Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12251
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorSantos, Terezinha Monteiro dos-
dc.date.accessioned2017-02-06T19:17:38Z-
dc.date.available2017-02-06T19:17:38Z-
dc.date.issued2017-02-06-
dc.date.submitted2001-02-21-
dc.identifier.citationSANTOS, T. M. dos. Influencia de genotipos de algodoeiro sobre Alabama argillacea (Hubner, 1818) (Lep. Noctuidae) e seu predador Podisus nigrispinus (Dallas, 1851) (Hem.: Pentatomidae) . 2001. 111 p. Tese (Doutorado em Agronomia)-Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal, 2001.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12251-
dc.descriptionEsta dissertação/tese está disponível online com base na Resolução CEPE nº 090, de 24 de março de 2015, disponível em http://www.biblioteca.ufla.br/wordpress/wp-content/uploads/res090-2015.pdf, que dispõe sobre a disponibilização da coleção retrospectiva de teses e dissertações online no Repositório Institucional da UFLA, sem autorização prévia dos autores. Parágrafo Único. Caberá ao autor ou orientador a solicitação de restrição quanto à divulgação de teses e dissertações com pedidos de patente ou qualquer embargo similar. Art. 5º A obra depositada no RIUFLA que tenha direitos autorais externos à Universidade Federal de Lavras poderá ser removida mediante solicitação por escrito, exclusivamente do autor, encaminhada à Comissão Técnica da Biblioteca Universitária./ Arquivo gerado por meio da digitalização de material impresso. Alguns caracteres podem ter sido reconhecidos erroneamente.-
dc.description.abstractThe influence of cotton genotypes (Gossypium hirsutum L.) to Alabama argillacea (Rübner, 1818) and its predator Podisus nigrispinus (DaLlas, 1851) was evaluated. It was observed some biological aspects ofA. argillacea fed on eleven cotton genotypes leaves and it was also studied the biology of predator fed on Aargillacea reared on leaves of the genotypes CNPA Precoce 1, CNPA 9211-41, CNPA 9211-31 and GL2 GL3. Free choice and no choice tests were accomplished in greenhouse to evaluate the ovipositional response of A. argillacea and P. nigrispinus to four cotton genotypes at 60 days ofage. In greenhouse, it was also studied the influence ofthese genotypes on the daily consumption of A. argillacea larvae by P. nigrispinus females. During the development of A. argillacea larvae it was verified that CNPA Precoce 1, CNPA Precoce 2 e CNPA 9211-18 genotypes showed feeding nonpreference and/or antibiosis, while genotypes GL2 GL3 and CNPA 9211-29 were considered susceptible to that pest. Adult females ofA. argillacea, originated from larvae fed on CNPA Precoce 1, showed the shortest oviposition period and the lowest number ofeggs. The survival rate during the nymphal phase ofP. nigrispinus ranged from 85.00 to 100.00% when fed on A argillacea larvae reared on cotton genotypes leaves. The minimum number ofeggs laid by P. nigrispinus was 296.33 and the maximum 611.67 eggs, when fed on A. argillacea larvae reared on GL2 GL3 and CNPA Precoce 1 genotypes, respectively. During the nymphal phase of P. nigrispinus the highest average consumption ofA. argillacea larvae was observed when nymphs were fed on A. argillacea larvae reared on CNPA 9211-41 and CNPA 9211-31 genotypes. The oviposition ofA. argillacea and P. nigrispinus was not influenced by the genotypes studied, which also not affected the A. argillacea larvae predation by this predator.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Estadual Paulistapt_BR
dc.rightsacesso abertopt_BR
dc.subjectAlgodãopt_BR
dc.subjectCottonpt_BR
dc.subjectCuruquerêpt_BR
dc.subjectLagarta da couvept_BR
dc.subjectPredadorpt_BR
dc.subjectControle biológicopt_BR
dc.subjectBiological controlpt_BR
dc.titleInfluencia de genotipos de algodoeiro sobre Alabama argillacea (Hubner, 1818) (Lep. Noctuidae) e seu predador Podisus nigrispinus (Dallas, 1851) (Hem.: Pentatomidae)pt_BR
dc.typetesept_BR
dc.publisher.programNão se aplicapt_BR
dc.publisher.initialsUFLApt_BR
dc.publisher.countrybrasilpt_BR
dc.contributor.advisor1Boiça Júnior, Arlindo Leal-
dc.contributor.referee1Boiça Júnior, Arlindo Leal-
dc.contributor.referee2Vendramim, José Djair-
dc.contributor.referee3Carvalho, César Freire-
dc.contributor.referee4Lara, Fernando Mesquita-
dc.contributor.referee5Busoli, Antonio Carlos-
dc.description.resumoAvaliou-se a influência de genótipos de algodoeiro (Gossypium hirsutum Linnaeus raça latifolium Hutch.) sobre Alabama argiUacea (Hubner, 1818) e seu predador Podisus nigrispinus (Dallas, 1851). Determinaram-se alguns aspectos biológicos de A. argiUacea alimentadas com folhas de onze genótipos de algodoeiro e estudou-se também a biologia do predador alimentado com essa espécie de presa criada com folhas dos genótipos CNPA Precoce 1, CNPA 9211-41, CNPA 9211-31 e GL2 GL3. Foram realizados testes com e sem chance de escolha em casa de vegetação para avaliar a preferência de oviposição de A. argiUacea e P. nigrispinus, utilizando-se os quatro genótipos de algodoeiro aos 60 dias de idade. Em casa de vegetação, estudou-se a influência desses genótipos sobre o consumo diário de lagartas de A. argiUacea por fêmea de P. nigrispinus. Durante o desenvolvimento de A. argiUacea verificou-se que o genótipo CNPA Precoce 1, CNPA 9211-18 e CNPA Precoce 2 apresentaram resistência do tipo não-preferência para alimentação e/ou antibiose, enquanto os suscetíveis foram GL2 GL3 e CNPA 9211-29. As fêmeas de A. argiUacea originadas de lagartas alimentadas com folhas do genótipo CNPA Precoce 1 apresentaram menor período de oviposição e capacidade de postura. A sobrevivência durante a fase ninfal de P. nigrispinus variou de 85,00 a 100,00% quando alimentado com lagartas de A. argiUacea criadas nos genótipos de algodoeiro. O número mínimo de ovos colocados por P. nigrispinus foi de 296,33 e o máximo de 611,67 ovos, quando alimentados, respectivamente, com lagartas de A. argiUacea criadas nos genótipos GL2 GL3 e CNPA Precoce 1. Durante a fase ninfal de P. nigrispinus, o número médio de lagartas de A. argiUacea predadas foi maior quando as ninfas foram alimentadas com essas presas criadas com folhas dos genótipos CNPA 9211-41 e CNPA 9211-31. A oviposição de A. argiUacea e de P. nigrispinus não foi influenciada pelos genótipos estudados, os quais também não afetaram a predação de lagartas de A. argiUacea por esse inimigo natural.pt_BR
dc.publisher.departmentNão se aplicapt_BR
dc.subject.cnpqEntomologia Agrícolapt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/4055236389089062pt_BR
Appears in Collections:DEN - Entomologia - Doutorado (Teses)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.