Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DZO - Departamento de Zootecnia >
DZO - Artigos publicados em periódicos >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1454

Título: Efeito materno e paterno sobre as taxas de fertilização e eclosão em curimba (Prochilodus lineatus)
Título Alternativo: Maternal and paternal effect on fertilization and haching rate in curimba (Prochilodus lineatus)
Autor(es): Allaman, Ivan Bezerra
Freitas, Rilke Tadeu Fonseca
Viveiros, Ana Tereza de Mendonça
Nascimento, Ariane Flávia
Oliveira, Giovanni Resende
Reis Neto, Rafael Vilhena
Assunto: Peixe
Componentes da variância
Efeito parental
Índices reprodutivos
Fish
Variance components
Parental effect
Reproductive rates
Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais
Data de publicação: 2012
Referência: ALLAMAN, I.B. et al. Efeito materno e paterno sobre as taxas de fertilização e eclosão em curimba (Prochilodus lineatus). Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, Belo Horizonte, v.64, n.6, p.1584-1590, 2012.
Resumo: Avaliou-se o quanto fêmeas e machos contribuem para a variação total das taxas de fertilização e de eclosão em curimba (Prochilodus lineatus). Utilizou-se sêmen criopreservado proveniente de cinco machos para fertilizar ovócitos de seis fêmeas em um esquema fatorial cruzado 5x6, totalizando 30 famílias. Além das características reprodutivas dos machos e fêmeas, foram avaliadas as taxas de fertilização e eclosão para cômputo dos efeitos materno e paterno. Os componentes da variância foram estimados por meio da máxima verossimilhança restrita, sendo construídos intervalos Highest Posterior Density (HPD) para cada componente. Verificou-se que as fêmeas contribuíram muito mais para a variação total em relação aos machos para as taxas de fertilização e eclosão. Para a taxa de fertilização, as fêmeas contribuíram com 26,3% da variação total e os machos com 8,9%. Em relação à taxa de eclosão, as fêmeas contribuíram com 11,9% e os machos com 1,6%. Concluiu-se que houve efeito materno sobre as taxas de fertilização e eclosão e que o efeito paterno avaliado individualmente foi pouco expressivo ou até mesmo insignificante.
Abstract: The aim of this study was to evaluate how much females and males contribute to the total variation of reproductive traits such as fertilization and hatching rate in curimba Prochilodus lineatus. Cryopreserved semen from five males was used to fertilize eggs from six females in a cross-factorial 5x6, totaling 30 families. In addition to the reproductive characteristics of males and females, fertilization and hatching rates were evaluated for computation of maternal and paternal effects. The variance components were estimated by restricted maximum likelihood, and the Highest Posterior Density (HPD) intervals were estimated for each component. The female contributed more to the total variation than males for the fertilization and hatching rates. The female contributed 26.3% of the total variation in the fertilization rate against 8.9% of males. Regarding the hatching rate, the female contributed 11.9% versus 1.6% of males. Thus, there is maternal effect on rates of fertilization and hatching, and the paternal effect assessed individually was lackluster or even negligible.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1454
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DZO - Artigos publicados em periódicos

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
ARTIGO_Efeito materno e paterno sobre as taxas de fertilização.pdf157,13 kBAdobe PDFVer/abrir

Este item está licenciado com Licença Creative Commons
Creative Commons

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback