Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DMV - Departamento de Medicina Veterinária >
DMV - Programa de Pós-graduação >
DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12746

Título: Volume atrial esquerdo de felinos domésticos aparentemente saudáveis: comparação entre dois métodos ecocardiográficos
Título Alternativo: Left atrial volume of apparently healthy domestic cats: comparison between two ecocardiographic methods
Autor(es): Schulien, Tatiana
Lattes: http://lattes.cnpq.br/4224247310413328
Orientador: Muzzi, Ruthnéa Aparecida Lázaro
Coorientador: Muzzi, Leonardo Augusto Lopes
Coorientador: Pereira, Guilherme Gonçalves
Membro da banca: Nogueira, Rodrigo Bernardes
Membro da banca: Mantovani, Matheus Matioli
Assunto: Gato – Doenças
Gato – Ecocardiografia
Átrios do coração
Cats – Diseases
Cats – Echocardiography
Heart atria
Data de Defesa: 10-Fev-2017
Data de publicação: 19-Abr-2017
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: SCHULIEN, T. Volume atrial esquerdo de felinos domésticos aparentemente saudáveis: comparação entre dois métodos ecocardiográficos. 2017. 54 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2017.
Resumo: As cardiomiopatias representam elevada morbidade e mortalidade entre os gatos. A ecocardiografia é o exame mais indicado para avaliação dessas afecções na rotina clínica. No exame ecocardiográfico, o tamanho do átrio esquerdo (AE) é muito utilizado como representante da gravidade das doenças cardíacas e preditor de eventos cardiovasculares, além de ser útil, no monitoramento hemodinâmico, em longo prazo. Atualmente, a forma mais indicada para avaliar o tamanho atrial é por meio de seu volume. O presente trabalho tem por objetivo definir valores fisiológicos do volume atrial esquerdo (VAE) de felinos domésticos saudáveis (n=32), por meio da ecocardiografia bidimensional, utilizando os métodos monoplanares de Simpson e Área-Comprimento e compará-los entre si; avaliar os efeitos do peso, frequência cardíaca, idade, sexo e raça sobre o VAE; avaliar a repetibilidade e reprodutibilidade dos métodos monoplanares de Simpson e Área-Comprimento, bem como da relação átrio esquerdo/aorta. O intervalo de referência encontrado, para o VAE pelo método de Simpson foi de 0,09-0,33ml/kg e, para o método Área-Comprimento, foi de 0,08-0,40ml/kg. Ambos os métodos apresentaram elevada correlação, porém volumes discordantes. A única variável que mostrou ter influência sobre o volume atrial foi o peso. A avaliação do tamanho atrial pelos métodos volumétricos apresentou melhor repetibilidade e reprodutibilidade do que a tradicional relação átrio esquerdo/aorta. Os resultados desta pesquisa trouxeram perspectivas positivas, para um melhor acompanhamento e manejo terapêutico das cardiopatias felinas, por meio da investigação mais precisa do tamanho do AE.
Abstract: Cardiomyopathies represent elevated morbidity and mortality among cats. Echocardiography is the most indicated exam for evaluating these conditions during clinical routine. In the echocardiographic exam, the size of the left atrium (LA) is widely used as representative of the severity of cardiac diseases and as predictor of cardiovascular events, in addition to its use in long term hemodynamic monitoring. Currently, the most indicated form for evaluating atrial size is by means of its volume. The present work had the objective of defining physiological values of the left atrial volume (LAV) of healthy domestic felines (n=32) by means of bidimensional echocardiography, using the monoplane Simpson and Area-Length methods and compare each of them; evaluate the effects of weight, cardiac frequency, age, gender and race over the LAV; evaluate the repeatability reproducibility of the monoplane Simpson and Area-Length methods, as well as the left atrium/aorta relation. The reference interval found for the LAV by the Simpson method was of 0.09-0.33 mL/kg, and for the Area-Length method was of 0.08-0.40 mL/kg. Both methods presented elevated correlation, however with discordant volumes. The only variable to influence the atrial volume was weight. The evaluation of atrial size by volumetric methods presented better repeatability and reproducibility then the traditional left atrium/aorta relation. The results of this research rendered positive perspectives for a better follow-up and therapeutic management of feline cardiopathies by means of a more precise investigation of the LA.
Informações adicionais: Arquivo retido, a pedido da autora, até março de 2018.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12746
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback