Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Artigos publicados em periódicos >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1378

Título: Competição de plantas daninhas com a cultura do milho no município de Ijaci, MG
Título Alternativo: Weed competition with corn in Ijaci, MG, Brazil
Autor(es): Duarte, Neimar de Freitas
Silva, João Baptista da
Souza, Itamar Ferreira de
Assunto: Planta daninha
Interferência
Zea mays
Weed
Interference
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Data de publicação: 2002
Referência: DUARTE, N. de F.; SILVA, J. B. da; SOUZA, I. F. de. Competição de plantas daninhas com a cultura do milho no município de Ijaci, MG. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v.26, n.5, p.983-992, set./out. 2002.
Resumo: Foi instalado um experimento no município de Ijaci-MG, Estação Experimental de Plantas Daninhas da Universidade Federal de Lavras, sobre Latossolo Vermelho-Amarelo, utilizando o híbrido de milho Cargil 435, no ano agrícola 1998/99, com o objetivo de definir o período de convivência da comunidade infestante com a cultura. Os períodos de interferência das plantas daninhas foram fundamentados nos estádios fenológicos da cultura. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso com cinco repetições. O controle do período da infestação foi realizado mediante o uso de capinas manuais, iniciando-as nos estádios de 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª folha, permanecendo limpo até o final do ciclo ou até o pendoamento. Foram aplicados também outros três tratamentos, a saber: início da capina no pendoamento estendendo-se até o final do ciclo, uma testemunha capinada durante todo o ciclo e testemunha sem capina. O milho Cargil 435 sem capina durante todo o ciclo (testemunha sem capina) teve redução de 14%, 22% e 22% no diâmetro do colmo, peso de espiga e peso de grãos, respectivamente quando comparada com a cultura mantida no limpo durante todo o ciclo (testemunha capinada). O peso de grãos não foi alterado quando a capina foi realizada somente até o pendoamento, em comparação com a eliminação total das plantas daninhas durante todo o ciclo. Somente a partir da sexta folha, com a lígula já visível, a interferência das plantas foi acentuada, considerando a cultivar utilizada.
Abstract: The experiment was carried out at the Weed Science Experimental Station, Ijaci, MG, Brasil, in a Yellow-Red Latosol, using the corn hybrid Cargil 435 in the growing season of 1998/99 with the objective of defining the critical period of competition of weeds with corn. The interference periods of the weeds were based on phonological stages of the crop. The weeding of the plots was performed by hand hoeing as following: hoeing from the 2nd, 3rd, 4th, 5th, 6th, and 7th leaf up to the end of the cycle or up to tasseling stage. Three more treatments were included: weeding from tasseling stage up to the end of the crop cycle, hoed check during the entire cycle, and unhoed check. No weeding corn caused 14%, 22%, and 22% reduction on culm diameter, ear weight, and grain weight, respectively when compared with hoed check. Grain weight did not alter when hoeing was done until tasseling stage in comparison with the hoed check during the entire cycle. The interference of the weed was augmented only when hoeing was done from the sixth leaf, with the ligule already visible, considering the cultivar used.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1378
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAG - Artigos publicados em periódicos

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
ARTIGO_Competição de plantas daninhas.pdf134,97 kBAdobe PDFVer/abrir

Este item está licenciado com Licença Creative Commons
Creative Commons

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback