Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAE - Departamento de Administração e Economia >
DAE - Artigos publicados em periódicos >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/13461

Title: Cultura organizacional e mito fundador: um estudo de caso em uma empresa familiar
Other Titles: Organizational culture and myth founder: a case study in a family business
???metadata.dc.creator???: Lourenço, Cléria Donizete da Silva
Ferreira, Patricia Aparecida
Keywords: Cultura organizacional
Mito fundador
Empresa familiar
Simbolismo organizacional
Myth founder
Family business
Organizational symbolism
Publisher: Universidade Municipal de São Caetano do Sul
Issue Date: Sep-2012
Citation: LOURENÇO, C. D. da S.; FERREIRA, P. A. Cultura organizacional e mito fundador: um estudo de caso em uma empresa familiar. Gestão & Regionalidade, São Caetano do Sul, v. 28, n. 84, p. 61-76, set./dez. 2012.
???metadata.dc.description.resumo???: Nos últimos anos, o tema simbolismo organizacional assumiu importância crescente na administração. Dentro desta abordagem, encontram-se conceitos relacionados ao mito fundador e à cultura organizacional. O fundador assume um papel fundamental no processo de moldar os padrões culturais de uma organização e após sua morte o mesmo pode ser transformado em um mito. Neste trabalho, procurou-se identificar o sentido da morte do fundador para os atores organizacionais bem como compreender as mudanças ocorridas nas relações de trabalho após a sua morte. Para tanto, utilizou-se da pesquisa qualitativa, do método do estudo de caso, de entrevistas em profundidade e da análise de conteúdo. Observou-se que a história de uma organização carrega muito da história do seu fundador. Constatou-se também que o sentido da morte do fundador para os atores organizacionais envolveu uma série de mudanças que acarretaram em um rompimento com os valores e princípios preconizados por ele.
Abstract: In recent years, the theme of organizational symbolism assumed increasing importance in the administration. Within this approach, concepts are related to the founding myth and organizational culture. The founder has a key role in the process of shaping the cultural patterns of an organization and after his death it can be transformed into a myth. In this study, we sought to identify the meaning of death of the founder to organizational actors as well as understanding the changes in labor relations after his death. For this purpose, we used the qualitative research method of case study, in-depth interviews and content analysis. It was observed that the history of an organization carries much of the history of its founder. It was also found that the meaning of death of the founder for the actors involved a series of organizational changes that resulted in a break with the values and principles advocated by him.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/13461
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DAE - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ARTIGO_Cultura organizacional e mito fundador - um estudo de caso em uma empresa familiar.pdf91.86 kBAdobe PDFView/Open

This item is licensed under a Creative Commons License
Creative Commons

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback