Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DMV - Departamento de Medicina Veterinária >
DMV - Artigos publicados em periódicos >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12801

Título: Ectofauna parasitária de cães urbanos domiciliados atendidos em clínicas veterinárias particulares na cidade de Lavras, MG
Título Alternativo: Parasitic ectofauna of urban domiciled dogs examined in private veterinary clinics from Lavras municipality, Minas Gerais state, Brazil
Autor(es): Guimarães, Antonio Marcos
Lima, Bruno Sivieri
Rocha, Christiane Maria Barcellos Magalhães
Assunto: Cães - Ectoparasitos
Rhipicephalus sanguineus
Ctenocephalides
Demodex canis
Sarcoptes scabiei
Dogs - Ectoparasites
Cães - Doenças
Dogs - Diseases
Publicador: Universidade Federal de Goiás
Data de publicação: 2011
Referência: GUIMARÃES, A. M.; LIMA, B. S.; ROCHA, C. M. B. M. Ectofauna parasitária de cães urbanos domiciliados atendidos em clínicas veterinárias particulares na cidade de Lavras, MG. Ciência Animal Brasileira, Goiás, v. 12, n. 1, 2011.
Resumo: O objetivo deste estudo foi determinar a frequência de ectoparasitos em cães urbanos domiciliados atendidos em nove clínicas veterinárias particulares do município de Lavras, MG. Espécimes de ectoparasitos, visíveis e palpáveis, foram coletados manualmente em 67 cães, durante o período de setembro de 2004 a maio de 2005. Posteriormente, foram acondicionados em frascos contendo etanol 70ºGL e identificados sob microscópio estereoscópio. No caso de ácaros causadores de sarna, efetuou-se a análise dos resultados de 155 raspados cutâneos obtidos de igual número de cães com suspeita clínica de dermatose parasitária, encaminhados para diagnóstico no Laboratório de Doenças Parasitárias da Universidade Federal de Lavras (UFLA), durante o período de setembro de 2002 a julho de 2007. Foi registrado um total de 540 ectoparasitos, sendo identificadas quatro espécies: Rhipicephalus sanguineus (60%), Ctenocephalides canis e C. felis (ambas com 36%) e larva de Dermatobia hominis (4%). Nos raspados cutâneos, verificou-se positividade em 12,9% (20/155), dos quais 80% apresentavam Demodex canis (16/20) e 20%, Sarcoptes scabiei var. canis (4/20). Após a identificação de ectoparasitos, foi montado um banco de dados com as fichas clínicas dos cães, analisado pelo programa SPSS 12.0. Pode-se concluir que as espécies de ectoparasitos predominantes em cães atendidos em clínicas veterinárias particulares do município de Lavras, MG foram Ctenocephalides canis e C. felis (Siphonaptera: Pulicidae), R. sanguineus (Acari: Ixodidae) e Demodex canis (Acari: Demodecidae), que teve um predomínio significativo (p<0,05) em raspados cutâneos de animais jovens suspeitos de demodicose canina.
Abstract: The objective of this study was to determine the frequency of ectoparasites in urban domiciled dogs treated at nine private veterinary clinics in the city of Lavras, Minas Gerais, Brazil. Visible and palpable ectoparasites specimens were collected manually from 67 dogs during the period of September 2004 to May 2005, kept in flasks with ethanol 70ºGL and identified under a stereomicroscope. In the case of mites that cause mange, performed the analysis of the results obtained from 155 skin scrapings of the same number of dogs with clinical suspicion of parasitic dermatosis was performed, and sent to diagnostic at the Laboratory of Parasitic Diseases of Federal University of Lavras (UFLA), during the period of September 2002 to July 2007. A total of 540 ectoparasites were recorded, and four species were identified: Rhipicephalus sanguineus (60%), Ctenocephalides canis and C. felis (both 36%), and Dermatobia hominis larvae (4%). In scraped skin, positive results were verified in 12.9% (20/155), of which 80.0% with Demodex canis (16/20) and 20.0% with Sarcoptes scabiei var. canis (4/20). After ectoparasites identification a database with the dogs´medical records was made and analyzed by SPSS 12.0. It can be concluded that the predominant species of ectoparasites in dogs treated at private veterinary clinics in the city of Lavras, MG, were Ctenocephalides canis and C. felis (Siphonaptera: Pulicidae) and R. sanguineus (Acari: Ixodidae) and Demodex canis (Acari: Demodecidae) that had a significant predominance (p<0.05) on scraped skin of young animals with suspicion of canine demodicosis.
URI: https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/8485/8913
http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12801
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DMV - Artigos publicados em periódicos

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback