Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DZO - Departamento de Zootecnia >
DZO - Artigos publicados em periódicos >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12632

Título: Forma física, suplementação enzimática e nível nutricional de rações para frangos de corte na fase inicial: desempenho e digestibilidade dos nutrientes
Título Alternativo: Physical form, enzymatic supplementation and nutritional levels of diet for broilers chickens in the initial phase - performance and nutrients digestibility
Autor(es): Pucci, Luiz Eduardo Avelar
Rodrigues, Paulo Borges
Bertechini, Antônio Gilberto
Nascimento, Germano Augusto Jerônimo do
Lima, Renato Ribeiro de
Silva, Leonardo Rafael da
Assunto: Complexo enzimático
Desempenho
Metabolismo
Peletização
Enzymatic complex
Performance
Metabolism
Pelleting
Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Data de publicação: Jun-2010
Referência: PUCCI, L. E. A. et al. Forma física, suplementação enzimática e nível nutricional de rações para frangos de corte na fase inicial: desempenho e digestibilidade dos nutrientes. Revista Brasileira de Zootecnia, Viçosa, MG, v. 39, n. 6, jun. 2010.
Resumo: Foram conduzidos dois experimentos, utilizando um total de 1.440 frangos de corte machos de 8 a 21 dias de idade, para avaliar a forma física da ração, o uso de enzimas e os níveis nutricionais em dietas à base de milho e farelo de soja. Foi adotado delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 × 2 × 2, com duas formas físicas de ração (farelada ou triturada); sem ou com complexo enzimático (amilase, celulase e protease) e dois níveis nutricionais (95 ou 100% das recomendações). No experimento 1, 1.200 aves foram distribuídas nos oito tratamentos, com cinco repetições de 30 aves cada, para avaliação de consumo de ração, do ganho de peso e da conversão alimentar. Simultaneamente, realizou-se o experimento 2 (ensaio de metabolismo), no qual 240 aves receberam os tratamentos experimentais, com seis repetições de cinco aves cada. Aos 18 dias de idade, iniciou-se a coleta total de excretas, realizada uma vez ao dia, por três dias consecutivos, para determinação da energia metabolizável (EMAn) e dos coeficientes de metabolizabilidade de matéria seca (CMMS), proteína bruta (CMPB) e extrato etéreo das rações experimentais. A forma física da ração e o nível nutricional influenciaram o consumo de ração das aves, mas não o ganho de peso. Houve interação nível nutricional × forma física da ração para EMAn e metabolizabilidade da matéria seca e proteína bruta. A forma física melhora a energia e o CMMS enquanto as enzimas influenciam a metabolizabilidade da matéria seca e proteína bruta. Com exceção do CMPB, as demais características são influenciadas pelo nível nutricional da dieta.
Abstract: A total of 1440 male broiler chickens from 8 to 21 days old was assigned to two experiments to evaluate the physical form of diet, use of enzymes and nutritional levels of corn-soybean meal based diets. A completely randomized design as a 2 × 2 × 2 factorial scheme, two physical forms of diet (meal or crushed), with or without enzimatic complex (amylase, cellulase and protease) and two nutritional levels (95 or 100% of the recommendations), was used. In the experiment 1, 1200 birds were assigned to the eight treatments with five replicates of 30 chickens each, to evaluate the feed intake (FI), weight gain (WG) and feed conversion (FC). The experiment 2 was carried out simultaneously with the metabolism assay, when 240 birds were allotted to eight experimental treatments with six replicates of five birds each. The total excreta collection started at 18 days of age, once a day for three consecutive days, to determine the metabolizable energy (AMEn) and the metabolizability coefficients of dry matter (MCDM), crude protein (MCCP) and ether extract of the experimental diets. The dietary physical form and nutritional level affected feed intake, but not weight gain. Dietary nutritional level × physical form interaction on AMEn and metabolizability of the dry matter and crude protein was also observed. The physical form improves energy and MCDM while the enzymes influence the metabolizability of dry matter and crude protein. Except for MCCP, the other characteristics are influenced by the dietary nutritional level.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12632
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DZO - Artigos publicados em periódicos
DEX - Artigos publicados em periódicos

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
ARTIGO_Forma física, suplementação enzimática e.pdf51,69 kBAdobe PDFVer/abrir

Este item está licenciado com Licença Creative Commons
Creative Commons

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback