Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Artigos publicados em periódicos >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/13339

Title: Alterações fisiológicas e bioquímicas durante o armazenamento de sementes de Tabebuia serratifolia
Other Titles: Physiological and biochemical properties changes during storage of Tabebuia Serratifolia seeds
???metadata.dc.creator???: Silva, Débora Gabriela
Carvalho, Maria Laene Moreira de
Nery, Marcela Carlota
Oliveira, Luciana Magda de
Caldeira, Carla Massimo
Keywords: Sementes - Armazenamento
Sementes - Alterações fisiológicas
Sementes - Alterações bioquímicas
Ipê amarelo
Seeds - Storage
Seeds - Physiological changes
Seeds - Biochemical changes
Yellow ipê
Publisher: Universidade Federal de Lavras
Issue Date: Jan-2011
Citation: SILVA, D. G. et al. Alterações fisiológicas e bioquímicas durante o armazenamento de sementes de Tabebuia serratifolia. Cerne, Lavras, v. 17, n. 1, p. 1-7, jan./mar.
???metadata.dc.description.resumo???: A espécie Tabebuia serratifolia (ipê-amarelo) é utilizada para refl orestamento de áreas degradadas, além de possuir propriedades medicinais e madeireiras. Sua propagação é por sementes, as quais podem apresentar problemas de conservação, como alterações no seu potencial fi siológico ao longo do armazenamento. Para investigar a ocorrência dessas alterações fi siológicas e bioquímicas de sementes de ipê-amarelo, durante o armazenamento sob condições de câmara fria e ambiente, foram realizadas avaliações trimestrais da germinação, viabilidade, vigor, teor de água, de polifenóis e proteínas resistentes ao calor, em sementes armazenadas por doze meses. Para sementes armazenadas em câmara fria foram observados resultados superiores de germinação e vigor quando comparados com os obtidos na condição ambiente. Ocorreram decréscimos nos teores de polifenóis ao longo do armazenamento, já as proteínas resistentes ao calor mantiveram a mesma intensidade de bandas. Na condição ambiente, a germinação torna-se nula aos nove meses; enquanto que, em câmara fria, as sementes permanecem viáveis durante 12 meses de armazenamento.
Abstract: The species Tabebuia serratifolia (ipê amarelo) is used for reclamation of degraded areas, in addition it possess medicinal and timber properties. Its propagation is by seeds, which present problems of conservation, as changes in the percentage of germination throughout the storage. To investigate the possible changes in some physiological and biochemistry behaviors of “ipê-amarelo” seeds during the storage the germination, viability, vigor, protein content of resistant to heat and polyphenols were evaluated. The seeds were stored under environmental and cold chamber conditions for 12 months. Evaluations were made every 3 months. For seeds stored in cold chamber higher germination and vigor were observed as compared to the environmental condition. There were decreases in the levels of polyphenols during storage, but the heat shock proteins kept the same intensity of bands. In the environmental condition the germination becomes null on the 9th month, while in cold chamber the seeds remain viable during the 12 months of storage.
URI: http://www.scielo.br/pdf/cerne/v17n1/v17n1a01.pdf
http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/13339
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DAG - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:

There are no files associated with this item.

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback