Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15302
metadata.artigo.dc.title: Suplementação da dieta de bovinos de corte como estratégia do manejo das pastagens
metadata.artigo.dc.title.alternative: Supplementation of beef cattle as strategy of pasture management
metadata.artigo.dc.creator: Reis, Ricardo Andrade
Ruggieri, Ana Cláudia
Casagrande, Daniel Rume
Páscoa, Adriano Gomes
metadata.artigo.dc.subject: Bovinos de corte - Dieta
Manejo de pastagens
Gramíneas tropicais
Cattle - Diet
Management of pastures
Grazing
metadata.artigo.dc.publisher: Sociedade Brasileira de Zootecnia
metadata.artigo.dc.date.issued: Jul-2009
metadata.artigo.dc.identifier.citation: REIS, R. A. et al. Suplementação da dieta de bovinos de corte como estratégia do manejo das pastagens. Revista Brasileira de Zootecnia, Viçosa, MG, v. 38, p. 147-159, July 2009. Suplemento especial.
metadata.artigo.dc.description.resumo: O manejo do pastejo permite que sistema com base na utilização de pastagem propicie altos rendimentos por animal e por área. Para isto, devem-se utilizar critérios de manejo com intuito de controlar, simultaneamente a qualidade e a quantidade de forragem e manter a sustentabilidade do sistema. A intensidade de pastejo é dinâmica, jamais permanece a mesma, mudando com a taxa de consumo pelos animais e também pelo crescimento das plantas, variando de hora a hora e dia a dia, por isso deve ser controla sistematicamente. Neste cenário, o consumo de forragem parece ser o fator que mais explica as variações no desempenho animal em relação a qualidade da forragem. A suplementação da dieta dos animais em pastejo com concentrado permite aumentar o desempenho de animais, reduzindo a idade de abate ou a da primeira cria. Contudo, as características nutricionais do suplemento devem variar em função da quantidade e da qualidade da forragem ofertada. Ao suplementar a dieta dos animais em pastejo com energia e proteína, pode-se manejar pastos mais baixos em relação a suplementação apenas com sal mineral, sem que ocorra redução da densidade populacional de perfilhos. Estas estratégias de manejo podem reduzir a probabilidade de degradação do pasto. Desta forma, a suplementação da dieta de animais permite aumento na capacidade suporte do pasto.
metadata.artigo.dc.description.abstract: The grazing management system based on the intensive pasture utilization result in a high animal and area yield. In order to that to be possible, it should be used a management criteria aiming to control, simultaneously the quality and the amount of forage, maintaining the sustainability of the system. The grazing intensity is dynamic, it never keeps the same status, it can be changed with the animals rate intake, and also by the plants growth, changing every hour and day, due to that, it should be controlled systematically. In this scenery, the forage intake is the main factor which explains the variations in the animal performance in relation to the forage quality. Energy and protein supplementations of the grazing animals increase performance, reducing slaughter and the first birth age. However, the nutritional characteristics of the supplement should vary in function of the amount and quality of the forage allowed. Pastures grazed by supplemented animals can be managed at a lower height, compared to those grazed by animals supplemented with only mineral salt, without reducing the tillers population density. These management strategies can reduce the probability of future pasture degradation. Thus, supplementation of the diet of the grazing animals can increase the pasture carrying capacity.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15302
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DZO - Artigos publicados em periódicos



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons