Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/13438
Título: Atividade antioxidante e antimicrobiana de extratos de Pereskia Grandfolia Haw
Título(s) alternativo(s): Antioxidant and antimicrobial activity of extracts of Pereskia Grandfolia Haw
Autor : Vicente, Nelma Ferreira de Paula
Lattes: http://lattes.cnpq.br/4057985752747853
Primeiro orientador: Sousa, Raimundo Vicente de
Primeiro coorientador: Piccoli, Roberta Hilsdorf
Primeiro membro da banca: Sousa, Raimundo Vicente de
Segundo membro da banca: Piccoli, Roberta Hilsdorf
Terceiro membro da banca: Paula, Ana Cardoso Clemente Filha Ferreira de
Palavras-chave: Agentes antimicrobianos
Ora-pro-nóbis - Atividade antioxidante
Ora-pro-nóbis - Atividade antibacteriana
Antimicrobiano natural
Antimicrobial Agents
Ora-pro-nóbis - Antioxidant activity
Ora-pro-nóbis - Antibacterial activity
Natural antimicrobial
Data da publicação: 21-Jul-2017
Agência(s) de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Referência: VICENTE, N. F. de P. Atividade antioxidante e antimicrobiana de extratos de Pereskia Grandfolia Haw. 2017. 57 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Plantas medicinais, Aromáticas e Condimentares)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2017.
Resumo: A pesquisa de novos agentes antimicrobianos se faz necessária devido ao surgimento de microrganismos resistentes. Assim, há a necessidade de agentes que tenham mecanismos de ação diferentes aos fármacos e que possam contribuir significativamente para o desenvolvimento do campo da saúde em nível mundial, objetivando encontrar substâncias mais eficazes e menos tóxicas. Sabe-se que algumas substâncias produzidas pelas plantas podem ter ação no organismo humano e, se utilizadas de maneira correta, podem atuar com benefícios medicinais, seja preventivo, paliativo ou curativo. Dentre tantas espécies vegetais que são pouco estudadas quanto às suas atividades antioxidantes e biológicas, Pereskia grandifolia Haw., pertencente à família Cactaceae, conhecida popularmente como ora-pronóbis, se destaca por apresentar propriedades terapêuticas e nutricionais conhecidas. Diante do exposto, o trabalho foi realizado com objetivo de avaliar a atividade de extratos de Pereskia grandifolia Haw., obtidos por métodos diferentes de extração, em relação a análises fitoquímicas e biológicas sobre Staphylococcus aureus e Pseudomonas aeruginosa. As plantas de Pereskia grandifolia Haw. foram coletadas no Horto de Plantas Medicinais da Universidade Federal de Lavras e em suas folhas foi determinado o teor de umidade. Foram preparados os extratos aquoso de refluxo, aquoso de sonicação, etanólico de refluxo e etanólico de sonicação, e, posteriormente, determinado o pH dos extratos, bem como o rendimento extrativo. Para avaliar a atividade antioxidante dos extratos foram realizadas análises como determinação de fenóis totais, quantificação de flavonoides totais e quantificação dos di-hidroflavonoides totais. A capacidade antioxidante total foi observada por meio do sequestro do radical livre 2,2-difenil-1-picril-hidrazil (DPPH), bem como a determinação de poder quelante e a determinação de poder redutor. A quantidade de fenóis totais nos extratos examinados variou de 0,63±0,47 a 9,88±4,25 mg EAG/g planta seca. Os resultados indicaram que a maior recuperação de flavonas e flavonóis totais foi obtida por refluxo com etanol a 70% (0,57±0,11 mgQE/g folha seca), seguida pelo solvente água (0,26±0,11 mgQE/g folha seca). As concentrações de flavanonas/di-hidroflavonóis totais variou de acordo com o solvente e o método utilizado para a extração. A quantidade variou de 4,04±2,16 a 15,27±3,26 mg NE/g folha seca. Para avaliar a atividade antibacteriana in vitro dos extratos de Pereskia grandifolia Haw. Sobre Pseudomonas aeruginosa e Staphylococcus aureus foi determinada a concentração mínima bactericida (CMB) e a sensibilidade a antibióticos. Todos os extratos obtidos da Pereskia grandifolia Haw. foram inibitórios para os microrganismos estudados, sendo o aquoso obtidopor refluxo e, por sonicação, os que apresentaram maior halo de inibição. No entanto, quando determinada a CMB, apenas o extrato etanólico de ora-pro-nóbis foi eficaz. Os resultados deste estudo apontam a eficácia da atividade antioxidante e antibacteriana in vitro dos diferentes extratos obtidos da Pereskia grandifolia Haw.,reforçando a importância medicinal desta espécie e incentivando a busca por novos estudos.
Abstract: The research of new antimicrobial agents is necessary due to the emergence of resistant microorganisms. Thus, there is a need for agents that have mechanisms of action different from drugs and that can contribute significantly to the development of health worldwide, with the objective of finding more effective and less toxic substances. It is known that some substances produced by plants can have action in the human body and, if used correctly, can act with medicinal benefits, be they preventive, palliative or curative. Among so many plant species that are little studied in relation to antioxidant and biological activities, Pereskia grandifolia Haw. belonging to the family Cactaceae, popularly known as ora-pro-nóbis, stands out for having known therapeutic and nutritional properties. The objective of this work was to evaluate the activity of extracts of Pereskia grandifolia Haw.obtained by different methods of extraction in relation to phytochemical and biological analyzes on Staphylococcus aureus and Pseudomonas aeruginosa. As Pereskia grandifolia Haw. Were collected in the Medicinal Plants Garden of the Federal University of Lavras and in the leaves the moisture content was determined. The aqueous refluxing, sonication, ethanolic refluxing and ethanolic sonication extracts were made and subsequently the pH of the extracts and the extractive yield were determined. To evaluate the antioxidant activity of the extracts were carried out analyzes such as determination of total phenols, quantification of total flavonoids, and quantification of total dihydroflavonoids. In addition to these analyzes, total antioxidant capacity was observed by sequestration of the 2,2-diphenyl-1-picryl-hydrazyl (DPPH) free radical and the chelating power and reducing power were determined. To evaluate the in vitro antibacterial activity of extracts of Pereskia grandifolia Haw. Against Pseudomonas aeruginosa and Staphylococcus aureus the Minimum Bactericidal Concentration (CMB) and sensitivity to antibiotics were determined. In relation to the phytochemical analyzes, the ethanol extract obtained by reflux showed a higher amount of phenols and flavonoids and a better antioxidant capacity. And in relation to the antibacterial activity all the extracts obtained from Pereskia grandifolia Haw. inhibited the growth of the microorganisms. Aqueous reflux and sonication extract shows greater inhibition halo. However, when the CMB was determined only the ethanolic extract of ora-pro-nobis was effective. The results of this study indicate the effectiveness of the antioxidant and antibacterial activity of the different extracts obtained from Pereskia grandifolia Haw. reinforcing the medicinal importance of this species, and encouraging the search for new studies.
metadata.teses.dc.description: Arquivo retido, a pedido da autora, até julho de 2018.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/13438
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DAG - Plantas Medicinais, Aromáticas e Condimentares - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.