Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Artigos publicados em periódicos >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1487

Título: Fluxo gênico em milho geneticamente modificado com resistência a insetos
Título Alternativo: Gene flow on insect‑resistant genetically modified maize
Autor(es): Nascimento, Vivian Elias
Von Pinho, Édila Vilela de Resende
Von Pinho, Renzo Garcia
Souza, João Cândido de
Nascimento Júnior, André Domingos do
Assunto: Milho
Fecundação cruzada
Polymerase Chain Reaction - PCR
Plantas transgênicas
Outcrossing
Real‑time PCR
Transgenic plants
Corn
Publicador: Embrapa Informação Tecnológica Pesquisa Agropecuária Brasileira
Data de publicação: 2012
Referência: NASCIMENTO, V. E. et al. Fluxo gênico em milho geneticamente modificado com resistência a insetos. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.47, n.6, p.784-790, jun. 2012.
Resumo: O objetivo deste trabalho foi estimar o fluxo gênico em milho transgênico com resistência a insetos, em lavouras comerciais. Amostras de grãos foram coletadas em lavouras com milho convencional e transgênico, nos municípios de: Itumirim, Uberlândia, Paracatu e Tupaciguara, MG; Itapetininga e Pedrinhas, SP; e Assaí e Ponta Grossa, PR. As amostras foram coletadas em lavouras de milho convencional, a partir de 5 m de distância da fonte com o milho transgênico. Foram coletadas dez espigas de plantas individuais por ponto, em quatro repetições, no total de 40 espigas para cada distância amostrada. As análises de fluxo gênico foram realizadas por meio da técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR) em tempo real. Em média, 82% da fecundação cruzada ocorreu nos primeiros 30 m. Em Itapetininga, SP, foram observadas as maiores taxas de fecundação cruzada – acima de 10% até a distância de 50 m –, porém, inferiores a 1% na distância de 100 m. O isolamento de 20 m, com dez linhas de bordadura, não é suficiente para garantir taxas de fecundação cruzada inferiores a 1%.
Abstract: The objective of this work was to estimate the gene flow on insect‑resistant transgenic maize in grain production fields. Grain samples were collected in fields containing conventional and transgenic maize in the Brazilian municipalities of: Itumirim, Uberlândia, Paracatu, and Tupaciguara, in the state of Minas Gerais; Itapetininga and Pedrinhas, in the state of São Paulo; and Assaí and Ponta‑Grossa, in the state of Paraná. Seed samples were collected in conventional maize crops starting 5 m away from the transgenic maize source. Ten corn cobs were collected from individual plants per sampling point, with four replicates, totaling 40 corn cobs at each evaluated distance. Gene flow analyses were carried out by real‑time polymerase chain reaction (PCR). On average, 82% of cross‑fertilization occurred within the first 30 m. The highest outcrossing rates were observed in Itapetininga, SP, – at rates above 10% up to a distance of 50 m; however, less than 1% at 100 m distance. The 20-m isolation, with ten border lines, is not sufficient to ensure outcrossing rates lower than 1%.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1487
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAG - Artigos publicados em periódicos

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
ARTIGO_Fluxo gênico.pdf231,99 kBAdobe PDFVer/abrir

Este item está licenciado com Licença Creative Commons
Creative Commons

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback