Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1339
Título: Caracterização morfológica e citométrica de genótipos e resposta de silício no cultivo in vitro de antúrio
Autor : Dias, Gabrielen de Maria Gomes
Primeiro orientador: Pasqual, Moacir
Primeiro membro da banca: Silva, Adriano Bortolotti da
Alves, Eduardo
Castro, Evaristo Moura de
Pio, Leila Aparecida Salles
Área de concentração: Produção Vegetal
Palavras-chave: Anthurium spp.
Araceae
Silicato
Cultura de tecido
Micropropagação
Tissue culture
Silicate
Data da publicação: 2013
Agência(s) de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: DIAS, G. de M. G. Caracterização morfológica e citométrica de genótipos e resposta de silício no cultivo in vitro de antúrio. 2013. 117 p. Tese (Doutorado em Produção Vegetal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
Resumo: O presente trabalho foi realizado com o objetivo de caracterizar 12 genótipos de Anthurium, por anatomia e citometria, e avaliar fontes e concentrações de silício na micropropagação de Anthurium adreaenum cv. Rubi, por meio de análises fitotécnicas, morfofisiológicas, ultraestruturais e anatômicas. Os experimentos foram conduzidos em delineamento inteiramente casualizado com 3 repetições (3 folhas/espécie). As análises de citometria de fluxo permitiram a diferenciação entre as espécies A. andraeanum, A. affine, A. bomplandii, A. gracile e o híbrido (A. lidimanianum x A. guianesis), bem como aproximou o grupo A. raimundii, plowmanii e jemanii do A. sp. IFT 258, em todas as análises. As espécies de Anthurium mostraram-se pouco distintas quanto à anatomia da folha, diferenciando apenas algumas espécies, A. bomplandii e o híbrido (A. lidimanianum x A. guianesis). A análise de agrupamento possibilitou a aproximação das espécies A. raimundii e A. affine, A. bomplandii e A. gracile, A. jemani e A. plowmanii, e as cultivares Astral e Rubi (A. adraeanum), e isolou o híbrido (A. lidimanianum x A. guianesis). Devido à anormalidade das plântulas nas fontes de silicato de cálcio e potássio, foram utilizados apenas dados obtidos pela fonte de silicato de sódio. O uso de silício no meio de cultura proporcionou maior teor de clorofila. Como também, maior crescimento em (número de folhas, massa seca da parte aérea e comprimento da parte aérea) na presença de silicato de sódio. Na anatomia, a densidade estomática, o meio com 1,0 mg L-1 de silicato de sódio, foi o que apresentou maior número de estômatos. As concentrações de silicato de sódio demonstraram diferenças significativas para a taxa fotossintética, taxa transpiratória e condutância estomática. Já para concentração interna de CO2 e razão entre concentrações interna e externa de CO2, não houve diferença. A fonte de silício e a concentração têm que ser consideradas para evitar anomalias nas plântulas in vitro. O uso de silicato promoveu o aumento de massa seca em antúrio. Maior teor de clorofila foi obtido quando as plântulas de antúrio foram cultivadas em meio suplementado com silicato de sódio. O uso de silicato de sódio no meio de cultura proporcionou melhor qualidade de plântulas de antúrio cv. Rubi. A disponibilidade de silício no meio de cultura foi proporcional à sua absorção pelas plântulas de antúrio. A adição de silicato de sódio resultou no aumento da deposição de cera epicuticular e na formação de estruturas de depósito de reserva de cálcio em plântulas de antúrio. Em condições in vitro, a adição de silicato de sódio ao meio de cultura afetou o aparato fotossintético. Antúrio cv. Rubi tem características anatômicas e fisiológicas que contribuem para a sobrevivência em ambiente ex vitro.
This study aimed to characterize 12 genotypes Anthurium, for anatomy and flow cytometry, and evaluate sources and concentrations of silicon in the micropropagation of Anthurium adreaenum cv. Rubi, through analysis phytotechnical, morphophysiological, ultrastructural and anatomical. The experiments were conducted in a completely randomized design with three replications (3 sheets / species). The flow cytometric analysis allowed the differentiation between the species A. andraeanum, A. affine, A. bomplandii, A. gracile and hybrid (A. guianesis x A. lidimanianum) and approached group A. raimundii, plowmanii and jemanii, A. sp. IFT 258 in all analyzes. The species of anthurium proved to be somewhat different as to the anatomy of the sheet, differing only some species A. bomplandii and hybrid (A. guianesis x A. lidimanianum). Cluster analysis allowed the approximation of species A. raimundii and A. affine, A. bomplandii and A. gracile, A. jemani and A. plowmanii and cultivars Astral and Rubi (A. adraeanum), and isolated hybrid (A. guianesis x A. lidimanianum). Due to the abnormality in the seedling sources of calcium and potassium silicate, only data obtained were the source of sodium silicate. The use of silicon in the culture medium showed higher chlorophyll content. Have higher growth (number of leaves, dry weight of shoots and shoot length) in the presence of sodium silicate. In anatomy, stomatal density, the medium with 1.0 mg L- 1 sodium silicate, showed the greatest number of stomata. The concentrations of sodium silicate showed significant differences for photosynthetic rate, transpiration rate, stomatal conductance, as to internal CO2 concentration and ratio between internal and external concentrations of CO2, there was no difference. The source and the concentration of silicon must be considered to avoid defects to the seedlings in vitro. The use of silicate promoted an increase in dry mass anthurium. Higher chlorophyll content was obtained when the seedlings are grown anthurium in medium supplemented with sodium silicate. The use of sodium silicate in the culture medium yielded better quality of anthurium seedlings cv. Rubi. The availability of silicon in the culture medium is proportional to its absorption by anthurium seedlings cv. Rubi. The addition of sodium silicate resulted in increased epicuticular wax deposition and formation of structures reservation deposit of calcium anthurium seedlings. Under in vitro conditions, the addition of sodium silicate to the culture medium affect the photosynthetic apparatus. Anthurium cv. Rubi has anatomical and physiological characteristics that contribute to the survival ex vitro.
metadata.teses.dc.description: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fitotecnia, área de concentração em Produção Vegetal, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1339
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.