Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Artigos publicados em periódicos >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12990

Título: Estrato de regeneração natural de um trecho de floresta estacional semidecidual, Viçosa, MG
Título Alternativo: Natural regeneration layer of a semideciduous forest fragment in Viçosa, Minas Gerais state, Brazil
Autor(es): Franco, Brena Karina Siqueira
Martins, Sebastião Venâncio
Faria, Patrícia Carneiro Lobo
Ribeiro, Guido Assunção
Miranda Neto, Aurino
Assunto: Sub-bosque
Similaridade florística
Fitossociologia
Understory
Floristic similarity
Phytosociology
Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Data de publicação: 2014
Referência: FRANCO, B. K. S. et al. Estrato de regeneração natural de um trecho de floresta estacional semidecidual, Viçosa, MG. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 38, n. 1, jan./fev. 2014.
Resumo: Este estudo foi realizado na Mata da Praça de Esportes, situada no Campus da UFV, em Viçosa, MG, com 10,65 ha em regeneração há 75 anos. Foram estabelecidos quatro transectos paralelos de 3 x 50 m, espaçados por 3 m e subdivididos em 10 parcelas de 3 x 5 m cada. A amostragem do estrato de regeneração natural incluiu todos os indivíduos com altura ≥ 0,3 m e com DAP < 5 cm. Calcularam-se os parâmetros fitossociológicos, e realizou-se a classificação quanto à classe sucessional e à síndrome de dispersão. Comparou-se a composição florística entre a área estudada e diversos levantamentos florísticos de regeneração na região de Viçosa, MG, por meio de análise de agrupamento. Foram obtidas 30 famílias e 84 espécies. As espécies mais importantes foram Coffea arabica, Siparuna guianensis, Psychotria sessilis e Erythroxylum pelleterianum. Houve predomínio da classe sucessional secundária tardia (49,3% dos indivíduos) e da síndrome de dispersão zoocórica (91,6% dos indivíduos). Não houve similaridade florística entre o trecho de floresta estudada e os demais fragmentos florestais da região. A predominância da síndrome de dispersão zoocórica no estrato de regeneração natural é fator importante para a continuidade da manutenção de animais frugívoros na área. A riqueza florística e a abundância de espécies secundárias tardias são fortes indicativos de que o ambiente estudado está oferecendo condições ecológicas adequadas ao desenvolvimento dessas espécies, permitindo, assim, o avanço da sucessão secundária.
Abstract: The present study was carried out at Praça de Esportes Forest, located on the campus of the Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, Minas Gerais State. The fragment consists of a 10.65 ha forest in regeneration for 75 years. Four parallel transects mesuring 3 x 50 m, spaced 3 m, and divided into 10 plots of 3 x 5 m each were set for analysis. Sampling of natural regeneration layer included all individuals with height ≥0.3 m and DBH < 5 cm. We calculated the phytosociological parameters and classified the fragments into successional class and dispersion syndrome. The floristic composition was compared with several studies of regeneration in Viçosa, through cluster analysis. After analysis, we observed the occurrence of 30 families and 84 species, which the most important were Coffea arabica, Siparuna guianensis, Psychotria sessilisandErythroxylum pelleterianum. The late secondary successional class was the most representative (49.3% of individuals), and 91.6% of individuals presented dispersion syndrome zoochorous. No floristic similarity was observed between the studied area and other forest fragments of the region. The predominance of dispersion syndrome zoochorous in natural regeneration is an important factor to the continued maintenance of frugivorous in the area. The floristic richness and abundance of late secondary species are strong indications that the environment studied is offering ecological conditions suitable for the development of these species, thus allowing the advancement of secondary succession.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12990
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DCF - Artigos publicados em periódicos

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
ARTIGO_Estrato de regeneração natural de um trecho de floresta estacional semidecidual, Viçosa, MG.pdf197,03 kBAdobe PDFVer/abrir

Este item está licenciado com Licença Creative Commons
Creative Commons

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback