Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/13041
Título: Percepção socioambiental como instrumento de análise para implantação do ecoturismo em unidades de conservação
Título(s) alternativo(s): Socio-environmental perception as an instrument of analysis for the implementation of ecotourism in protected area
Autor : Cândido, Vinícius Alves
Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4361863P6
Primeiro orientador: Fontes, Marco Aurélio Leite
Primeiro membro da banca: Pinto, Lilian Vilela Andrade
Segundo membro da banca: Macedo, Renato Luiz Grisi
Palavras-chave: Meio ambiente
Ecoturismo
Conflitos socioambientais
Unidades de conservação
Environment
Socioenvironmental conflicts
Ecotourism
Conservation units
Data da publicação: 22-Mai-2017
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: CÂNDIDO, V. A. Percepção socioambiental como instrumento de análise para implantação do Ecoturismo em Unidades de Conservação. 2017. 89 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2017.
Resumo: As unidades de conservação são espaços destinados para preservação e conservação da biodiversidade a fim de contribuir com o meio ambiente e para a sociedade. A percepção ambiental da comunidade local pode ser utilizada como indicador socioambiental para conhecer a relação dos moradores com o meio ambiente, possibilitando assim, traçar estratégicas para planejamento e gestão ambiental. A atividade turística em seus diferentes segmentos é apontada como atividade compatível com os objetivos de conservação e para geração de emprego e renda em unidades de conservação. Neste contexto, o objetivo do presente estudo foi verificar a viabilidade socioambiental do ecoturismo, em um Parque ainda fechado oficialmente à atividade, do ponto de vista da comunidade local vizinha à área, assim como o reconhecimento de vocações, potencialidades, participação e expectativas sobre a atividade. O estudo de caso baseia-se em uma abordagem descritiva, com análise qualitativa, utilizando para tratamento dos dados técnica para análise de conteúdo. A área do estudo está localizada no município de Itamonte, no bairro Vargem Grande situado no entorno do Parque Estadual da Serra do Papagaio no sul do estado de Minas Gerais. A pesquisa buscou pessoas específicas baseados na sua experiência ou conhecimento do tema, por meio do uso do método “bola de neve” para seleção dos atores chaves. A coleta das informações para pesquisa foi por meio da aplicação do questionário semiestruturado contendo treze perguntas norteadoras. Os dados foram tratados a partir da análise temática. A desapropriação é motivo de queixa constante por parte dos moradores. A solução encontrada por duas famílias foi à hospedagem turística. A comunidade não recebe capacitação. A falta de comunicação causa insegurança sobre o destino das famílias. A participação da comunidade local na Gestão do Parque Estadual da Serra do Papagaio é realizada por meio do Conselho Consultivo, entretanto esse espaço não é considerado como ferramenta eficaz para solucionar os problemas encontrados pela comunidade. Os moradores manifestaram interesse pela atividade turística, porém demonstraram não conhecer o segmento do ecoturismo, não evidenciando as vocações da área, suas potencialidades e expectativas.
Abstract: Protecd Area are areas destined to the preservation and conservation of biodiversity in order to contribute with the environment and society. The environmental perception of local community can be used as socioenvironmental indicator to understand the relation of the residents with the environment, thus allowing us to stipulate strategies for environmental planning and management. The different segments of tourism activities are considered compatible with the objectives of conservation and with the generation of employment and income in Protecd Area. In this context, the objective of this study was to verify the socioenvironmental feasibility of ecotourism in a Park still officially closed to activity, from the perspective of the local community of the area, as well as the acknowledgement of vocations, potentials, participation and expectations regarding the activity. The case study is based on a descriptive approach, with qualitative analysis, using content analysis for data treatment. The studied area is located in the municipality of Itamonte, southern Minas Gerais, Brazil, in the Vargem Grande neighbourhood, near the Serra do Papagaio State Park. The research sought specific individuals based on their experience or knowledge of the theme, by means of the snowball sampling for selecting key actors. The collection of the information for the research was done by means of the application of semi-structured questionnaires containing thirteen guide questions. The data were treated with theme analysis. Expropriation was the most consistent complaint made by the residents. The solution found by two families was tourism hosting. The community does not receive training. The lack of communication cases insecurity concerning the destination of the families. The participation of the local community on the management of the Serra do Papagaio State Park is done by means of Advisory Council, however, this is not considered an effective tool to solve the issues found by the community. The residents showed interest in the tourism activity, however, they show no knowledge regarding ecotourism, lacking the vocations, potentials and expectations of field.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/13041
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.