Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DEN - Departamento de Entomologia >
DEN - Programa de Pós-graduação >
DEN - Entomologia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12783

Título: Sirfídeos predadores (Diptera, Syrphidae) em cultivos orgânicos de couve
Título Alternativo: Sirfídeos predadores (diptera, syrphidae) em cultivos orgânicos de couve
Autor(es): Ragi, Alexandra Aparecida Máximo
Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4329317A5
Orientador: Morales, Mirian Nunes
Membro da banca: Morales, Mírian Nunes
Membro da banca: Kirst, Frederico Dutra
Membro da banca: Marucci, Rosângela Cristina
Assunto: Afidófagos
Allograpta
Moscas-das-flores
Ocyptamus
Toxomerus
Data de Defesa: 24-Fev-2017
Data de publicação: 20-Abr-2017
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: RAGI, A. A. M. Sirfídeos predadores (Diptera, Syrphidae) em cultivos orgânicos de couve. 2017. 47 p. Dissertação (Mestrado em Entomologia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2017.
Resumo: Dentro de Diptera, Syrphidae é uma das famílias mais diversas. A maioria dos adultos são visitantes florais, alimentando-se de pólen e de néctar. As larvas, por outro lado, apresentam uma notável variedade morfológica e diferentes hábitos alimentares, podendo ser predadoras, saprófagas, fitófagas e parasitoides. Visto o grande potencial dos imaturos de Syrphidae predadores como agentes no controle biológico de pragas e que estudos acerca de suas atividades são escassos no Brasil, bem como na região Neotropical, a identificação desses organismos é de suma importância para se traçar estratégias de sua real aplicabilidade. Este trabalho teve como objetivos identificar as espécies de Syrphidae predadoras em cultivos orgânicos de couve, com e sem manutenção de plantas espontâneas; verificar a diversidade e abundância das espécies dos imaturos ao longo dos períodos fenológicos da couve e se a floração das plantas espontâneas, mantidas nos cultivos, pode influenciar na diversidade e abundância dos sirfídeos, além de indicar qual espécie de Syrphidae teria potencial para se traçar mais estudos a um possível uso aplicado ao controle biológico. Para tanto, foram realizadas coletas semanais, de imaturos de Syrphidae em quatro canteiros, com cultivos orgânicos de couve, sendo dois com e dois sem manutenção de plantas espontâneas, no período de fevereiro a novembro de 2016, perfazendo 42 amostragens. Foi calculado o índice de diversidade de Shannon para as espécies de imaturos de Syrphidae entre os canteiros e foram realizadas análises de comparação de médias de diversidade, riqueza e abundância em relação aos canteiros amostrados. Para identificar visualmente diferenças na composição das espécies de sirfídeos imaturos entre os canteiros, foi realizada a Análise de Escalonamento Multidimensional Métrico. Para verificar se fatores climáticos interferiram na riqueza e abundância dos imaturos de Syrphidae foi realizada a Correlação de Pearson. Foram coletados 2761 sirfídeos imaturos, dos quais identificaram-se oito espécies distribuídas em quatro gêneros. Allograpta exotica foi a espécie consideravelmente ma is abundante, se sobressaindo das demais espécies na maioria das amostragens. A partir de todas as avaliações em relação à riqueza, abundância, diversidade e composição de espécies de Syrphidae nos distintos canteiros, percebeu-se que a manutenção de plant as espontâneas não tem correlação com a ocorrência de sirfídeos imaturos. A temperatura sobre a riqueza e a temperatura sobre a abundância das espécies de Syrphidae foram as variáveis climáticas mais importantes. Além disso, observou-se uma alta correlação positiva do nível da praga sobre a abundância das espécies de Syrphidae. Portanto, a alta correlação das larvas com o nível da praga, leva a concluir que, assim como a abundância de adultos é diretamente proporcional à quantidade de recursos florais, a abundância de larvas é diretamente proporcional à abundância de seus recursos alimentares. Os resultados aqui obtidos são um primeiro passo no conhecimento da importância de Syrphidae na predação de afídeos, visto que muitas espécies possuem grande potencial no controle biológico e são pouco conhecidas pela falta de estudos básicos de biologia e taxonomia.
Abstract: Within Diptera, Syrphidae is one of the most diverse families. Most adults are flower visitors, feeding on pollen and nectar. On the other hand, the larvae present a remarkable morphological variety and different feeding habits, being predators, saprophagous, phytophagous and parasitoids. Considering the great potential of the immature predatory Syrphidae as agents in biological pest control and studies about their activities are scarce in Brazil, as well as in the Neotropical region, the identification of these organisms is of utmost importance to draw up strategies of their real applicability. This work aimed to identify immature predatory Syrphidae species in organic cabbage cultivation, with and without maintenance of non-crop vegetation; to verify the diversity and abundance of the species of immature throughout t he phenological phases of cabbage and if the flowering of maintained non-crop vegetation can influence the syrphid diversity and abundance, besides indicating which species of Syrphidae would have a potential to trace further studies to a possible applied use on biological control. For this, weekly collections of immature Syrphidae were carried out in four circular beds, of organic culture of cabbage, two with and two without maintenance of non-crop vegetation, from February to November 2016, totalling 42 samplings. The Shannon‟s diversity indexes were calculated for immature Syrphidae species among the beds and was performed comparison analyses of diversity, richness and abundance averages in relation to the sampled beds were performed. In order to visually and identify differences in species composition of the immature syrphids among the beds the Nonmetric multidimensional scaling was performed. To verify if climatic factors interfered on richness and abundance of the immature Syrphidae, Pearson's correlation was performed. Were collected 2761 immature syrphids, of which eight species were identified, distributed in four genera. Allograpta exotica was the most abundant species, standing out from the other species in most of samplings. From all the evaluations regarding the richness, abundance, diversity and composition of Syrphidae species in the different beds, it was noticed that the maintenance of non-crop vegetation has no correlation with the occurrence of immature syrphids. The temperature on the richness and the temperature on the abundance of Syrphidae species were the most important climatic variables. In addition, a high positive correlation o f the pest level on the abundance of Syrphidae species was observed. Therefore, the high correlation of larvae with the level of the pest leads to the conclusion that as the abundance of adults is directly proportional to the quantity of floral resources, the abundance of larvae is directly proportional to the abundance of their food resources. The results here obtained are a first step to the knowledge of the importance of Syrphidae in pest predation, since many species have a high potential in biological control and little is known due the lack of basic studies on biology and taxonomy.
Informações adicionais: Arquivo retido, a pedido da autora, até abril de 2018.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12783
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DEN - Entomologia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback