de-vegetação utilizando-se plantas com 4 semanas de idade. Com auxílio de uma microseringa, uma solução em água a 1% do produto KILVAL 300 CE (300 g de vamidothion/1) foi aplicada na forma de pequenas gotas, sobre a superfície de uma das folhas, desenvolvidas. No caso de plantas de feijoeiro, foi também utilizada a técnica de injeção de uma solução do composto no pecíolo. Aos 4, 8 e 12 dias após a aplicação, as quantidades de vamidothion na folha tratacia, nas folhas não tratadas, no caule (ou colmo) e raízes foram determina das separadamente. Vamidothion e seus produtos de oxidação ati vos (sulfóxido e sulfona de vamidothion) foram determinados por crcmatografia de camada delgada em sílica gel, seguida de cromato grafia gás-líquido, utilizando-se detector de captura de elétrons. Constatou-se uma eficiente absorção de vamidothion pelas folhas, com apenas 3 e 16% da quantidade aplicada do composto sendo removidos da superfície das folhas de trigo e feijoeiro, respectivamente, através da lavagem com acetona, aos 4 dias ..após a aplicação. 0 vamidothion foi extensivamente oxidado a sulfóxi do de vamidothion no interior das plantas de feijoeiro, com as quantidades do metabólito sulfona permanecendo muito baixas ao longo do experimento. A degradação do vamidothion a compostos inativos no interior das plantas foi moderadamente rápida, com va lores de meia-vida de degradação de 6,5 e 10 dias, respectivamen te para trigo e feijoeiro. A aplicação de vamidothion em plantas de feijoeiro , via injeção no pecíolo, resultou em rápido transporte do composto para o limbo foliar. Um exame da distribuição de vamidothion e seus metabolitos ativos no limbo foliar revelou uma tendência dos compostos de se acumularem no bordo dos folíolos. Em plantas de tri go, o vamidothion e seus produtos de oxidação foram predominante mente transportados, via xilema, para o ápice das folhas tratadas. Observou-se o transporte de quantidades relativa mente pequenas do inseticida vamidothion e/ou seus produtos de oxidação da folha tratada para outras partes das plantas de trigo e feijoeiro, principalmente para folhas não tratadas e caule (ou colmo). A quantidade dos compostos nessas partes, em relação à quantidade remanescente na planta toda, aumentou com o transcor rer do tempo, chegando a 13% em trigo e 12% em feijoeiro, aos 12 dias após a aplicação. As quantidades dos compostos nas raízes foram muito baixas (menos que 1% da quantidade remanescente)„ in dicando que, embora esses compostos sejam transportados da folha tratada para outras partes das plantas através do floèma, eles não são retidos nas partes inferiores das plantas, retornando para as folhas através dos vasos do xilema.
Abstract: This work examines the metabolism and translocation of the insecticide vamidothion in wheat and common bean plants after foliar application of the chemical. The experiments were carried out using 4-week-old plants growing in a glasshouse. A solution of vamidothion in water was either injected into the petiole of a bean leaf or applied on the surface of a wheat or bean leaf, with a commercial formulation (KILVAL 300 EC) being used for surface application. At 4, 8 and 12 days after application, the amounts of vamidothion and its active metabolites sulphoxide and sulphone were measured in the treated leaf, non-treated leaves, stem and roots. The compounds were determined by gas-liquid chromatography with electron capture detector, after thin layer chromatography of plant extracts. Vamidothion was efficiently taken up by the leaves, with only 3 and 16% of the applied amount being removed by aceto ne washing, from wheat and bean leaves respectively, after 4 days since application. Vamidothion was extensevely oxidized to vami dothion sulphoxide in the plants, with the amounts of the sulphone remaining very low throughout the experiment. The degradation of vamidothion in the plants was moderately rapid, with half-life values of 6,5 and 10 days, respectively in wheat and bean plants. Vamidothion and/or its oxidation products were readily transported to the leaflet blade after injection of the Chemi cal into the petiole of a bean leaf. The compounds tended to accumulate in the margin of bean leaflets and were found predominantly in the apex of treated wheat leaves. Relatively small amounts of the compounds were found in non-treated parts of the plants, mainly in non-treated leaves and stem. The amounts found in non-treated parts of the plants increased with time (on the basis of the remaining amount in the whole plant), reaching 13% in wheat and 12% in bean plants, after 12 days since application. The amounts found in the root system were very low (less than 1% of the amount remaining in the whole plants), indicating that, although the compounds were transported from the treated leaf to other parts of the plant through the phloem, they were not retained in the lower parts of the plants and were transported subsequently to the leaves through the xylem.
Informações adicionais: Esta dissertação/tese está disponível online com base na Resolução CEPE nº 090, de 24 de março de 2015, disponível em http://www.biblioteca.ufla.br/wordpress/wp-content/uploads/res090-2015.pdf, que dispõe sobre a disponibilização da coleção retrospectiva de teses e dissertações online no Repositório Institucional da UFLA, sem autorização prévia dos autores. Parágrafo Único. Caberá ao autor ou orientador a solicitação de restrição quanto à divulgação de teses e dissertações com pedidos de patente ou qualquer embargo similar. Art. 5º A obra depositada no RIUFLA que tenha direitos autorais externos à Universidade Federal de Lavras poderá ser removida mediante solicitação por escrito, exclusivamente do autor, encaminhada à Comissão Técnica da Biblioteca Universitária./ Arquivo gerado por meio da digitalização de material impresso. Alguns caracteres podem ter sido reconhecidos erroneamente.
Esta dissertação/tese está disponível online com base na Resolução CEPE nº 090, de 24 de março de 2015, disponível em http://www.biblioteca.ufla.br/wordpress/wp-content/uploads/res090-2015.pdf, que dispõe sobre a disponibilização da coleção retrospectiva de teses e dissertações online no Repositório Institucional da UFLA, sem autorização prévia dos autores. Parágrafo Único. Caberá ao autor ou orientador a solicitação de restrição quanto à divulgação de teses e dissertações com pedidos de patente ou qualquer embargo similar. Art. 5º A obra depositada no RIUFLA que tenha direitos autorais externos à Universidade Federal de Lavras poderá ser removida mediante solicitação por escrito, exclusivamente do autor, encaminhada à Comissão Técnica da Biblioteca Universitária./ Arquivo gerado por meio da digitalização de material impresso. Alguns caracteres podem ter sido reconhecidos erroneamente.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12202
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Translocação e metabolismo do....pdf4,44 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback