Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Doutorado (Teses) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12561

Title: Reação de genótipos de feijão e agressividade de isolados do agente causal do mofo-branco
Other Titles: Common bean genotypes reaction and white mold causal agent isolates aggressiveness
???metadata.dc.creator???: Abreu, Mariana Junqueira
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Souza, Elaine Aparecida de
???metadata.dc.contributor.referee1???: Abreu, Ângela de Fátima Barbosa
???metadata.dc.contributor.referee2???: Barcelos, Quélen de Lima
???metadata.dc.contributor.referee3???: Santos, João Bosco dos
???metadata.dc.contributor.referee4???: Teixeira, Hudson
Keywords: Feijão – Doenças e pragas
Feijão – Melhoramento genético
Fungos fitopatogênicos – Linhagens
Beans – Diseases and pests
Beans – Breeding
Phytopathogenic fungi – Lineage
Sclerotinia sclerotiorum
???metadata.dc.date.submitted???: 17-Oct-2016
Issue Date: 24-Mar-2017
???metadata.dc.description.sponsorship???: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Citation: ABREU, M. J. de. Reação de genótipos de feijão e agressividade de isolados do agente causal do mofo-branco. 2016. 72 p. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento de Plantas)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
???metadata.dc.description.resumo???: O mofo-branco é uma doença do feijoeiro causada pelo fungo Sclerotinia sclerotiorum, um patógeno homotálico que apresenta alta variabilidade, mesmo em populações clonais. O uso de cultivares resistentes seria a estratégia mais eficiente para o controle da doença, entretanto, a resistência completa é inexistente. A inoculação artificial de plantas em casa de vegetação e no campo deve ser parte integrante da metodologia de avaliação da resistência do feijoeiro a este patógeno. Dessa forma, os objetivos, neste trabalho, foram determinar a reação de cultivares do feijoeiro e a agressividade de isolados de S. sclerotiorum em campo e em casa de vegetação e conhecer a agressividade de linhagens monoascospóricas oriundas de um isolado de S. sclerotiorum. A reação de 14 cultivares de feijoeiro a quatro isolados de S. sclerotiorum foi avaliada em dois experimentos, sendo um no campo e o outro em casa de vegetação. Além disso, avaliou-se a agressividade de 11 linhagens monoascospóricas de um isolado do patógeno a três linhagens de feijoeiro, Cornell 605 e Talismã, que são moderadamente resistentes, e Corujinha, suscetível. Entre as cultivares de feijoeiro avaliadas, nenhuma foi identificada com elevado nível de resistência ao mofo-branco. A variação encontrada na reação das cultivares para a severidade do mofo-branco, nas avaliações no campo e em casa de vegetação, foi devido, principalmente, à diferença na agressividade dos isolados de S. sclerotiorum. As linhagens monoascospóricas apresentaram variabilidade quanto à agressividade.
Abstract: White mold is a common bean disease caused by fungus Sclerotinia sclerotiorum, homothallic pathogen, that present high variability even in clonal populations. Use of resistant cultivars would be the most effective strategy to disease control, however, complete resistance is nonexistent. Artificial inoculation in greenhouse and in field should be part of evaluation methodology of common bean resistance to this pathogen. Aims of this study were to determine common bean cultivars reaction and S. sclerotiorum isolates aggressiveness in field and in greenhouse; and also know aggressiveness of monoascosporics strains derived from a S. sclerotiorum isolate. Reaction of 14 common bean cultivars to four S. sclerotiorum isolates was evaluated in two experiments, one in field and the other in greenhouse. Furthermore, aggressiveness of 11 monoascosporics strains from an isolate was evaluated to three common bean lines, Cornell 605 and Talismã are moderately resistant and, Corujinha, susceptible. Among evaluated common bean cultivars were not identified cultivars with high resistance level to white mold. Variation found in the cultivars reaction to the severity of white mold, in the evaluation in field and in greenhouse, was mainly due to difference in S. sclerotiorum isolates aggressiveness. The monoascosporics strains showed variability in aggressiveness.
Description: Arquivo retido, a pedido da autora, até março de 2018.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12561
Publisher: Universidade Federal de Lavras
???metadata.dc.language???: por
Appears in Collections:DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Doutorado (Teses)

Files in This Item:

There are no files associated with this item.

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback