Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15277
metadata.artigo.dc.title: Relação entre o escoamento de base e os diferentes sistemas hidrogeológicos do Estado de Minas Gerais
metadata.artigo.dc.title.alternative: Relation between the baseflow and the different hydrogeological systems of the State of Minas Gerais, Brazil
metadata.artigo.dc.creator: Coelho, Gilberto
Pontes, Lucas Machado
Batista, Marcelo Linon
Mello, Carlos Rogério de
Silva, Antônio Marciano da
metadata.artigo.dc.subject: Hidrogeologia
Águas subterrâneas – Escoamento
Escoamento de base
Hydrogeology
Groundwater flow
Base flow
metadata.artigo.dc.publisher: Associação Brasileira de Águas Subterrâneas
metadata.artigo.dc.date.issued: 2015
metadata.artigo.dc.identifier.citation: COELHO, G. et al. Relação entre o escoamento de base e os diferentes sistemas hidrogeológicos do Estado de Minas Gerais. Águas Subterrâneas, São Paulo, v. 29, n. 3, p. 257-267, 2015.
metadata.artigo.dc.description.resumo: Estimativas da separação do escoamento superficial em escoamento superficial direto e escoamento de base são importantes para avaliar, entre outros aspectos, a capacidade de manutenção de vazões em períodos de estiagem e a análise das relações entre o escoamento de base e as classes hidrogeológicas pode contribuir para o entendimento dos processos hidrológicos envolvidos. O presente trabalho objetivou estimar o escoamento de base em oito seções de cursos d’água que caracterizam os sistemas hidrogeológicos do Estado de Minas Gerais. Para isto foi utilizado um filtro numérico de modo a avaliar a relação entre sistemas aquíferos e regime de fluxo d’água. Foram utilizados dados diários de vazão, no intervalo de 01/10/1981 a 30/09/1991. Em todos os casos, o escoamento de base foi responsável por mais de 50% da vazão dos cursos d’água. Os aquíferos compostos por litotipos xistosos, pelíticos e por cobertura detrítica apresentam relação entre o escoamento de base e o escoamento superficial menor do que os demais e, portanto, a mesma classificação estatística. Com base nos resultados apresentados, conclui-se que a hidrogeologia exerce influência indireta na relação entre o escoamento de base e a vazão dos cursos d’água.
metadata.artigo.dc.description.abstract: The estimation of surface flow into direct surface flow and base flow is fundamental for understanding the hydrologic behavior of basins, being possible, among other features, the capability of discharges maintenance during the dry seasons. Analysis of the related base flow with hydrogeological classes can contribute to understand the hydrological processes involved. This work aimed to estimate the base flow for eight fluviometric stations that were chosen according to the hydro geologic systems observed in the State of Minas Gerais. A numerical filter was employed in order to evaluate the relationship between hydrogeology and water flow regime. Daily discharge data sets, between October/1981 and September/1991, were used in the study. In all cases, the base flow accounted for over 50% of the water flow in rivers. The hydrogeological systems "xistosa", "pelítica" and "cobertura detrítica" presented smaller amount of base flow in the rivers discharge than other hydrogeological systems and obtained the same statistical classification. Based on the results we concluded that hydrogeology exerts indirect influence on the relationship between the base flow and river discharge.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15277
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DEG - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_Relação entre o escoamento de base....pdf490,11 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons