Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DEX - Departamento de Ciências Exatas >
DEX - Programa de Pós-graduação >
DEX - Estatística e Experimentação Agropecuária - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12291

Título: Modelagem e espacialização do estoque de carbono em fragmentos nativos de minas gerais em função de fatores edafoclimáticos
Título Alternativo: Modeling and spatialization of the carbon stock in native fragments of Minas Gerais, Brazil, in function of edaphoclimatic factors
Autor(es): Altoé, Thiza Falqueto
Lattes: http://lattes.cnpq.br/3090764259883862
Orientador: Scolforo, José Roberto Soares
Membro da banca: Silva, Carlos Alberto
Membro da banca: Mello, Carlos Rogério de
Membro da banca: Silva, Edson José Vidal da
Membro da banca: Mello, José Márcio de
Assunto: Fitofisionomias
Mudanças climáticas
Solos
Serapilheira
Raízes
Phytophysiognomies
Climatic changes
Soils
Litter
Roots
Data de Defesa: 16-Set-2016
Data de publicação: 14-Fev-2017
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: ALTOÉ, T. F. Modelagem e espacialização do estoque de carbono em fragmentos nativos de minas gerais em função de fatores edafoclimáticos. 2017. 130 p. Tese (Doutorado em Engenharia Florestal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
Resumo: As florestas nativas desempenham um importante papel no armazenamento de carbono, em diferentes compartimentos e responde de forma diversa às características edafoclimáticas, porém, são informações pouco elucidadas para biomas e fitofisionomias de florestas tropicais. Nesse sentido, o objetivo do trabalho foi identificar os fatores que influenciam no estoque de carbono em diferentes compartimentos da vegetação: serapilheira, estrato arbóreo vivo e morto, no solo, em cinco profundidades diferentes até um metro, e nas raízes, nas mesmas profundidades e separadas por três espessuras, e quantificá-lo para as áreas de florestas nativas de Minas Gerais (MG). Foram utilizadas as informações edafoclimáticas e de estoque de carbono por compartimento de 351 pontos de coletas advindos do Inventário Florestal de MG. A análise das características edafoclimáticas em cada fitofisionomia foi realizada por meio da Análise de Componentes Principais (PCA) e as médias por fitofisionomia foram obtidas e tiveram testadas sua significância com a aplicação de modelagem mista com Dummy. A modelagem para identificação dos fatores edafoclimáticos que atuam nos estoques de carbono em cada compartimento e no total foi realizada através do método de seleção Least Absolute Shrinkage and Selection Operator. A espacialização do estoque de carbono para todo o estado foi feita por meio da krigagem com regressão. Observou que as fitofisionomias se agrupam por bioma em relação às variáveis edafoclimáticas. Foi possível quantificar os estoques de carbono por fitofisionomia e por compartimento, os quais foram bastante diversos. As variações das características edafoclimáticas provocam resultados distintos sobre o estoque de carbono nas fitofisionomias/biomas arbóreos avaliados. Por fim, o mapeamento do estoque de carbono total permitiu estimar e visualizar suas variações em todo o estado. Esse estoque representou 2,81 Pg de carbono. Isso ressalta a importância de MG, como “hotspot” para a preservação do estoque de carbono mundial. Demonstrando a necessidade de ampliar as questões referentes a conservação destas áreas que têm grande potencial de deixarem de ser drenos e se tornarem fontes de carbono. Para tal, é necessária a redução da antropização, seja por desmatamentos ou queimadas ou, ainda, pela ação das mudanças climáticas, por vezes pouco notada em pequena escala de tempo.
Abstract: Native forests have an important role in carbon storage in different compartments and responds differently to the edaphoclimatic characteristics. However, these information are little clarified for biomes and phytophysiognomies of tropical forests. In this sense, the objective of this work was to identify the factors that influence the carbon stock in different vegetation compartments: litter, live and dead arboreal, five different soil depths up to one meter, and roots, at the same depths as the soil and divided into three thicknesses, quantifying them for the native forest areas of Minas Gerais (MG), Brazil. The analysis of the edaphoclimatic characteristics in each phytophysiognomy was conducted by means of the Principal Component Analysis (PCA), and the means by phytophysiognomy were obtained, with its significance tested applying the mixed model with Dummy. The modeling to identify the edaphoclimatic factors that act on the carbon stocks of each compartment and in total was conducted by means of the Least Absolute Shrinkage and Selection Operator. Spatialization of the carbon stock in the entire State was done by kriging with regression. We verified that the phytophysiognomies were grouped by biome in relation to the edaphoclimatic variables. It was possible to quantify the carbon stocks by phytophysiognomy and by compartment, which were considerably diverse. The variations of the edaphoclimatic characteristics caused distinct results over the carbon stock of the evaluated phytophysiognomies/arboreal biomes. Finally, the mapping of the total carbon stock allowed the estimation and visualization of its variations throughout the State. This stock represented 2.81 Pg of carbon. This stresses the importance of MG as a hotspot for the preservation of global carbon sto ck, demonstrating the need to expand the issues concerning the conservation of these areas that present great potential in ceasing to be drains and becoming sources of carbon. For such, it is still necessary to reduce anthropization, be it by deforestations or burnings, or still by the action of climatic change, at times little noticed in a small scale of time.
Informações adicionais: Arquivo retido, a pedido da autora, até janeiro de 2018.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12291
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DEX - Estatística e Experimentação Agropecuária - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback