Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Programa de Pós-graduação >
DCF - Engenharia Florestal - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12701

Título: Implantação de matas ciliares por plantio direto utilizando-se semente peletizadas
Autor(es): Almeida, Narrúbia Oliveira de
Lattes: http://lattes.cnpq.br/5892110584617599
Orientador: Davide, Antônio Cláudio
Membro da banca: Botelho, Soraya Alvarenga
Membro da banca: Oliveira, João Almir
Membro da banca: Silva, Edvaldo Aparecido Amaral da
Membro da banca: Barbosa, Antenor Pereira
Assunto: Matas ripárias
Reflorestamento
Pelitizacao
Plantio direto
Semeadura
Data de Defesa: 3-Mar-2004
Data de publicação: 10-Abr-2017
Referência: ALMEIDA, N. O. de. Implantação de matas ciliares por plantio direto utilizando-se semente peletizadas. 2004. 269 p. Tese (Doutorado em Engenharia Florestal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2004. Paginação irregular.
Resumo: Tradicionalmente a implantação de florestas de proteção tem sido realizada através do plantio de mudas; no entanto, estudos têm indicado a viabilidade da semeadura direta no campo. Se as condições topográficas permitirem, a semeadura poderia ser realizada de forma mecanizada; contudo, pela necessidade de utilizar uma diversidade de espécies, depara-se com sementes de tamanho e formato distintos, o que dificulta a mecanização da semeadura. Nesse sentido, a peletização de sementes apresenta-se como uma técnica que permite uniformizar tamanho e formato das sementes. Este trabalho teve como objetivos testar produtos utilizados no processo de peletização de sementes, avaliar os efeitos da peletização de sementes de espécies florestais sobre a emergência de plântulas e crescimento das plantas e avaliar a viabilidade de implantação de floresta de proteção por meio de semeadura mecanizada utilizando sementes peletízadas. Trabalhou-se com 12 espécies florestais, representantes dos três grupos ecológicos: Cedrella fissilis, Copaifera kmgsdorffii, Enterolobium contortisiliquum, Guazuma ulmifolia, Lithraea molleoides, Piptadenia gonoacantha, Senna macranthera, Senna multijuga, Sesbania virgata, Solanum granuloso-leprosum, Tabebuia serratifolia e Trema micrantha. Foram conduzidos quatro experimentos emlaboratório, dois em casa de vegetação e um em campo. Foram testados diversos adesivos e material de enchimento utilizados na confecção do pélete, o efeito do uso de fertilizante no pélete e o efeito do tamanho do pélete. No campo, testou-se o efeito dos espaçamentos 0,4m, 0,7m e l,0m e manejos realizados por capina, uso de herbicida pré- emergente e testemunha sobre a população de plantas e crescimento das mesmas, quando implantadas por semeadura mecanizada de sementes peletízadas, neste caso utilizando os melhores resultados obtidos em casa de vegetação. Os experimentos de laboratório e casa de vegetação foram instalados em DIC e o de campo, em DBC, arranjado em parcela sub-dividida, sendo avaliado por 11 meses. Todas as espécies testadas são passíveis de serem peletízadas, devendo-se utilizar lotes de sementes de boa qualidade; dentre os materiais adesivos e de enchimento testados, a cola à base de PVA, da marca Cascorez Extra, na concentração de 20%, a areia fina e a mistura composta de areia+microcelulose+explosol (4:2:1 v/v) foram os que apresentaram os melhores resultados; a utilização de superfosfato simples e superfostato triplo, ambos nas concentrações de 50% e 100%, nacomposição do pélete de sementes de Guazuma ulmifolia afetou negativamente a porcentagem de emergência das plântulas, mas favoreceu o crescimento das plantas; o aumento na espessura da camada do pélete afeta de forma negativa aemergência das plântulas; a maioria das espécies apresentaram uma emergência e IVE em casa de vegetação menor do que as obtidos em laboratório. No campo, com exceção da Lithraea molleoides, as demais espécies apresentaram emergência de plântulas, no entanto os valores obtidos foram inferiores aos de laboratório e casa de vegetação; no espaçamento 0,4m e nas parcelas manejadas por capina foi onde ocorreram as maiores populações de plantas/ha e, em média, os maiores crescimentos; o uso de herbicida pré-emergente foi eficiente em minimizar a ocorrência de plantas daninhas, porém sua eficiência ficou prejudicada pela agressividade da braquiária existente na área; as porcentagens de espécies pioneiras, clímax exigente de luz e clímax tolerante à sombra existentes no experimento 11 meses após a semeadura foram, respectivamente, 69,46%, 18,68% e 11,85%; Sesbania virgata, Enterolobium contortisiliquum e Copaifera langsdorffii foram as espécies que apresentaram as maiores emergências de plântulas no campo, sendo que a sesbania 11 meses após a semeadura representa 54,2% das plantas presentes no experimento. A mortalidade média foi de 11,77% quando manejada por capina, 25,69% ao utilizar herbicida pré- emergente e 24,67% na testemunha, gerando uma média de 20,71%, sendo que as espécies que apresentaram as maiores mortalidades foram as de crescimento mais lento, com 68,6%, 533%, 48,6% e 36,5%, respectivamente para Cedrella fissilis, Piptadenia gonoacantha, Tabebuia serratifolia e Copaifera langsdorffii, provavelmente tendo como maior causa a competição com a braquiária e o provável déficit hídrico no período pós emergência; as populações de plantas/ha aos 11 meses após a semeadura foram de 24.073, 16.115 e 20269, respectivamente, quando manejadas por capina, herbicida pré-emergente e testemunha, e 29.680, 16.161 e 14.615, respectivamente, nos espaçamento de 0,4m, 0,7m, e l,0m. A semeadura mecanizada com sementes peletízadas mostrou-se eficiente para implantação de floresta de proteção.
Abstract: Traditionally the introduction ofprotected forests has been accomplished by using seedling. However, studies have indicated the viability of using direct sowing offorest tree seeds for this purpose. When the topographical conditions allow the sowing procedure may be performed mechanically. For establishment of a new protect área there is a need ofworking with a diversity ofspecies, which also present diversity inseed format and size, creating difficulties for the mechanized sowing operatíon. In this sense, seed pelleting is a technique that allows unifonnization of seed size and format. Therefore, this work had the objectives to test products used in the process ofseed pelleting to evaluate the efFects ofseed pelleting on seedling emergence and plant growth and evaluate the viability of seed pelleting on the establishment of protected forest by mechanical sowing. Twelve forest tree species representing three ecological groups were used in this study: Cedrella fissilis, Copaifera langsdorffii, Enterolobium contortisiliquum, Guazuma ulmifolia, Lithraea molleoides, Piptadenia gonoacantha, Senna macranthera, Senna multijuga, Sesbania virgata, Solanum granulaç-leprosum, Tabebuia serratifolia and Dieresis micrantha. Four experimente were done inthe laboratory, two inthe green house and one in the field. Several glue and stuffing material were tested for making the pellet, the effect ofthe fertilizer used in the pellet and the effect ofme pellet size. Inthe field was tested theeffect ofplant population andgrow on 0,4 m, 0,7 m and 1,0 m spacing managed by weeding, by pre emerging herbicide and wimess, in this case using the best results obtained at green house. The laboratory and green house experiments were set in DIC and field experiment was set inDBC, arranged insub-divided parcel and evaluated during 11 months. Adhesive and stuffing materiais tested were the PVA glue (Cascorez-extra) ina concentration of 20%, fine sand and a mixture composed of sand + micro cellulose + explosol (4:2:1 v/v). The use ofsand + micro cellulose + explosol (4:2:1 v/v) showed the best results. The use ofsimple super phosphate and triple super phosphate as part ofthe pellet composition in aconcentration of50% and 100% for both sources, affected negatively the percentage ofseedling emerged but favored the growth of seedlings of Guazuma ulmifolia. Increasing lhe thickness ofthe seed pellet affected negatively seedling emergence; the majority ofthe species presented emergence and index ofemergence in green house smaller than the results obtained in the laboratory. In the field, exception for Lithraea molleoides, the species showed seedling emergence; however, the obtained values were inferior to the values obtained in laboratory and green house. In spacing of 0,4 m and in the parcels managed by weeding were observed the largest number of plant population/ha and largest growth in average; the use ofpre emerging herbicide was efficient in minimizing the occurrence of weed plants, however its efficiency was affected by the aggressiveness ofthe existing braquiária. The percentage ofpioneering, clímax light demanding and climax shade tolerant species after 11 months ofsowing was 69,46%, 18,68% and 11,85% respectívely. Sesbania virgata, Enterolobium contortisiliquum and Copaifera langsdorffii were the species that presented highest numberofseedlingemergency in the field. Sesbania represented 54,2% ofthe total number ofplants after 11 months. The médium mortality observed was 11,77% when the field was managed by weeding, 25,69% when manage by pre emerging herbicide and 24,67% in the witness, generatíng an average of 20,71%. Cedrella fissilis, Piptadenia gonoacantha, Tabebuia serratifolia and Copaiferalangsdorffii with 68,6%, 53,3%, 48,6% and36,5%, respectívely were the species that presented the highest mortality values and slowest growth, probably due to the competítion with braquiária and deficiency ofwater in a period before seedling emergence. The plant population/ha after 11 months of sowing when field was managed by weeding, pre emerging herbicide and witness was 24.073, 16.115 and 20.269, respectívely. The plant population /ha after 11 months ofsowing in 0,4 m, 0,7 m, and l,0m spacing was 29.680,16.161 and 14.615, respectívely. The results obtained here confirmed the efficiency of seed pelletingand mechanized sowing in the establishment of protected riparian forest.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12701
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DCF - Engenharia Florestal - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Implantação de matas ciliares por plantio direto utilizando-se semente peletizadas.pdf15,6 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback