Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DMV - Departamento de Medicina Veterinária >
DMV - Programa de Pós-graduação >
DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1233

Title: Diagnóstico histopatológico, imuno-histoquímico e molecular das principais causas infecciosas de aborto em bovinos de Minas Gerais
???metadata.dc.creator???: Orlando, Débora Ribeiro
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Varaschin, Mary Suzan
???metadata.dc.contributor.referee1???: Ferreira, Enio
Bezerra Júnior, Pedro Soares
Raymundo, Djeison Lutier
???metadata.dc.description.concentration???: Ciências Veterinárias
Keywords: Feto
Protozoário
Vírus
Bactéria
Diagnóstico
Aborto bovino
Herpesvírus bovino
Neospora caninum
Brucella sp. Leptospira sp
Bovine abortion
Bovine Herpesvirus
Neospora caninum
???metadata.dc.date.submitted???: 25-Jul-2013
Issue Date: 2013
???metadata.dc.description.sponsorship???: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Citation: ORLANDO, D. R. Diagnóstico histopatológico, imuno-histoquímico e molecular das principais causas infecciosas de aborto em bovinos de Minas Gerais. 2013. 101 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
???metadata.dc.description.resumo???: A pecuária desempenha um papel importante na economia do Brasil, sendo que, as doenças que cursam com perdas reprodutivas, sempre resultaram em um custo substancial para o produtor. Assim, a perda de um animal decorrente de um aborto infeccioso é preocupante, pois não envolve somente a perda daquele animal, mas o acometimento da saúde da fêmea que estava gestante. Além disso, se tratando de um agente infeccioso, a possibilidade deste se disseminar no rebanho e, em alguns casos, de acometer a saúde do ser humano deve ser também considerada. Infelizmente, a etiologia do aborto, muitas vezes, permanece obscura, apesar dos extensivos esforços para se chegar a um diagnóstico. Nos rebanhos brasileiros, em função da diversidade de criação e muitas vezes, pela falta de informação de alguns produtores, pouco se conhece sobre a real frequência destes agentes causadores de abortos. Desta forma com este estudo tem-se por objetivo contribuir para o conhecimento dos principais agentes etiológicos envolvidos em abortos bovinos no Estado de Minas Gerais. Para isso, foi realizado um estudo retrospectivo de 10 anos dos casos de abortos recebidos pelo Setor de Patologia Veterinária da Universidade Federal de Lavras, juntamente com a realização de necropsias de fetos encaminhados para diagnóstico num período de dois anos e meio (2011-2013). Os abortos foram classificados em abortos por protozoário, por vírus ou de origem bacteriana conforme a lesão histopatológica predominante. Posteriormente, foram realizados estudos imuno-histoquímicos de 30 fetos e testes moleculares em 11 fetos. Os resultados encontrados foram divididos em dois trabalhos, o primeiro trabalho apresenta o Neospora caninum como o principal agente causador de aborto respondendo por 31,66% dos abortos bovinos. Quando excluídos fetos impróprios para o exame devido à autólise acentuada ou os sem lesões microscópicas, os abortos por N. caninum chegam a 63,3%. Este trabalho também apresenta o músculo cardíaco e esquelético como os locais de maior freqüência das lesões causadas pelo protozoário e apresenta a eficiência dos testes imuno-histoquímicos e moleculares para o sucesso do diagnóstico. Já no segundo artigo relata-se os agentes bacterianos e virais causadores de abortos em bovinos diagnosticados neste estudo. Dentre eles, encontram-se o Herpesvírus bovino, Brucella sp., Leptospira sp. e Staphylococcus sp.. Os resultados deste estudo destacam o N. caninum como um importante agente causador de aborto bovino no Sul de Minas Gerais, seguido pelos agentes bacterianos e virais. Além disso, reforça que a técnica de diagnóstico molecular foi mais sensível em comparação à imuno-histoquímica na realização do diagnóstico.
Cattle breeding plays an important role in Brazil's economy, and the diseases associated with reproductive failure always resulted in a substantial cost to the producer. Thus, the loss of an animal due to an infectious abortion is worrisome because it involves not only the loss of that animal, but the health of the pregnant female. Furthermore, when dealing with an infectious agent, the possibility of it spreading in the herd and, in some cases, affecting the health of the human being, should also be considered. Unfortunately, the etiology of abortion often remains unclear despite extensive efforts to reaching a diagnosis. In Brazilian herds, due to the diversity of the breeding, and often the lack of information of some producers, little is known about the real frequency of the abortions agents. Therefore, this study aims to contribute in the knowledge of the main etiological agents involved in bovine abortions in the state of Minas Gerais, Brazil. In order to do this, we performed a 10 year retrospective study of abortions received by the Veterinary Pathology Sector of the Universidade Federal de Lavras, along with performing necropsies of fetuses forwarded for diagnosis in a period of two and a half years (2011-2013). The abortions were classified as abortions by protozoan, by virus or of bacterial origin, according to the predominant microscopic lesions. Posteriorly, we performed immunohistochemical studies on 30 fetuses, and molecular studies on 11 fetuses. The results were divided into two papers. The first paper presents the Neospora caninum as the main abortion agent, responsible for 31.66% of the bovine abortions. When excluding the fetuses improper for the exam due to accentuated autolysis or those without microscopic lesions, the abortions caused by N. caninum reach 63.3%. This paper also presents the cardiac and skeletal muscles as the locations of largest lesion frequency caused by this protozoan, and presents the efficiency of the immunohistochemical and molecular tests in the success of the diagnosis. The second paper reports the bacterial and viral agents associated with bovine abortion diagnosed in this study. Among them we found the bovine herpes virus and the bacteria Brucella sp, Leptospira sp and Staphylococcus sp. The results of this study highlight the N. caninum as an important agent of bovine abortion in Southern Minas Gerais, followed by the bacterial and viral agents. Furthermore, it reinforces that the molecular diagnosis was more sensitive in comparison to the immunohistochemical diagnosis.
Description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias, área de concentração em Ciências Veterinárias, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1233
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO Diagnóstico histopatológico, imuno-histoquímico e molecular das principais causas infecciosas de aborto em bovinos de Minas Gerais.pdf2.5 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback