Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1243
Título: A luz “vermelha” no fim do túnel: sentidos subjetivos do trabalho na prostituição
Autor : Silva, Késia Aparecida Teixeira
Primeiro orientador: Cappelle, Mônica Carvalho Alves
Primeiro membro da banca: Brito, Mozar José
Oliveira, Maria de Lourdes Sousa
Siqueira, Marcus Vinicius Soares
Área de concentração: Organizações, Gestão e Sociedade
Palavras-chave: Trabalho
Sentido subjetivo
Prostituição
Work
Subjective senses
Prostitution
Data da publicação: 22-Out-2013
Agência(s) de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Referência: SILVA, K. A. T. A luz “vermelha” no fim do túnel: sentidos subjetivos do trabalho na prostituição. 2013. 162 p. Dissertação (Mestrado em Organizações, Gestão e Sociedade)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
Resumo: O trabalho, que antes era visto apenas como meio de sobrevivência e acúmulo de riqueza, tornou-se uma das principais dimensões da vida humana, fazendo com que os indivíduos sejam identificados mediante as atividades que realizam. Assim, o trabalho adquiriu um novo sentido para os indivíduos, uma vez que a realização pessoal está intimamente relacionada ao seu reconhecimento perante a sociedade. Diversos estudos têm abordado o trabalho por meio dos sentidos que os trabalhadores atribuem à atividade que realizam, como é o caso da presente pesquisa que investiga os sentidos produzidos por uma categoria distante das profissões formais: as prostitutas. Nesse intuito, objetiva-se apreender os sentidos subjetivos produzidos por prostitutas atuantes em boates no interior de Minas Gerais. Para tanto, buscou-se, inicialmente, contextualizar a prostituição como profissão, desvendar a trajetória das participantes e sua inserção nessa atividade e levantar os sentidos subjetivos relacionados ao trabalho na prostituição. Participaram da pesquisa seis prostitutas que trabalham em boates. O levantamento dos dados deu-se em três momentos empíricos que compreenderam a narração de um fato marcante, a conversação e a criação de um desenho que representasse o trabalho na vida das participantes. Optou-se pelo estudo de natureza qualitativa baseada na Epistemologia Qualitativa (REY, 2005) e as análises foram fundamentadas a partir da acepção de sentido subjetivo (REY, 2003, 2005). O autor defende que entre o pensamento e a linguagem está a emoção, e que por isso nem sempre os sentidos subjetivos podem ser captados nas expressões diretas do sujeito. Por meio das análises foi possível apreender alguns sentidos subjetivos relacionados ao trabalho na prostituição que relacionam-se ao núcleo familiar, à renda obtida nessa atividade, ao desejo de deixar a profissão no futuro, à tristeza, à solidão, à possibilidade de conhecer e se relacionar com outras pessoas, ao preconceito, à violência, dentre outros. A análise permitiu compreender também o espaço de trabalho das prostitutas como um ambiente permanentemente gerador de subjetividade. A análise dos sentidos subjetivos das prostitutas frente ao trabalho que realizam mostrou-se oportuna para o entendimento de aspectos importantes da relação entre as participantes da pesquisa e os sentidos que atribuem ao seu trabalho e possibilitou evidenciar que as relações no espaço do trabalho estão permeadas por inúmeras outras que ocorrem em outros espaços sociais de atuação dos sujeitos.
The work, which was once seen only as a means of survival and accumulation of wealth, has become one of the major dimensions of human life, causing individuals to be identified through the activities they perform. Thus, the work took on a new meaning for individuals, as personal fulfillment is closely related to its recognition in society. Several studies have approached the work through the senses that workers attach to the activity they carry out, as is the case of this research that investigates the meanings produced by a category apart from formal professions: as prostitutes. In that order, the objective is apprehend the subjective meanings produced by prostitutes working in clubs in Minas Gerais. Therefore, initially sought contextualize prostitution as a profession, unravel the trajectory of the participants and their inclusion in this activity and raise the subjective meanings related to work in prostitution. Participants were six prostitutes who work in nightclubs. Data collection took place in three empirical stages that understood the narration of a remarkable fact, conversation and creating a drawing that represents the life work of the participants. The qualitative study was opted based on Qualitative Epistemology (REY, 2005) and the analyzes were based from the subjective sense of meaning (REY, 2003, 2005). The author argues that between thought and language is the emotion, and therefore not always subjective meanings can be captured in the direct expressions of the subject. Through the analysis it was possible to apprehend some subjective meanings related to work in prostitution that relate to the household, the income from this activity, the desire to leave the profession in the future, the sadness, loneliness, the ability to meet and relate to others, prejudice, violence, among others. The analysis also allowed us to understand the prostitutes workspace as an environment permanently generator of subjectivity. The subjective sense analysis of prostitutes in front of the work they do proved opportune for understanding important aspects of the relation among the research participants and the meanings they attach to their work and allowed evidence relation within the work are permeated by countless others social spaces of activity of subjects.
metadata.teses.dc.description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Administração, área de concentração em Organizações, Gestão e Sociedade, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1243
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DAE - Administração - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_A luz “vermelha” no fim do túnel sentidos subjetivos do trabalho na prostituição.pdf743,31 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.