Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/13450
Título: Comportamento de 12 espécies arbóreas em recuperação de área degradada pela extração de areia
Autor : Souza, Patrícia Aparecida de
Primeiro orientador: Venturin, Nelson
Primeiro membro da banca: Macedo, Renato Luiz Grisi
Segundo membro da banca: Alvarenga, Maria Inês Nogueira
Palavras-chave: Área degradada
Área degradada
Espécie arbórea
Regeneração natural
Índice de recobrimento do solo
Data da publicação: 31-Jul-2017
Referência: SOUZA, P. A. Comportamento de 12 espécies arbóreas em recuperação de área degradada pela extração de areia. 2000. 92 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2000.
Resumo: ? Presente trabalho foi realizado na fazenda Monte Alegre, no município de Ribeirão Vermelho, MG, Brasil, onde observam-se resquícios de floresta tropical subperenifólia, subcaducifólia e cerrado. Ao longo das margens do Rio Grande verifica-se apresença de pequenas manchas de mata ciliar em avançado estado de degradação, principalmente pelas atividades de extração mineral (areia ecascalho). Visando amenizar os impactos causados por esta atividade, realizouse este trabalho com os seguintes objetivos: testar espécies arbóreas para a recuperação de áreas degradadas pela extração de areia no município de Ribeirão Vermelho, MG; avaliar aregeneração natural para levantar as espécies com potencial de utilização na recomposição das áreas degradadas pela extração de areia e avaliar o índice de recobrimento do solo (%).0 experimento foi implantado no espaçamento 3,0 x 1,5 m(3 mentre as covas e 1,5 mentre os sulcos), utilizando 12 espécies, distribuídas em sistema quincôncio. As adubações variaram em diferentes níveis de fósforo (100, 200, e400 gP/cova) escolhidos após realização de análise química do solo, sendo a fonte de P o superfosfafo simples. O delineamento estatístico adotado foi o de blocos casualizados, com fatorial 12 x3 (12 espécies x3 adubações), com um total de 36 tratamentos e3repetições. Oexperimento constou de 108 parcelas amostrais A interação espécies e adubações não foi significativa. Para as avaliações utüizaram-se as médias dos tratamentos. Dois anos após o plantio, concluiu-se que: aárea degradada pela extração de areia está sendo recuperada eas espécies estão se desenvolvendo de forma a acompanhar a sucessão (secundária pioneiras, clímax exigente de luz e clímax tolerantes à sombra, exceto as pioneiras couvilha e ipê-mirim); ainda que de forma preliminar, foi possível determinar as espécies mais promissoras quanto ao crescimento médio em altura (Schinus terebinthifolius aAcácia mangium); quanto ao diâmetro médio do caule ao nível do solo (Acácia mangium) e quanto à área de copa (Schinus terebinthifolius); epara arecuperação de áreas degradadas pela extração de areia nestas condições, recomenda-se o plantio das espécies Schinus terebinthifolius (Aroeinnha) eAcácia mangium (Acácia mangio). Aavaliação da regeneração natural foi realizada em maio de 2000; foram medidas e identificadas todas as espécies com altura >a 50 cm. Os parâmetros avaliados foram: altura total (m), diâmetro do colo ao nível do solo (cm) e área de copa (m2). Os parâmetros fitossociológicos avaliados foram: densidade absoluta (DA), densidade relativa (DR), dominância absoluta (DoA), dominância relativa (DoR), freqüência absoluta (FA), freqüência relativa (FR), índice de valor de importância (IVI) e o índice de valor de cobertura (TVC). O índice de recobrimento do solo foi feito através de análise visual. Foi utilizado um quadrado metálico vazado de40 cm x 40 cm, lançado aleatoriamente seis vezes por parcela, obtendo a média por parcela. Através do quadrado metálico vazado, foram amostrados todos os indivíduos com altura £ a 50 cm. O estudo da composição florística e estrutural da regeneração natural permitiram chegar às seguintes conclusões: a vegetação da área experimental encontra-se no estádio inicial de sucessão, caracterizado principalmente pela presença de indivíduos arbustivos do gênero Baccharis; a Leguminosae foi a família que mais contribuiu para riqueza florística da área, com 5 espécies, seguida pela Asteraceae, com 3; a Sesbania exasperata H. B. K. foi a espécie mais abundante na regeneração natural. Também foi a espécie que apresentou maior valor relativo de densidade, freqüência e dominância, com elevado potencial para recuperação de áreas degradadas pela extração de areia. Dentre as espécies amostradas na área experimental, a que apresentou maior índice de valor de importância (TVI) e maior índice de valor de cobertura foi a Sesbania exasperata H. B. A análise visual utilizada para avaliar o índice de recobrimento do solo foi adequada para o objetivo do trabalho apesar de ser uma metodologia qualitativa, e por isso subjetiva. A área total experimental apresenta 2430 m2: deste total, 84 %encontra-se coberto por vegetação.
Abstract: This study was carried out at the municipality ofRibeirão Vermelho, Minas Gerais state, Brazil, in área containg remmants ofseasonal forest and "cerrado"(savanna). Small patches ofriverine forest found on the margins ofthe Rio Grande are higlily degraded at the present mainly by the extraction ofriver bed sand and pebbles. The present study aimed at mitigating the impacts caused by these activities adopting two approaches: testing tree species in the reclamatíon ofa particular degraded área, and assessing the natural regeneration with the purpose ofindicating species wich was used on the reclamatíon ofthose áreas through soil recovery leveis. The experiment was set up at a 3,0 x 1,5 m spacing using 12 species distributed in a quinconx system. Soil fertilization varied in P leveles (100, 200, and 400g P/plant), chosen after soil chemical analyses. The source was simple super-phosphate. The statical design was randon blocks with a 12 x3 design (12 species x3 fertilizer leveis), with a total of36 treatmenth and 3 repetitions. The experiment contained 108 sample units. The interation species-fertilizer was not signifícant using treatment means. Two years after planting the following it coud be concluded: the degraded área is recovering and the species are growing following the secondary succession pioneer, light-demanding climax and shade-tolerant species; preliminary observations indicated as most promissing species Acácia mangium and Schinus terebinthifolius survivorship in the field, Acácia mangium, in terms ofmean diameter at the ground levei; and Schinus terebinthifolius, in terms ofcrown área. These two species are thus recomended for the reclamation of áreas degraded by the extraction of river bed sand. The natural regeneration was assessed in may 2000, through the survey ofali plants with total height >50 cm. The foUowing parameters were obtained: total height (m), diameter at the ground levei (cm), and crown área (m2). The phytosociological parameters were: absolute density, relative density, absolute dominance, relative dominance, absolute frequency, relative frequency, importance value index, and cover value index. The percent soil cover index was determined visually. Ametal frame with 40 x40 cm ofdimensions was used to sample ali individuais with total height < 50 cm. The follwing clonclusions were reached by the study: (a) the vegetation ofthe degraded área is at early stage ofsecondary succession, characterized mainly by the presence ofshrubbbs ofthe genera Baccharis. Leguminosae was the family with the highest contribution to species richness, with 5 species followed by Asteraceae, with 3. Sesbania exasperata was the most abundant species on the natural regeneration. It was also the specie with the highest density, frequency and dominance, with highest potencial to recover áreas degraded by sand extraction. Among the wood species sampled in the expenmental área Sesbania exasperata produced the highest values for both ímportance value index and percent soil cover index. The visual analysis used to assess soil cover leveis was adequate to this study, although its subjective and qualitative aspects. From the toai área of2430 m2, 84% was covered with the natural regeneration.
metadata.teses.dc.description: Esta dissertação/tese está disponível online com base na Resolução CEPE nº 090, de 24 de março de 2015, disponível em http://www.biblioteca.ufla.br/wordpress/wp-content/uploads/res090-2015.pdf, que dispõe sobre a disponibilização da coleção retrospectiva de teses e dissertações online no Repositório Institucional da UFLA, sem autorização prévia dos autores. Parágrafo Único. Caberá ao autor ou orientador a solicitação de restrição quanto à divulgação de teses e dissertações com pedidos de patente ou qualquer embargo similar. Art. 5º A obra depositada no RIUFLA que tenha direitos autorais externos à Universidade Federal de Lavras poderá ser removida mediante solicitação por escrito, exclusivamente do autor, encaminhada à Comissão Técnica da Biblioteca Universitária./ Arquivo gerado por meio da digitalização de material impresso. Alguns caracteres podem ter sido reconhecidos erroneamente.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/13450
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.