Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/14128
metadata.revistascielo.dc.title: PRODUÇÃO DE MUDAS DE IPÊ-BRANCO EM DIFERENTES SUBSTRATOS
metadata.revistascielo.dc.creator: Macedo, Marichel Canazza de Macedo
Rosa, Yara Brito Chaim Jardim Rosa
Rosa Junior, Edgard Jardim Rosa Junior
Scalon, Silvana de Paula Quintão Scalon
Tatara, Mariana Bento Tatara
metadata.revistascielo.dc.subject: Tabebuia roseo-alba, germinação, crescimento inicial, resíduos agroindustriais
metadata.revistascielo.dc.publisher: CERNE
CERNE
metadata.revistascielo.dc.date: 29-Apr-2015
metadata.revistascielo.dc.identifier: http://www.cerne.ufla.br/site/index.php/CERNE/article/view/22
metadata.revistascielo.dc.description: Objetivou-se, com este trabalho, avaliar a emergência de plântulas e o crescimento no viveiro de mudas de ipê-branco (Tabebuia roseo-alba (Ridl.) Sandwith) em diferentes substratos. Foram realizados dois experimentos independentes. O estudo da emergência foi realizado em seis substratos: 1- Plantmax® – P; 2- vermiculita – V; 3- areia – A; 4- solo + areia – SA (1:1); 5- solo + casca de arroz carbonizada – SC (1:1); 6- solo + areia + casca de arroz carbonizada – SAC (2:1:1) (v/v), sendo utilizado o delineamento experimental em blocos casualizados (DBC) com três repetições. O estudo do crescimento no viveiro foi realizado em DBC com cinco substratos e cinco repetições, sendo utilizados os seguintes substratos: 1- solo + areia - SA (1:1); 2- solo + cama de frango semidecomposta – SCF (1:1); 3- solo + casca de arroz carbonizada – SC (1:1); 4- solo + areia + cama de frango semidecomposta – SACF (1:1:1); 5- solo + areia + casca de arroz carbonizada – SAC (1:1:1) (v/v). Os maiores valores de porcentagem final de emergência, índice de velocidade de emergência e altura das plântulas foram observados nos substratos P, V, SC e SAC. Os maiores valores de altura, diâmetro do colo, índice de clorofila, área foliar, comprimento da maior raiz e massa seca da parte aérea e radicular das mudas foram observados nos substratos SACF e SCF. Recomenda-se a utilização de P, V, SC ou SAC para germinação e emergência de plântulas e SACF ou SCF para a produção de mudas de ipê-branco.
metadata.revistascielo.dc.language: por
Appears in Collections:CERNE

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.