Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15164
Título : Fatores associados à percepção e atitude de consumidores de carne bovina com certificação de origem
Título(s) alternativo(s): Factors associated with perceptions and attitude of consumers of meat with certification of origin
Autor: Lopes, Marcos Aurélio
Pacheco, Eline Oliveira
Bruhn, Fábio Raphael Pascoti
Vicente, Fábio Henrique
Faria, Peter Bitencourt
Rocha, Christiane Maria Barcellos Magalhães da
Palavras-chave: Carne bovina - Comercialização
Segurança alimentar
Carne bovina - Certificação
Carne bovina - Consumidores
Beef - Marketing
Food safety
Beef - Certification
Beef - Consumers
Publicador: Universidade Federal Fluminense
Data da publicação: 2014
Referência: LOPES, M. A. et al. Fatores associados à percepção e atitude de consumidores de carne bovina com certificação de origem. Revista Brasileira de Ciência Veterinária, Niterói, v. 21, n. 2, p. 131-136, abr./jun. 2014.
Resumo : O objetivo deste estudo foi verificar quais fatores socioeconômicos estão relacionados com a decisão de compra de carne com certificação de origem, além de levantar o perfil de percepção e atitude dos consumidores de carne bovina em São Luís/MA. Foi realizada a descrição das variáveis e construído um modelo múltiplo Generalized Estimating Equations (GEE) de regressão logística visando a identificar possíveis associações entre as características socioeconômicas dos consumidores e os principais atributos da carne que influenciam a decisão para sua compra levantada por meio das entrevistas entre 400 entrevistados no mês de março de 2012. O selo de qualidade na aquisição da carne foi o atributo que mais influenciou (32,5%) a decisão de compra dos consumidores. A maioria dos entrevistados (68,7%) nunca ouviu falar sobre rastreabilidade bovina. Dentre os que já ouviram falar, a maior parte (71,2%) está disposta a pagar mais pela carne com certificação de origem, apesar de considerar que há desvantagens associadas à rastreabilidade, principalmente em relação ao aumento no preço da carne. Consumidores com maior grau de escolaridade apresentam 2,62 mais chances de já terem ouvido falar em carne rastreada e 1,90 mais chances de considerar que o principal benefício da carne rastreada é oferecer mais segurança alimentar; enquanto os com maior renda apresentam 3,23 mais chances de aceitar pagar mais pela certificação da carne. Ou seja, pessoas com maior escolaridade apresentaram melhor conhecimento sobre esse tipo de certificação, enquanto aqueles com maior renda mostraram maior aceitação em pagar mais caro pela carne bovina rastreada
Abstract: The aim of this study was to verify which socioeconomic factors are related to the decision to purchase meat with certification of origin, as well as raising the profile of perception and attitude of consumers of meat in São Luís/MA. The description of the variables were performed and constructed a multiple model Generalized Estimating Equations (GEE) of logistic regression model using the statistical package SPSS 18.0, to identify possible associations between socio-demographic characteristics of the consumers and the main attributes of the meat that influence the decision for its purchase raised through interviews among 400 respondents in March 2012. The seal of quality for acquisition of the meat was the attribute that most influences (32,5%) the purchasing decisions of consumers. Most respondents (68,7%) never heard about bovine traceability. Amongst these who had heard about traceability, most (71,2%) would be willing to pay more for meat with certification of origin, although considering that there are disadvantages associated with traceability, especially in relation to the increase in the price of meat. Consumers with greater levels of schooling present 2,62 more chances of having already heard of traced meat and 1,90 more chances of considering that the main benefit of traced meat is to offer more food security, while the ones with bigger income present 3,23 more chances of accepting to pay more for the certification of the meat. This means that people with greater schooling present better knowledge about this type of certification, while those with bigger income show bigger acceptance to spend more money on traced meat.
URI: http://revistas.bvs-vet.org.br/rbcv/article/viewFile/23928/24774
http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15164
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DMV - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.