Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Programa de Pós-graduação >
DCF - Tecnologias e Inovações Ambientais - Mestrado Profissional (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12702

Title: Estimativa das emissões de dioxinas e furanos na incineração de resíduos perigosos em diferentes regiões de Minas Gerais
Other Titles: Estimating emissions of dioxins and furans from hazardous waste incineration in different regions of Minas Gerais, Brazil
???metadata.dc.creator???: Mello, Marcos Flávio Corrêa de
???metadata.dc.creator.Lattes???: http://lattes.cnpq.br/1820560436644320
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Fia, Ronaldo
???metadata.dc.contributor.referee1???: Yanagi, Sílvia de Nazaré Monteiro
???metadata.dc.contributor.referee2???: Marques, Rosângela Francisca de Paula Vitor
???metadata.dc.contributor.referee3???: Ribeiro, André Geraldo Cornélio
Keywords: Incineradores
Resíduos dos serviços de saúde
Resíduos industriais
Efluentes atmosféricos
Sistemas de controle da poluição do ar
Incinerators
Healthcare waste
Industrial waste
Flue gas
Air pollution control devices
???metadata.dc.date.submitted???: 29-Aug-2016
Issue Date: 13-Mar-2017
Citation: MELLO, M. F. C. de. Estimativa das emissões de dioxinas e furanos na incineração de resíduos perigosos em diferentes regiões de Minas Gerais. 2017. 80 p. Dissertação (Mestrado Profissional em Tecnologias e Inovações ambientais)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
???metadata.dc.description.resumo???: A incineração de resíduos perigosos emite grandes quantidades de dioxinas e furanos todos os anos na atmosfera. Dioxinas e furanos (PCDD/F) são substâncias classificadas como Poluentes Orgânicos Persistentes (POPs) que causam diversos efeitos negativos à saúde humana e aos ecossistemas. Objetivou-se, neste trabalho, estimar as emissões de PCDD/F a partir de empreendimentos incineradores de resíduos perigosos em Minas Gerais. Foram levantados, junto ao Sistema Integrado de Meio Ambiente do estado de Minas Gerais, dados sobre a quantidade de resíduos e os planos de teste de queima dos empreendimentos licenciados em operação no ano de 2015, e que incineram resíduos de serviço de saúde (RSS) e resíduos industriais (RI). Como resultado, ficou evidente que as emissões de PCDD/F provenientes da incineração de resíduos em diversas regiões de Minas Gerais aumentaram, acentuadamente, nos últimos sete anos, cerca de dez vezes entre 2008 e 2015. Para os diferentes cenários avaliados, e cerca de 97 mil toneladas de resíduos incinerados, estimase a geração entre 54,21 e 71,92 g t -1 TEQ. Esses números alarmantes podem ser explicados não somente pelo número de empreendimentos que é quatro vezes maior em 2015, mas também, em razão da tecnologia empregada no processo não ser capaz de manter baixos níveis de emissão durante toda a operação. Os resultados também evidenciam a necessidade de investimentos em novas tecnologias ambientais que sejam capazes de reduzir as emissões de PCDD/F provenientes da incineração de resíduos e, assim, atingir as metas de redução preconizadas pela Convenção de Estocolmo sobre POPs, a qual foi assinada pelo Brasil em 2001.
Abstract: Incineration of hazardous waste emits great amount of dioxins and furans every year in the atmosphere. Dioxins and furans (PCDD/F) are substances classified as Persistent Organic Pollutants (POPs), which cause negative effects to human health and to ecosystems. The aim of this study was to estimate PCDD/F emissions from hazardous waste incineration in different regions in the state of Minas Gerais (Brazil). Data related to process and production was extracted from the environmental license documents of the companies, which incinerate healhcare and industrial waste, listed by the Integrated Environmental Information System of Minas Gerais in 2015. The results evidenced that PCDD/F emissions from incineration of healthcare and industrial waste in different regions of Minas Gerais increased in about ten times between 2008 and 2015. The evaluation of different sceneries presented estimates in the range of 54,21 and 71,92 g t -1 TEQ for about 97 thousand tons of incinerated waste. Such alarming results may be explained not only by the raise in the number of incineration plants within the state, which is four times higher in 2015, but also because the technology employed in this activity is not able to keep emissions at low levels during the entire operation. The res ults of this study also indicate the necessity of investments in new environmental technologies in order to reduce PCDD/F emissions from waste incineration and; therefore, achieve the reduction goals as preconized by Stockholm Convention 2001 on POPs, which was signed by Brazil.
Description: Arquivo retido, a pedido do autor do autor, até março de 2018.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12702
Publisher: Universidade Federal de Lavras
???metadata.dc.language???: por
Appears in Collections:DCF - Tecnologias e Inovações Ambientais - Mestrado Profissional (Dissertações)

Files in This Item:

There are no files associated with this item.

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback