Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Artigos publicados em periódicos >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12621

Título: Um olhar sobre o estudo dos seres vivos na idade média: temas fundamentais na filosofia da natureza
Autor(es): Nascimento Júnior, Antônio Fernandes
Souza, Daniele Cristina de
Assunto: Filosofia - Idade média
Filosofia e Biologia
Filosofia da natureza
Philosophy - Middle ages
Philosophy and Biology
Philosophy of nature
Publicador: Faculdade Católica de Pouso Alegre
Data de publicação: 2011
Referência: NASCIMENTO JÚNIOR, A. F.; SOUZA, D. C. de. Um olhar sobre o estudo dos seres vivos na idade média: temas fundamentais na filosofia da natureza. Theoria - Revista Eletrônica de Filosofia, Pouso Alegre, v. 3, n. 6, p. 20-38, 2011.
Resumo: Não se pode falar da Biologia como ciência que estuda os seres vivos antes do século XIX. Porém, desde a antiguidade os animais, plantas e o próprio ser humano fazem parte do universo de preocupação das sociedades, constituindo-se uma base de conhecimentos sobre os seres vivos. Na Idade Média, isto também pode ser identificado. Assim o objetivo deste trabalho é apresentar informações que subsidiem uma compreensão geral sobre como o conhecimento dos seres vivos foi se constituindo ao longo deste período, observando a influência que o contexto histórico e a visão de mundo (de Natureza) têm neste processo de entendimento da realidade. Procura-se, apresentar um panorama geral sobre o período, ressaltando três aspectos: o modo com o qual os filósofos da época enxergavam a natureza, como os seres vivos eram inseridos neste olhar e, qual era o contexto histórico no qual tal olhar era elaborado. Embora não existiu na Idade Média a ciência Biologia, mas uma filosofia da natureza, neste período se configura alguns temas que nos séculos seguintes serão objetos de investigação desta, tais como: a estrutura, os processos, as interações dos seres vivos entre si e com o meio, suas variações e transformações.
Abstract: We can not talk of biology as a science that studies living beings before the nineteenth century. However, from antiquity the animals, plants and human beings themselves are part of the universe of concern of society, constituting a base of knowledge on living beings. In the Middle Ages, this can also be identified. Thus the aim of this paper is to present information that supports a general understanding about how knowledge of living things was being constituted in this period, noting the influence that the historical context and world view (of nature) this process of understanding reality. Seek to present an overview of the period, emphasizing three aspects: the way in which the philosophers of the time saw nature as living beings are included in this look, and what was the historical context in which it was drawn up look. Not there is biology in the Middle Ages, but a philosophy of nature. In the period is set some themes that are centuries following objects of investigation, such as: the structure, processes, interactions of living beings among themselves and with medium, its variations and transformations.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12621
http://www.theoria.com.br/edicao0611/um_olhar_%20sobre_idade%20media.pdf
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DBI - Artigos publicados em periódicos

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback