Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DQI - Departamento de Química >
DQI - Artigos publicados em periódicos >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12522

Título: Constituintes químicos do pó comercial de Hoodia gordonii utilizado no tratamento da obesidade
Título Alternativo: Chemical constituents of the commercial formula of Hoodia gordonii used in the treatment of obesity
Autor(es): Pereira, Chrystian Araújo
Pereira, Luciana Lopes Silva
Corrêa, Angelita Duarte
Souza, Stefânia Priscilla de
Galan, Abel Gonzalez
Chagas, Pricila M. Batista
Assunto: Hoodia gordonii
Obesidade - Tratamento
Constituintes químicos
Antinutriente
Obesity - Treatment
Chemical constituents
Antinutrient
Publicador: Associação Brasileira de Farmacêuticos
Data de publicação: 2012
Referência: PEREIRA, C. A. et al. Constituintes químicos do pó comercial de Hoodia gordonii utilizado no tratamento da obesidade. Revista Brasileira de Farmácia, Rio de Janeiro, v. 93, n. 3, p. 321-325, 2012.
Resumo: Hoodia gordonii é uma planta suculenta nativa de regiões áridas do continente africano consumida há séculos por tribos de nativos devido às suas supostas propriedades de supressão da fome e da sede. Objetivou-se neste estudo determinar os constituintes químicos de pós comerciais de H. gordonii (PHG). Para tanto, duas amostras de PHG adquiridas em farmácias de manipulação foram submetidas a análises de composição centesimal, amido, vitamina C, β-caroteno e antinutrientes. Na composição centesimal destacaram-se os elevados teores de ENN (acima de 90 g 100 g-1 MS) confirmados pela dosagem de amido que revelou teores em torno de 50 g 100 g-1 MS, semelhantes aos encontrados no seu principal adulterante. Entre os antinutrientes analisados foram detectados apenas polifenóis e nitratos, mas em níveis considerados seguros para o consumo. Os teores de ENN e amido são sugestivos, mas insuficientes para afirmar que as amostras foram adulteradas, o que deve ser investigado por análises cromatográficas para determinação da presença do glicosídeo ativo P57. Em algumas análises houve variações entre as duas amostras, reforçando a necessidade de fiscalização e padronização desse fitoterápico, para garantir a uniformidade no consumo independendo do fornecedor ou época de comercialização.
Abstract: Hoodia gordonii (Masson) Sweet ex Decne is a succulent native plant from arid regions of Africa consumed for centuries by tribes of natives because of its supposed properties to suppress hunger and thirst. This study aimed to determine chemical constituents of commercial powders of H. gordonii (PHG). For this, we analized two samples of PHG purchased in dispensing pharmacies for proximate composition, starch, vitamin C, β-carotene and anti-nutrients. In the proximate composition the high levels of ENN (above 90 g 100 g-1 DM) were confirmed by measuring levels of starch content revealed that around 50 g 100 g- 1 DM, similar to those found in the main adulterant. Among the anti-nutrients analyzed were detected only polyphenols and nitrates, but at safe levels for consumption. The contents of ENN and starch are suggestive but not enough to say that the samples were adultered, which should be investigated by chromatographic analysis to determine the presence of active glycoside P57. In some analysis there were variation between the samples, reinforcing the need for supervision and standardization of herbal medicine to ensure uniformity in the consumption regardless, of supplier or time marketing.
URI: http://www.rbfarma.org.br/files/rbf-2012-93-3-9x.pdf
http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12522
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DQI - Artigos publicados em periódicos

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback