Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DMV - Departamento de Medicina Veterinária >
DMV - Artigos publicados em periódicos >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12971

Title: Distribuição intraparenquimal da veia porta hepática em coelhos da raça Nova Zelândia branco (Oryctolagus cuniculus)
???metadata.dc.creator???: Birck, Arlei José
Machado, Gilberto Valente
Miglino, Maria Angélica
Birck, Neuza Moreira Marques
Filadelpho, André Luis
Keywords: Coelhos - Fígado
Coelhos - Anatomia
Rabbits - Liver
Rabbits - Anatomy
Publisher: Faculdade de Ensino Superior e Formação Integral
Issue Date: Jan-2012
Citation: BIRCK, A. J. et al. Distribuição intraparenquimal da veia porta hepática em coelhos da raça Nova Zelândia branco (Oryctolagus cuniculus). Revista Científica Eletrônica de Medicina Veterinária, Garça, n. 18, jan. 2012. Não Paginado.
???metadata.dc.description.resumo???: Foram utilizados 20 fígados de coelhos adultos, esses fígados tiveram a sua veia porta canulada, no sentido do fígado, onde foi injetada uma solução corada de Neoprene látex, utilizando-se seringa descartável e sob pressão manual moderada, até que se confirmasse visualmente a total repleção daquele sistema venoso. Após esses procedimentos os fígados foram dispostos em uma bandeja contendo solução aquosa de formaldeido a 10%, por um período mínimo de 72 horas. A veia porta em sua trajetória intraparenquimal não se observou comportamento subdivisional que pudesse ser registrado como bifurcação, trifurcação, ou outros, mas sim subdivisões da veia porta, destinadas especificamente aos lobos hepáticos, ou parte deles. O primeiro ramo da veia porta é, mais freqüentemente, destinado ao processo caudado do lobo caudado; em seguida um delgado ramo é destinado ao processo papilar daquele lobo. O segundo ramo calibroso da veia porta hepática é mais freqüentemente, destinado ao lobo direito do fígado. A veia porta hepática emite ramos destinados dorsal e ventralmente, tais como um tronco cujos ramos se distribuem no parênquima do lobo esquerdo e um tronco que, orienta-se ventralmente, emite ramos para o lobo esquerdo, medial esquerdo e quadrado. Este último tronco recebe ainda ramos venosos provenientes da vesícula biliar. A distribuição dos ramos segmentares possibilita o estabelecimento de segmentos hepáticos.
Abstract: We used the livers of 20 rabbits, these livers had their portal vein cannuled in the direction of the liver, where it was injected a colored solution of neoprene latex, using disposable syringe and moderate manual pressure until they confirm, visually repletion that total venous system. After these procedures the livers were placed in a tray containing an aqueous solution of formaldehyde 10% for a minimum of 72 hours. The portal vein in his career there was no intraparenchymal, sub divisional behavior that could be registered as bifurcation, trifurcation, or others, but subdivisions of the portal vein, hepatic lobes designed specifically to, or part thereof. The first branch of portal vein is more often the case for the caudate lobe caudate, then a slender branch is intended that the process papillary wolf. The second branch of the hepatic portal vein caliber is more often for the right lobe of the liver. The hepatic portal vein sends branches for the dorsal and ventral, such as a trunk whose branches are distributed in the parenchyma of the left lobe and a trunk that is oriented ventrally, sends branches to the left lobe, left medial and square. This last trunk also receives venous branches from the gallbladder. The distribution of segmental allows the establishment of liver segments.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12971
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DMV - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ARTIGO_Distribuição intraparenquimal da veia porta hepática em coelhos da raça Nova Zelândia branco (Oryctolagus cuniculus).pdf321.65 kBAdobe PDFView/Open

This item is licensed under a Creative Commons License
Creative Commons

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback