Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Programa de Pós-graduação >
DCF - Engenharia de Biomateriais – Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12729

Título: Efeito de micro e nanopartículas de prata em Physalis peruviana L.
Título Alternativo: Effect of silver micro and nanoparticles on Physalis peruviana L.
Autor(es): Ferraz, Luthiane Machado
Lattes: http://lattes.cnpq.br/7908020818668010
Orientador: Marconcini, José Manoel
Coorientador: Oliveira, Juliano Elvis
Membro da banca: Marconcini, José Manoel
Membro da banca: Carvalho, Milene Alves de Figueiredo
Membro da banca: Reis, Michele Valquíria dos
Assunto: Nanopartículas
Plantas - Nanotecnologia
Homeostase
Nanoparticles
Plants - Nanotechnology
Homeostasis
Data de Defesa: 9-Mar-2017
Data de publicação: 11-Abr-2017
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: FERRAZ, L. M. Efeito de micro e nanopartículas de prata em Physalis peruviana L. 2017. 65 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Biomateriais)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2017.
Resumo: Nos últimos anos, o interesse, a rápida produção e as amplas aplicações da nanotecnologia estimularam de forma significativa o número de nanomateriais projetados no meio ambiente. No entanto, a relação entre nanomateriais com os organismos vivos nesse meio necessita ser melhor investigada. Estudos que buscam compreender os mecanismos de ação dos nanomateriais sobre a homeostase das plantas são necessários a fim de caracterizar os efeitos que essas nanopartículas podem acarretar no meio ambiente. Nesse contexto, este trabalho objetiva investigar os efeitos das nanopartículas de prata (AgNPs) em um modelo vegetal com potencial utilização em bioenssaios, a Physalis peruviana L. Foi feita a síntese das nanopartículas de prata e caracterização das mesmas com e sem processamento térmico adicional, a fim de avaliar a ação da temperatura nas propriedades das AgNPs. Foram realizadas análises dos efeitos de diferentes concentrações de nanopartículas de prata (0,39, 0,77, 1,54 mg L -1 ) com e sem processamento térmico (121°C, 1 atm) sobre a germinação, parâmetros de crescimento da raiz e parte aérea e a na bioquímica (açúcares redutores, açúcares solúveis totais, aminoácidos, catalase, ascorbato peroxidase e superóxido dismutase) de Physalis peruviana. Foi observado que as partículas após o processamento térmico, em comparação com as AgNPs sem processamento térmico, apresentavam 2 tipos de tamanho (nano e micrométricas). Os resultados demonstram que as concentrações de 0,77 e 1,54 mg L -1 do tratamento que apresentava apenas AgNPs aumentaram a biomassa da parte aérea. No entanto, a menor concentração (0,39 mg L -1 ) reduziu a biomassa, o comprimento da raiz e alguns parâmetros bioquímicos (açúcares solúveis totais e aminoácidos). Além disso, foi observado que os valores para massa seca da parte aérea e da raiz, teor de água da raiz, açúcares solúveis totais, aminoácidos e açúcares redutores obtidos com o tratamento com AgNPs e AgMPs (micropartículas de prata) foi menor em relação ao tratamento com apenas AgNPs, a depender da concentração analisada. Entretanto, para esta espécie nestas condições, pode-se concluir que tanto as micropartículas quanto as nanopartículas acarretaram poucas ou nenhuma modificação na fisiologia das plantas, a depender do tratamento analisado.
Abstract: In the last years, interest, rapid production, and extensive nanotechnology applications have significantly stimulated the nanomaterials number projected at the environment. However, the relationship between nanomaterials and living organisms in this environment needs to be better investigated. Studies that seek to understand the mechanisms of nanomaterials action on plant homeostasis are necessary in order to characterize the effects that these nanoparticles can have on the environment. In this context, this work aims to investigate the effects of silver nanoparticles (AgNPs) in plant model with potential use in bioassays, Physalis peruviana L. The synthesis of silver nanoparticles and their characterization were done with and without additional thermal processing, In order to evaluate the temperature action on the AgNPs properties. Analysis of the effects of different silver nanoparticles concentrations (0.39, 0.77, 1.54 mg L -1 ) with and without thermal processing (121 ° C, 1 atm) on germination, root and aerial part growth parameters and in biochemistry (reducing sugars, total soluble sugars, amino acids, catalase, ascorbate peroxidase and superoxide dismutase) of Physalis peruviana. It was observed that particles after thermal processing, in comparison with AgNPs without thermal processing, had 2 size types (nano and micrometric). The results demonstrate that the 0.77 and 1.54 mg L -1 concentrations of the treatment with only AgNPs increased the biomass of the aerial part. However, the lower concentration (0.39 mg L -1 ) reduced biomass, root length and some biochemical parameters (total soluble sugars and amino acids). In addition, it was observed that root and shoot dry matter, root water content, total soluble sugars, amino acids and reducing sugars values obtained with AgNPs and AgMPs (silver microparticles) treatment were lower in relation to treatment with only AgNPs, depending on the concentration analyzed. However, for this species under these conditions, it can be concluded that both microparticles and nanoparticles have little or no modification in plant physiology, depending on the treatment analyzed.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12729
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DCF - Engenharia de Biomateriais – Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Efeito de micro e nanopartículas de prata em Physalis peruviana L.pdf981,92 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback