Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Artigos publicados em periódicos >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12964

Título: Relações ecológicas entre estratos de uma área restaurada, com 40 anos, Viçosa, MG
Título Alternativo: Ecological relationships between layers of a 40-year-old restored area in Viçosa, state of Minas Gerais, Brazil
Autor(es): Miranda Neto, Aurino
Martins, Sebastião Venâncio
Silva, Kelly de Almeida
Gleriani, José Marinaldo
Assunto: Restauração florestal
Regeneração natural
Banco de sementes
Forest restoration
Natural regeneration
Seed bank
Publicador: Instituto de Florestas da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Data de publicação: 2012
Referência: MIRANDA NETO, A. et al. Relações ecológicas entre estratos de uma área restaurada, com 40 anos, Viçosa, MG. Floresta e Ambiente, Seropédica, v. 19, n. 4, p. 393-404, out./dez. 2012.
Resumo: O objetivo deste trabalho foi avaliar as relações ecológicas entre diferentes estratos de uma área restaurada, em Viçosa-MG. Realizou-se o levantamento florístico do estrato arbóreo, da regeneração natural e do banco de sementes do solo. Comparou-se a composição florística entre os estratos da área restaurada (arbóreo, regeneração, banco de sementes) e entre estes e diversos fragmentos florestais no município, por meio de análise de agrupamento. Comparou-se, pelo teste ANOVA, a classe sucessional e a síndrome de dispersão entre os estratos da área restaurada. O dendrograma obtido distinguiu o banco de sementes dos demais estratos. Não houve similaridade entre a área estudada e os fragmentos florestais em Viçosa. Na distribuição por classe sucessional e síndrome de dispersão, houve diferença significativa entre o banco de sementes e os demais estratos da área restaurada. Os resultados evidenciaram a discrepância da florística do banco de sementes frente aos demais estratos, demonstrando que a área restaurada se encontra em estádio de sucessão mais avançado.
Abstract: The objective of this study was to evaluate the ecological relationships between different layers of a restored area in Viçosa, State of Minas Gerais. A floristic survey of the tree layer, natural regeneration and soil seed bank was carried out. The floristic composition between layers of the restored area (tree layer, regeneration and seed bank) was compared, and this composition was also compared to various forest fragments in the area; the comparisons were made through cluster analysis. The successional class and dispersion syndrome between layers of the restored area were compared by analysis of variance (ANOVA). The dendrogram obtained distinguished the seed bank of the other layers. There was no similarity between the area studied and the forest fragments in Viçosa. In the distribution by successional class and dispersal syndrome, there was significant difference between the seed bank and other layers of the restored area. Results evinced the discrepancy of the seed bank floristic compared to other layers of the forest, proving that the forest area is in a headmost stage of succession.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12964
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DCF - Artigos publicados em periódicos

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
ARTIGO_Relações ecológicas entre estratos de uma área restaurada, com 40 anos, Viçosa, MG.pdf1,17 MBAdobe PDFVer/abrir

Este item está licenciado com Licença Creative Commons
Creative Commons

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback