Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Artigos publicados em periódicos >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1299

Título: Enraizamento de estacas de Coffea arabica L. em estufim
Título Alternativo: Rooting of Coffea arabica L. cuttings in plastic propagator box
Autor(es): Pereira, André Barretto
Ribeiro, Lílian de Sousa
Pasqual, Moacir
Maciel, Anna Lygia de Rezende
Mendes, Antônio Nazareno Guimarães
Assunto: Café
Propagação vegetativa
Clonagem
Coffe
Vegetative propagation
Cloning
Data de publicação: 2002
Referência: PEREIRA, A. B. et al. Enraizamento de estacas de Coffea arabica L. em estufim. Revista Agrotrópica, [S.l.], v. 14, n. 3, p. 91-96, 2002.
Resumo: A propagação vegetativa em escala comercial através do enraizamento de estacas é uma alternativa viável para a multiplicação de clones selecionados produzidos através de hibridação de café. Neste trabalho, buscou-se substituir o uso de estufas com sistemas automáticos de nebulização intermitente para viveiros comuns para produção de mudas de café por estaquia. O experimento na 1ª fase foi instalado num estufim plástico de 1,5 x 1 x 0,90 m, com leito de areia. Na 2ª fase após aplicação dos tratamentos (7, 14, 21, 28, 35, 42, 49 e 56 dias), as estacas foram repicadas para tubetes e colocadas em um viveiro comum. Utilizaram-se estacas herbáceas, oriundas de brotações de ramos ortotrópicos, que, depois de preparadas, ficaram com um nó com 8-10 cm de comprimento e um par de folhas reduzidas a um terço do seu tamanho. Utilizou-se o delineamento em blocos casualizados, com três repetições. Após 150 dias, avaliaram-se as seguintes características: percentagem de estacas vivas, número médio de brotações, comprimento médio de brotações, peso da matéria seca de brotações, percentagem de estacas enraizadas, número médio de raízes e peso da matéria seca das raízes. A utilização de estufim para enraizamento de estacas de café é uma alternativa tecnicamente viável. O período de 35 dias mostrou-se ideal para permanência das estacas no estufim.
Abstract: The vegetative propagation through rooting cuttings are a viable alternative for the multiplication of clones of coffee hybrids in commercial scale The objective of this work was to substitute the use of greenhouses with automatic irrigation for rooting of Coffea arabica L. cuttings. The experiment was installed in a 1,5 x 1 x 0,90 m plastic propagator box with sand. The cuttings were transferred later to a common nursery. Herbaceous cuttings from orthotropics branches, with one bud, two leaves reduced to 1/3 of its size and 8-10 cm length were planted directly in the nursery and in the plastic propagator box. The cuttings stayed in the plastic propagator box for different periods (7, 14, 21, 28, 35, 42, 49 and 56 days). The statistical design was randomized blocks with three reps. The following characteristics were evaluated after 150 days: cutting survival, sprout number, sprout length, sprout dry weight, rooted cuttings, roots number and root dry weight. The use of the plastic propagator box for rooting of C. arabica L. cuttings is a technically viable alternative. Better rooting of C. arabica L. is registered when cuttings stay in the plastic propagator box for 35 days.
URI: http://www.ceplac.gov.br/paginas/agrotropica/index.asp
http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1299
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAG - Artigos publicados em periódicos

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback