Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15178
metadata.artigo.dc.title: Toxicidade de produtos fitossanitários utilizados em citros para Apis mellifera
metadata.artigo.dc.title.alternative: Toxicity of pesticides used in citrus crop to Apis mellifera
metadata.artigo.dc.creator: Baptista, Ana Paula Machado
Carvalho, Geraldo Andrade
Carvalho, Stephan Malfitano
Carvalho, César Freire
Bueno Filho, Júlio Sílvio de Souza
metadata.artigo.dc.subject: Pesticidas
Abelha africanizada
Abelha - Mortalidade
Pesticides
Africanized bee
Bee - Mortality
metadata.artigo.dc.publisher: Universidade Federal de Santa Maria
metadata.artigo.dc.date.issued: Jul-2009
metadata.artigo.dc.identifier.citation: BAPTISTA, A. P. M. et al. Toxicidade de produtos fitossanitários utilizados em citros para Apis mellifera. Ciência Rural, Santa Maria, v. 39, n. 4, p. 955-961, Jul. 2009.
metadata.artigo.dc.description.resumo: O objetivo deste trabalho foi avaliar a toxicidade de inseticidas/acaricidas utilizados em cultura de citros para operárias africanizadas de Apis mellifera Linnaeus. A exposição das abelhas aos compostos foi realizada usando-se técnicas de pulverização, contaminação da dieta e contato em superfícies tratadas (folhas de citros e placas de Petri), empregando-se as doses máximas recomendadas para a cultura. Os bioensaios foram realizados em laboratório a 25±2°C, UR 70±10% e fotofase de 12h, sendo os dados de mortalidade submetidos à análise estatística, e as médias comparadas por contraste, obtendo-se grupos de efeitos semelhantes. Independente do modo de exposição, o acefato foi extremamente tóxico, matando mais de 90,0% das abelhas 24h após a aplicação. Os produtos espirodiclofeno e piriproxifem, quando aplicados diretamente sobre as abelhas, causaram níveis de mortalidade de 11,0 e 15,0%, respectivamente; os compostos buprofezina, enxofre e tetradifona apresentaram níveis de mortalidade ainda menores, com média de 5,0% entre eles. Para os ensaios de contaminação de superfície (folhas de citros e placas de Petri) e contaminação de alimento, foram obtidos dois grupos de toxicidade, um grupo somente com acefato e outro, com buprofezina, enxofre, espirodiclofeno, piriproxifem, tetradifona e água. A mortalidade média para esse segundo grupo, após 96h do início da exposição, foi de 31,0; 8,3 e 15,7%, respectivamente, para cada método de contaminação.
metadata.artigo.dc.description.abstract: The aim of this research was to evaluate the toxicity of several acaricides/insecticides used in Brazilian citrus crop to africanized workers of Apis mellifera Linnaeus. The exposition of honey bees to the chemicals was performed by direct spraying, contamination of food, and contact in treated surface (citrus leaves and Petri dishes), using recommended rates of application. The assays were carried out at 25±2°C, RH 70±10%, 12h of photophase and the data was statistically analyzed, with mean values of mortality being compared through cluster analysis. In all assays acephate was highly toxic, with mortality at 24 hours around 90.0%. When spirodiclofen and pyriproxyfen, was sprayed directly into the honeybees, they caused mortality levels of 11.0 and 15.0%, respectively; buprofezin, sulphur and tetradifon were less toxic, with mean mortality of 5.0% among these compounds. For the assays from contamination surface (citrus leaves and Petri dishes) and food, two groups of chemicals with the same toxic effects were observed, one with acephate and other with buprofezin, sulphur, spirodiclofen, pyriproxyfen, tetradifon and water. The average mortality after 96 hours of exposition was 31.0; 8.3 and 15.7%, respectively, for each method of contamination.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15178
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DEN - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_Toxicidade de produtos fitossanitários utilizados em citros para Apis mellifera.pdf151,62 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons