Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Artigos publicados em periódicos >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1524

Título: Secagem e armazenamento de sementes de sorgo com alto e baixo teor de tanino
Título Alternativo: Drying and storage of high and low tannin sorghum seeds
Autor(es): Oliveira, João Almir
Silva, Tanismare Tatiana de Almeida
Von Pinho, Édila Vilela de Resende
Abreu, Luciana Aparecida de Souza
Assunto: Sorghum bicolor
Sorgo - Armazenamento
Umidade
Temperature
Moisture
Publicador: Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes
Data de publicação: 2011
Referência: OLIVEIRA, J. A. et al. Secagem e armazenamento de sementes de sorgo com alto e baixo teor de tanino. Revista Brasileira de Sementes, [S.l.], v. 33, n. 4, p. 699-710, 2011.
Resumo: O teor de água em que a semente é colhida, bem como a temperatura utilizada para a secagem, é fundamental para garantir a qualidade fisiológica das sementes, principalmente as de sorgo, que podem apresentar dormência secundária, por secagem em altas temperaturas. Com a realização deste trabalho, objetivou-se avaliar a qualidade fisiológica das sementes de sorgo, com alto e baixo teor de tanino e armazenadas após secagem, utilizando diferentes temperaturas. Foram utilizadas sementes das cultivares BR 305(2,28 g tanino/100 g) e BR 310 (0,52 g tanino/100 g), colhidas com teor de água 18-20%, secas à sombra e em secadores artificiais, nas temperaturas de 35 °C, 45 °C e 35 °45 °C, até atingirem 12% de teor de água. Após a secagem, essas sementes foram armazenadas em câmara fria e seca, por 0, 3 e 6 meses. Em cada época de armazenamento, as sementes foram avaliadas pelos testes de germinação, tetrazólio, condutividade elétrica, índice de velocidade de emergência, teste de frio, microscopia eletrônica de varredura e perfis enzimáticos. Foi quantificada, ainda, a concentração de tanino. Foi observado, em sementes com alto tanino, secas à temperatura de 45 °C e armazenadas durante 6 meses, 88,5% de germinação. Houve maior porcentagem de dormência em sementes submetidas à secagem aos 35 °C. Houve aumento na concentração de tanino, aos seis meses de armazenamento, para ambos os lotes.
Abstract: Water content in harvested seed and the drying temperature are fundamental for ensuring seed physiological quality, especially in sorghum, which may show secondary dormancy when dried at high temperatures. The objective of this study was to evaluate the physiological quality of sorghum seeds, with high and low tannin contents, stored after drying at different temperatures. Seeds of the BR 305(2.28 g tannin/100 g) and BR 310 (0.52 g tannin/100 g) cultivars were collected with a water content of 18-20% and dried in the shade and in artificial dryers at temperatures of 35 °C, 45 °C and 35/45 °C until water content was 12%. After drying, the seeds were stored in a cold, dry chamber for 0, 3 and 6 months. For each storage period the seeds were evaluated with germination, tetrazolium, electric conductivity, emergence velocity index, cold, scanning electron microscopy and enzyme profile tests. Tannin concentration was also measured. High tannin seeds showed 88.5% germination when dried at 45 °C and stored for 6 months. Dormancy increased in both batches for seeds dried at 35 °C and with increased tannin concentration at six months storage.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1524
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAG - Artigos publicados em periódicos

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
ARTIGO_Secagem e Armazenamento.pdf1,97 MBAdobe PDFVer/abrir

Este item está licenciado com Licença Creative Commons
Creative Commons

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback