Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12401
Título : Determinação do volume de madeira em povoamento de eucalipto por escâner a laser aerotransportado
Título(s) alternativo(s): Determining timber volume of eucalyptus stands by airborne laser scanning
Autor: Oliveira, Luciano Teixeira de
Ferreira, Maria Zélia
Carvalho, Luis Marcelo Tavares de
Ferraz Filho, Antônio Carlos
Oliveira, Thomaz Chaves de Andrade
Silveira, Eduarda Martiniano de Oliveira
Acerbi Junior, Fausto Weimar
Palavras-chave: Eucalyptus
Inventário florestal
Modelos biométricos
Sensoriamento remoto
Forest inventory
Biometric models
Remote sensing
Publicador: Embrapa Informação Tecnológica
Data da publicação: Set-2014
Referência: OLIVEIRA, L. T. de. et al. Determinação do volume de madeira em povoamento de eucalipto por escâner a laser aerotransportado. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, DF, v. 49, n. 9, p. 692-699, set. 2014.
Resumo : O objetivo deste trabalho foi avaliar a possibilidade de se estimar o diâmetro à altura do peito (DAP) com os dados de altura e de número de árvores derivados do escâner a laser aerotransportado (LiDAR, “light detection and ranging”), e determinar o volume de madeira de talhão de Eucalyptus sp. a partir dessas variáveis. O número total de árvores detectadas foi obtido com uso da filtragem de máxima local. A altura de plantas estimada pelo LiDAR apresentou tendência não significativa à subestimativa. A estimativa do DAP foi coerente com os valores encontrados no inventário florestal; porém, também mostrou tendência à subestimativa, em razão do comportamento observado quanto à altura. A variável número de fustes apresentou valores próximos aos observados nas parcelas do inventário. O LiDAR subestimou o volume total de madeira do talhão em 11,4%, em comparação ao volume posto na fábrica. A tendência de subestimação da altura das árvores (em média, cerca de 5%) impactou a estimativa do volume individual de árvores e, consequentemente, a do volume do talhão. No entanto, é possível gerar equações de regressão que estimam o DAP com boa precisão, a partir de dados de altura de plantas obtidos pelo LiDAR. O modelo parabólico é o que possibilita as melhores estimativas da produção volumétrica dos talhões de eucalipto.
Abstract: The objective of this work was to evaluate the possibility of estimating the diameter at breast height (DBH) with tree height and number data derived from airborne laser scanning (LiDAR, light detection and ranging) dataset, and to determine the timber volume of an Eucalyptus sp. stand from these variables. The total number of detected trees was obtained using a local maxima filtering. Plant height estimated by LiDAR showed a nonsignificant tendency to underestimation. The estimate for DBH was coherent with the results found in the forest inventory; however, it also showed a tendency towards underestimation due to the observed behavior for height. The variable number of stems showed values close to the ones observed in the inventory plots. LiDAR underestimated the total timber volume in the stand in 11.4%, compared to the total volume delivered to the industry. The underestimation tendency of tree height (5% mean value) impacted the individual tree volume estimate and, consequently, the stand volume estimate. However, it is possible to obtain regression equations that estimate DBH with good precision, from the LiDAR plant height derived data. The parabolic model is the one that provides the best estimates for timber volumetric yield of eucalyptus stands.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12401
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DCF - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_Determinação do volume de madeira em povoamento de eucalipto por escâner a laser aerotransportado.pdf851,84 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons