Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DEN - Departamento de Entomologia >
DEN - Programa de Pós-graduação >
DEN - Entomologia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/13276

Título: Identificação e atuação dos galhadores de Gochnatia barrosoae Cabrera (Asteraceae) em área de cerrado stricto sensu
Autor(es): Faria, Fernanda Aparecida
Lattes: http://lattes.cnpq.br/9517196214732788
Orientador: Hermes, Marcel Gustavo
Coorientador: Frieiro-Costa, Fernando Antônio
Membro da banca: Fernandes, Sheila Patrícia Carvalho
Membro da banca: Silveira, Luís Cláudio Paterno
Assunto: Plantas – Galhas
Inseto parasito
Plants – Galls
Parasitic insects
Cecidomyiidae
Asteraceae
Data de Defesa: 26-Abr-2017
Data de publicação: 28-Jun-2017
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: FARIA, F. A. Identificação e atuação dos galhadores de Gochnatia barrosoae Cabrera (Asteraceae) em área de cerrado stricto sensu. 2017. 43 p. Dissertação (Mestrado em Entomologia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2017.
Resumo: As galhas são complexas estruturas causadas nas plantas devido à ação de diversos organismos como vírus, bactérias, fungos, nematoides, insetos e ácaros. Dentre eles podemos destacar os insetos como os principais indutores, obtendo alimento, proteção física contra os extremos ambientais e contra os inimigos naturais. Esse grupo de herbívoros sofisticados suplantam as defesas químicas e físicas dos vegetais e, com a liberação de compostos químicos, estimulam a proliferação e diferenciação do seu tecido meristemático. As galhas podem estar presentes desde as raízes até a extremidade apical, entretanto são mais comuns em folhas e ramos. Devido ao fato de atuarem como fortes drenos e competirem por assimilados, na maioria dos casos a formação das galhas tem efeitos deletérios sobre a planta hospedeira. Dentre as várias famílias vegetais que apresentaram galhas, Asteraceae é uma das mais utilizada pelos indutores. Em cerrado stricto sensu são encontrados inúmeros exemplares da espécie Gochnatia barrosoae Cabrera (Asteraceae) que apresentam galhas globulosas, pilosas, amarelas e de fácil visualização. Objetivou-se então verificar qual é a fauna associadas às galhas de G. barrosoae, bem como o padrão de ocorrência desses insetos galhadores e os fatores que influenciam no seu ciclo de vida. Para isso a pesquisa foi realizada durante dois anos 2012/2013, para cada ano 100 plantas foram marcadas de modo arbitrário, nas plantas com galhas foram colocadas armadilhas englobando as galhas, que permitiram a obtenção dos insetos associados. Dados meteorológicos cedidos pelo Departamento de Engenharia Núcleo de Agrometeorologia e Climatologia (UFLA), foram utilizados a fim de avaliar a influencia dos fatores climáticos. As galhas de G. barrosoae são induzidas por Asphondylia sp. (Diptera: Cecidomyiidae), e estes são mais abundantes na transição da estação seca para a chuvosa quando a planta hospedeira emite novas folhas e a temperatura é mais amena, ficando protegidos nas galhas durante o verão quando a precipitação aumenta. Outros insetos também foram encontrados, compondo a guilda dos parasitóides e dos inquilinos. Os primeiros foram representados exclusivamente por Hymenoptera (Eulophidade, Eurytomidae e Torymidae) e os segundos por Coleoptera, Lepidoptera e Hymenoptera (Formicidae).
Abstract: The galls are complex structures caused in plants due to the action of various organisms such as viruses, bacteria, fungi, insects and mites nematodes. Among them we can highlight the bugs as the main inducers, obtaining food, physical protection against environmental extremes and against natural enemies. This group of sophisticated herbivores supersede chemical and physical defenses of plants and, with the release of chemical compounds, stimulate the proliferation and differentiation of your meristem tissue. The galls may be present from the roots until the apical end, however are more common in leaves and branches. Due to the fact act as strong drains and compete for assimilated, in most cases the formation of galls have deleterious effects on the host plant. Among the various plant families that presented galls, Asteraceae, is one of the most used for inducers. In cerrado strictu sensu are found numerous examples of species Gochnatia barrosoae Cabrera (Asteraceae) that present globoids hairy, yellow galls and easy viewing. The objective then was check what is the fauna associated with galls of G. barrosoae, as well as the pattern of occurrence of these gall forming insects and the factors that influence on your life cycle. The survey was conducted over a two-year 2012/2013, for each year 100 plants were marked in arbitrary mode, in plants with galls were placed traps including the galls, which allowed the obtaining of insects associated with then. Weather data provided by the Departamento de Engenharia Núcleo de Agrometeorologia e Climatologia (UFLA) were used to assess the influence of climatic factors. The galls of G. barrosoae are induced by Asphondylia sp. (Diptera: Cecidomyiidae), and these are more abundant in the transition from the dry season to the rainy season when the host plant emits new leaves and the temperature is cooler, getting protected in the galls during the summer when rainfall increases. Other insects have also been found, composing the guild of Parasitoids and inquilines. The former were represented solely by Hymenoptera (Eulophidade, Eurytomidae and Torymidae) and the second for Coleoptera, Lepidoptera and Hymenoptera (Formicidae).
Informações adicionais: Arquivo retido, a pedido da autora, até julho de 2018.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/13276
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DEN - Entomologia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback