Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Ecologia Aplicada - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12472

Título: Quantifying dung beetle responses to anthropogenic disturbances in tropical forest regions
Título Alternativo: Quantificando respostas de besouros rola-bostas a distúrbios antrópicos em regiões de florestas tropicais
Autor(es): Oliveira, Victor Hugo Fonseca
Lattes: http://lattes.cnpq.br/5120990852613559
Orientador: Barlow, Jos
Coorientador: Louzada, Julio
Membro da banca: Wilby, Andy
Membro da banca: Paglia, Adriano
Membro da banca: Pompeu, Paulo
Membro da banca: Magnago, Luiz
Assunto: Florestas tropicais – Conservação – Amazônia
Ecologia das florestas tropicais – Influência do homem
Rola-bosta
Rain forest conservation – Amazon River Region
Rain forest ecology – Effect of human beings
Dung beetles
Data de Defesa: 16-Nov-2016
Data de publicação: 16-Mar-2017
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: OLIVEIRA, V. H. F. Quantifying dung beetle responses to anthropogenic disturbances in tropical forest regions. 2017. 149 p. Tese (Doutorado em Ecologia Aplicada)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
Resumo: As florestas tropicais sustentam a maior parte da biodiversidade terrestre e proporcionam inúmeros serviços ecossistêmicos. Entretanto, essas florestas têm sido impactadas por atividades humanas, devido às crescentes demandas por recursos para atender às necessidades humanas. Por exemplo, a Amazônia brasileira é a maior floresta tropical remanescente e, atualmente, tem uma área de aproximadamente 60 milhões de hectares convertidos em pastagens, e outros 50 milhões de hectares sob concessão madeireira. No intuito de avançar em direção a usos mais sustentáveis nessa região, devemos compreender as respostas da biodiversidade às atividades humanas, e os mecanimos através dos quais essas respostas são determinadas. Essa tese objetiva abordar essa lacuna de conhecimento através da quantificação da resposta de besouros rola bosta a mudanças antropogênicas no estado do Pará, Amazônia brasileira. No Capítulo 2, meus objetivos foram investigar respostas dos besouros rola bosta a distúrbios como corte seletivo e queimadas, e identificar características ambientais e/ou históricas influenciando os padrões observados. O Capítulo 3 avalia os impactos da conversão florestal em pastagens sobre comunidades de rola bostas, identificando os principais direcionadores da ocorrência de espécies nesse tipo de uso da terra. Finalmente, no Capítulo 4, eu avaliei a escolha de variáveis para estudos sobre besouros rola bosta e mudanças antropogênicas em paisagens tropicais, identificando lacunas entre a importância de variáveis e seu uso na literatura. Para essa tese, eu usei dados de besouros rola bosta amostrados em 273 sítios independentes, ao longo de múltiplas escalas e abrangendo florestas primárias sem distúrbio detectado, florestas primárias sob corte seletivo, florestas primárias sob corte seletivo e com registro de queimadas, florestas secundárias e pastagens introduzidas (Capítulo 2 e Capítulo 3). No total, eu amostrei 74.926 besouros rola bosta pertencentes a 149 espécies. Eu também utilizei dados de uma revisão de literatura e um questionário estruturado aplicado a 25 pesquisadores (Capítulo 4). De forma geral, eu demonstro que distúrbios antropogênicos promovem empobrecimento de comunidades de rola bostas em florestas tropicais, acompanhando as mudanças na abertura de dossel e biomassa das florestas, e também uma forte dependência de hábitats naturais abertos para servir como fontes de populações para as pastagens introduzidas. Eu também mostro que existem algumas discrepâncias em relação à importância de variáveis e seu uso nos estudos de rola bostas sobre as consequências de modificações em florestas tropicais. Por fim, eu uso os resultados dessa tese para discutir os impactos de atividades humanas em florestas tropicais, apresentando alternativas para pesquisa futura e iniciativas de manejo aplicado.
Abstract: Tropical forests sustain most of Earth’s biodiversity and provide numerous ecosystem services. However, these forests have long been impacted by human activities, following the growing demands for resources to satisfy human needs. For instance, the Brazilian Amazon is the largest tropical forest remaining and currently has approximately 60 million ha of forests converted to pastures, and other 50 million ha under timber concession. In order to move towards a more sustainable use of this tropical forest region, we need to understand biodiversity responses to human activities, and the underlying mechanisms that determine those responses. This thesis aims to address this knowledge gap by quantifying dung beetle responses to anthropogenic changes in the Amazonian state of Pará, Brazil. In Chapter 2, my objectives were to investigate dung beetle responses to disturbances such as selective logging and wildfires, and identify environmental and/or historical characteristics influencing the observed patterns. Chapter 3 assess the impacts of forest conversion to pastures on dung beetle communities, identifying the main drivers of species occurrence in this open land-use. Finally, in Chapter 4 I assess the choice of variables for dung beetle studies on anthropogenic changes in tropical landscapes, identifying gaps between variables importance and use in the literature. For this thesis, I used data on dung beetles sampled across 273 independent sites, across multiple scales and encompassing undisturbed primary forests, logged primary forests, logged and burnt primary forests, secondary forests and introduced pastures (Chapter 2 and Chapter 3). In total, I sampled a total of 74,926 dung beetles belonging 149 species. I also, used data from a literature review and a structured survey of 25 authors (Chapter 4). Overall, this thesis demonstrate that anthropogenic disturbances promote impoverishment of dung beetle communities in tropical forests, following changes in forest canopy openness and biomass, and a strong dependence of natural open habitats to serve as source of populations for the introduced pastures. This work also shows that there are some discrepancies in relation to variables importance and use in the dung beetle studies on consequences of tropical forest modification. I use the findings from this thesis to discuss the impacts of human activities in tropical forests, presenting alternatives for future research and applied management initiatives.
Informações adicionais: Arquivo retido, a pedido do autor, até fevereiro de 2018.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12472
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: eng
Aparece nas coleções: DBI - Ecologia Aplicada - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback