Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12840

Title: Procedimentos para a identificação de progênies superiores em gerações sucessivas de avaliação na cultura do feijoeiro
Other Titles: Procedures for the identification of the best progenies in successful generations of evaluation in common bean
???metadata.dc.creator???: Lemos, Roxane do Carmo
???metadata.dc.creator.Lattes???: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4366510P3
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Ramalho, Magno Antonio Patto
???metadata.dc.contributor.advisor-co1???: Abreu, Ângela de Fátima Barbosa
???metadata.dc.contributor.referee1???: Pulcinelli, Carlos Eduardo
???metadata.dc.contributor.referee2???: Nunes, José Airton Roderigues
Keywords: Phaseolus vulgaris
Feijão - Seleção recorrente
Feijão - Índice de seleção
Feijão - Melhoramento genético
Beans - Recurrent Selection
Beans - Selection index
Beans - Breeding
???metadata.dc.date.submitted???: 10-Mar-2017
Issue Date: 4-May-2017
???metadata.dc.description.sponsorship???: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Citation: LEMOS, R. do C. Procedimentos para a identificação de progênies superiores em gerações sucessivas de avaliação na cultura do feijoeiro. 2017. 62 p. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Plantas)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2017.
???metadata.dc.description.resumo???: Um dos métodos de condução das populações segregantes do feijoeiro mais utilizados é o Bulk dentro de plantas F2 ou S0. Quando se utiliza esse método no Brasil as progênies são avaliadas em experimentos com repetição desde F2:3 ou S0:1. Essa avaliação continua por quatro ou cinco gerações. Normalmente, a cada geração é realizada a seleção utilizando apenas a informação da geração anterior. Contudo, alguns trabalhos publicados recentemente mostram que se a avaliação for realizada considerando todas as gerações, o ganho com a seleção pode ser maior, principalmente quando se utiliza um índice que envolve a informação da população que originou as progênies. O que não se tem informação é se utilizando os dados de campo a vantagem do índice de seleção se concretiza em gerações futuras, qual a diferença em relação ao emprego apenas das médias e de um índice que considera a herdabilidade entre as populações e a herdabilidade entre progênies dentro de populações. Assim, o objetivo do trabalho foi de comparar três procedimentos de seleção entre gerações sucessivas de avaliação e verificar a coincidência na classificação das progênies identificadas como superiores em gerações passadas e as mesmas progênies em gerações futuras. Adicionalmente, discutir as implicações da interação progênies x ambientes no sucesso com a seleção. Foram utilizadas progênies do ciclo XV de um programa de seleção recorrente do feijoeiro da Universidade Federal de Lavras. Foram avaliadas inicialmente progênies S0:1, oriundas de 19 populações, sendo aproximadamente 23 progênies por população, em um total de 439. Nas geração S0:2 e S0:3 foram avaliadas 322 progênies e na geração S0:4, 79. Os experimentos foram conduzidos em Lavras, MG, Brasil, no período de 2015 e 2016. Os caracteres avaliados foram a produtividade de grãos, as notas de porte e o tipo de grãos. Com os dados obtidos, por geração ou conjunto de gerações, procedeu-se a análise de variância utilizando o método dos quadrados mínimos e estimou-se as médias e os componentes de variância genética e fenotípica. As mesmas análises foram realizadas utilizando modelos mistos, considerando no modelo o efeito de populações para a obtenção dos BLUP’s. Obteve-se também um índice de seleção (ISP) ponderado pela herdabilidade entre populações e herdabilidade dentro das populações. Estimou-se as correlações entre a classificação das progênies utilizando os três procedimentos: as médias, os BLUP’s e o ISP, em uma mesma geração e em gerações sucessivas. Estimou-se também a coincidência das melhores progênies avaliadas em S0:4, com as mesmas progênies nas gerações anteriores pelos três procedimentos. Constatou-se que a classificação das progênies pelos BLUP’s e pelo ISP não diferiu expressivamente do utilizando apenas a média, mesmo quando se consideraram várias gerações na seleção. Qualquer um dos procedimentos utilizados não mitigou de modo efetivo o efeito da interação progênies x ambientes, pois a coincidência na eficiência de seleção de uma ou mais gerações com uma geração futura foi pequena e variou muito pouco entre os procedimentos adotados.
Abstract: Bulk within progenies derived from F2 or S0 plants is one of the most used breeding methods for common bean. When using this method in Brazil the progenies are evaluated in experiments with replications from F2:3 or S0:1. This assessment continues for four or five generations. Usually, the selection made by generation is done based only on previous generation information. However, some papers published recently show that if the evaluation is performed considering all the generations, the selection gain can be greater, especially when using an index that involves the original population information. What is not known is if using field data the advantage of the selection index remains in future generations, what is the difference when only the progenies means are used and when an index that considers the heritability among populations and the heritability among progenies within populations is applied. Thus, the aim with this study was to compare three selection procedures among successive generations of evaluation and to verify the coincidence in the rank of the progenies identified as the best ones in past generations and the same progenies in future generations. Additionally, we discuss the progenies x environments interaction implications selection success. Progenies of the XV cycle of Universidade Federal de Lavras common bean recurrent selection program were used. S0:1 progenies from 19 populations were evaluated, with approximately 23 progenies by population, in a total of 439 progenies. 322 S0:2 and S0:3 progenies and 79 S0:4 progenies were evaluated. The experiments were carried out in Lavras, MG, Brazil, in the period of 2015 and 2016. The evaluated traits were grain yield, plant architecture and grain type. With the data obtained, by generation or set of generations, we performed the analysis of variance using the least squares method and estimated the means and the components of genetic and phenotypic variance. The same analyzes were performed using mixed models, considering in the model the effect of populations to obtain the BLUP's. A selection index (ISP) was also weighted by heritability among populations and heritability within populations. The correlations between the progeny rank were estimated using the three procedures: means, BLUP's and ISP, in the same generation and in successive generations. The coincidence of the best progenies evaluated in S0:4, with the same progenies in previous generations by the three procedures was also estimated. It was found that the progenies rank by BLUP's and the ISP did not differ significantly from the means only, even when considering several generations in the selection. Any of the procedures used did not effectively mitigate the effect of interaction progenies x environments, because the coincidence in the selection efficiency of one or more generations with a future generation was small and there was a little variation between the adopted procedures.
Description: Arquivo retido, a pedido do(a) autor(a), até maio de 2018.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12840
Publisher: Universidade Federal de Lavras
???metadata.dc.language???: por
Appears in Collections:DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

There are no files associated with this item.

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback